quarta-feira, 28 de setembro de 2011

4 Cavaleiros do Apocalipse - 1º - SELO / CAVALO BRANCO / O ANTICRISTO








4 Cavaleiros do Apocalipse  - OS QUATRO SELOS


PRIMEIRO SELO CAVALO BRANCO -  Apoc. 6 : 1 – 2


(Apocalipse 6:1) - E, HAVENDO o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê. (Apocalipse 6:2) - E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.

Os selos simbolizam tempos de tribulação e perseguição, e os quatro primeiros selos fazem surgir os simbolismo dos cavalos e seus cavaleiros 

• Cavalo = Símbolo de terror, força, guerras e conquistas

Estes cavalos coloridos simbolizam suas armas de punição.

1.     Cavalo Branco significa falsa paz
2.     Arco fala da extensão do seu reino que será grande
3.     Coroa de vitória aparente – Ele resolverá o problema sócio – político e econômico
4.     Como conseguirá implantar esta paz ? A saída da igreja haverá casas, roupas, carros, bens

(II Tessalonicenses 2:3) - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, (II Tessalonicenses 2:4) - O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. (II Tessalonicenses 2:5) - Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? (II Tessalonicenses 2:6) - E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.(II Tessalonicenses 2:7) - Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;  (II Tessalonicenses 2:8) - E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; (II Tessalonicenses 2:9) - A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, (II Tessalonicenses 2:10) - E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.

O "mistério da iniqüidade" está operando há muito tempo. O apóstolo Paulo já escreveu: "Com efeito, o mistério da iniqüidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém..." (2 Ts 2.7).
Como todos os outros sinais dos tempos finais lançam suas sombras diante de si, também a apostasia e a rebelião dos últimos dias já se fazem sentir. Desde os tempos dos apóstolos "o mistério da iniqüidade" está em ação, e desde então ele tem se ampliado cada vez mais. Mas ele somente se revelará de maneira completa no "Dia do Senhor", depois do arrebatamento.
Nosso mundo se encontra em processo de decadência. Encontramo-nos numa derrocada sem precedentes tanto dos valores cristãos quanto na política e na moral.
O Dr. Ed Hindson escreve:O vazio espiritual do nosso tempo está sendo substituído pelas trevas do mal. Não somos mais uma sociedade essencialmente cristã. Os símbolos e as coisas exteriores permanecem, mas o coração e a alma do cristianismo são substituídos pelo esforço secular de viver uma vida sem Deus. Fica cada vez mais claro que muitas pessoas que vivem em nossos dias procuram no lugar errado o sentido e o alvo de suas vidas.
Alexander Soljenitzyn fez a seguinte observação a respeito: "Os poderes do mal iniciaram sua ofensiva decisiva."
Atualmente a palavra "secularização" está em voga. Mas, no fundo, trata-se de uma palavra moderna para descrever a apostasia. Ela se refere ao que é "profano" ou "mundano", em oposição ao "espiritual". Em Israel, por exemplo, o avanço da secularização acompanha os crescentes clamores por paz. Com base na Palavra Profética, sabemos para onde levará esse caminho.
A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO
NOMES DO ANTICRISTO

1- Príncipe que a de vir Dn.9:26
2- O angustiador Is.51:13
3- Mentiroso I Jô.2:22
4- O enganador II Jô.7
5- Besta Ap.13:1
6- Ponta Dn.7:8,11
7- Filho da perdição e homem do pecado II Ts.2:3
8- Ímpio Is.11:4


A preparação para sua chegada

Na música, Jornal  Folha de São Paulo
A cantora Britney Spears, 25, está envolvida em mais uma polêmica. Uma fonte da clínica disse ao "News of The World" que Britney tinha escrito em sua cabeça (ela está careca desde 16 de fevereiro) o número 666, considerado o número da besta.
Trata-se da música: Poeira - Ivete Sangalo

Quem foi que caiu do céu?

A letra diz em parte: A minha sorte grande Foi você cair do céu Minha paixão verdadeira...

(Isaías 14:12) - Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!

É lindo teu sorriso, O brilho dos teus olhos Meu anjo querubim

(Ezequiel 28:14) - Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.

Chegou no meu espaço  Mandando no pedaço Um amor que não é brincadeira  
Pegou me deu um laço

Danço bem no compasso, de prazer, Levantou poeira... do pecado, da miséria , da prostituição, do adultério, da imoralidade, da lascívia, da carnalidade, dos vícios, etc...
----------------------------

Na moral, o mundo vive a imoralidade
"E não terá respeito ao Deus de seus pais, nem terá respeito ao amor das mulheres..." [Daniel 11:37]
A visão da maioria dos teólogos é que esse verso significa que o Anticristo será um homossexual.
Há muitos anos ouço pastores e professores de profecia insistirem que durante o período da Tribulação, dois fatores poderão levantar sua horrenda cabeça. São eles:
1.     O Anticristo poderá ser um homossexual.
2.     A Bíblia será proibida e queimada e os cristãos sofrerão uma forte perseguição.
Resumo da Notícia: "Bispo surpreende ao votar pela aprovação de prelado homossexual", Elizabeth Clarke, Palm Beach Post, 11/8/2003.
"O bispo episcopal do sudeste da Flórida, Leo Frade, votou pela aprovação do primeiro bispo abertamente homossexual da igreja na semana passada - mas não antes de ter vasculhado sua alma, orado e jejuado tão diligentemente que chegou a perder quase cinco quilos... Porém, enquanto orava por seu voto, ele encontrou uma resposta no livro de Miquéias, na resposta à pergunta do profeta: 'O que o Senhor requer de ti?' Frade parafraseia a resposta: 'Que pratiques a justiça, e ames a benevolência, e andes humildemente com o teu Deus. E isso é precisamente o que fiz.' Ele foi o único líder das cinco dioceses episcopais da Flórida a votar pela confirmação."
"Câmara canadense e câmara americana aprova lei de crimes de ódio contra os homossexuais", MSNBC, 17/9/2003.
"Ottawa - A Câmara dos Comuns do Canadá aprovou na quarta-feira um controverso projeto de lei que torna crime incitar o ódio contra os homossexuais. A Câmara eleita do Parlamento aprovou o projeto por 141 votos a 110, desconsiderando as preocupações verbalizadas por grupos religiosos que a lei desencorajará a liberdade de expressão e poderá classificar a Bíblia e o Alcorão como literaturas de ódio."
Com nossa compreensão do satanismo, sabemos que a mais alta forma de expressão sexual para os ocultistas é a bissexualidade, visto que preserva o "balanço na natureza" que eles tão ardentemente desejam.
Entretanto, se um homem é bissexual, também realiza atos homossexuais, de forma que as linhas de diferença se obscurecem muito.
Esse projeto de lei é tão estridentemente pró-homossexual que contém uma cláusula que chama de culpado de "crime de ódio" qualquer pessoa que diga que a homossexualidade é errada; e, aparentemente, não há nenhuma isenção para alguém sustentar essa visão - e expressá-la - com base em uma convicção religiosa. Agora, voltemos ao nosso artigo principal.
"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus." [2 Timóteo 3:1-4]
"Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló ... Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar." [Lucas 17:28,30]
O argumento apresentado pela serpente foi que, ao abrir-se os olhos de Eva, ela passaria a ser quem determinaria o que é bom e o que é mau. E esta, talvez, seja uma das principais razões porque a Nova Era é tão fascinante. Ela dá ao indivíduo um sentido de autocontrole e de poder. Promete crescimento espiritual descobrindo o "eu superior", e você passa a ser seu próprio deus. Ninguém tem o direito de impor qualquer tipo de moral a você. O que você decidir está certo.

"Nós não temos dentro de nossa religião um conceito acerca de práticas sexuais, morais ou imorais. Nós não consideramos, como o fazem outras religiões, que as práticas homossexuais sejam pecado".


Pesquisa da revista Newsweek fez duas perguntas muito importantes:

1. A homossexualidade é um estilo de vida aceitável?

Por incrível que pareça, 41% dos respondentes concordaram que a homossexualidade é tão aceitável quanto a heterossexualidade ordenada por Deus.

Dito de outra forma, quase metade dos respondentes agora acredita que a homossexualidade é normal e saudável.

2. Em seguida, veio a pergunta:  "Devem homossexuais ser contratados em cada uma das seguintes profissões?"

83% dos respondentes concordaram que os homossexuais podem ser vendedores.

59% concordaram que os homossexuais podem servir nas forças armadas.

54% concordaram que os homossexuais podem ser professores de Escolas de Segundo Grau

51% concordaram que eles podem ser professores de Escolas Primárias.

Essa resposta deve ser de grande preocupação para os pais cristãos, porque os professores sempre foram considerados modelos de comportamento para muitos de seus alunos.

48% dos respondentes concordaram que homossexuais deveriam ser ordenados como PASTOR E  PADRES

David e Jônatas?! Eis a declaração do salmista para seu bem-amado: "Tua amizade me era mais maravilhosa do que o amor das mulheres. Tu me eras deliciosamente querido!" (II Samuel, 1:26).
1) Levítico 20:13:

"Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles." (Repetido no capítulo 18:22)

3) Deuteronômio 23:17 - Deus proíbe a prostituição cultual, tanto masculina quanto feminina.

 "Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel."

O caminho está sendo preparado

Será um tempo em que a iniqüidade e o desarranjo social, moral e espiritual serão grandes, e as pessoas serão enganadas e adorarão ao Anticristo:
"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." (Mateus 24:24)

"E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. (14) E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. (15) E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta." (Apocalipse 13:13-15)

Todos os que durante a dispensação da graça, ou seja, enquanto a Igreja de Cristo esteve na Terra, ouviram a palavra da salvação, a entenderam e recusaram-se a aceitar a Jesus como seu Salvador e Senhor, irão inevitavelmente adorar ao Anticristo:
"A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, (10) e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. (11) E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; (12) para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade." (II Tessalonicenses 2:9-12 ACF)

Haverá uma única religião mundial (ecumênica e apóstata) que terá poder sobre os governos:
"E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas; (2) com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição. (3) E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres. (4) E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição; (5) e na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra. (6) E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus..." (Apocalipse 17:1-6)

1º : É uma prostituta que sofrerá condenação

> A palavra para prostituta aqui no grego é "PORNÊS" (PORNÉIA) e é uma palavra que designa - "aquela que se prostituiu" deixando a sua "virgindade", sua pureza!

( A RELIGIÃO QUE DEIXOU A PUREZA DOS ENSINOS DE CRISTO E APOSTÓLICOS, SE PROSTITUÍNDO COM O PAGANISMO E AS IMAGENS DE ESCULTURAS).

2º : Está sobre "muitas águas"

"muitas águas" aqui representam nações, "povos"( vers. 15).

Resumindo: É uma mulher que se prostituiu em sua pureza e se assentava - "governava" - sobre nações e povos.

v. 2 com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam sobre a terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.

1º : “se prostituíram” os reis da terra > Ou seja, assimilaram seus enganos e impurezas (heresias); os que habitam sobre a terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.

2º : "VINHO" - representa a redenção no Sangue de Jesus; então aqui é apontado o sentido espiritual da "prostituição”.
> Esta prostituta mistura redenção através do sacrifício de Jesus, com "uma falsa redenção" em outros nomes: Senhoras; imagens; etc..

> As pessoas (até sinceras, mas erradas) ficam embriagadas com estas heresias.

v. 3 Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres.



> esta mulher estava em um deserto - uma analogia à antiga babilônia - derivada de "Babel" que sig.: Confusão “religiosa”



> escarlata < é a cor que designa pecado conforme Isaías 1:18... e aponta então, que está besta que sustenta a "mulher" - está manchada com o pecado.



1º : A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas

>> Aponta para a luxúria e riquezas que esta mulher (religião) ajuntou e roubou durante séculos de domínio e obscurantismo.

>> Através do comércio da idolatria e dos centros comerciais pagãos instalados em diversas nações, onde cada uma cidade ou região tem seu poste-ídolo principal, que rende à "mulher prostituta" tanta luxúria e riquezas (até passaporte vendia para o céu - indulgências); além das cobranças impositivas de tributos etc... Motivo que levaram muitos da "nobreza" a apoiarem a reforma protestante.

>> e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição

>> Como já foi explicado, aqui fica ainda mais claro: pois aparece a figura do cálice de ouro; este cálice representa >>"A Palavra de Deus"<< só que ele está cheio de um vinho misturado com as abominações e prostituições; ou seja, esta mulher (religião) misturou a redenção no sangue de Jesus com a imundícia do paganismo e idolatria (veneração de imagens e práticas pagãs) que nunca foram ensinadas por Jesus ou os Apóstolos.

>> Isto é explicado por Paulo, quando ele fala à igreja cristã que estava em Corinto, em sua epístola - 1º Coríntios 10:

19 Mas que digo? Que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Ou que o ídolo é alguma coisa?
20 Antes digo que as coisas que eles sacrificam, sacrificam-nas a demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. 21 Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice de demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa de demônios.
>> Fica claro portanto, o que é este cálice misturado com abominações e idolatrias.
v.5 e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: "mistério - A grande Babilônia", a mãe das prostituições e das abominações da terra.

1º : e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia

>> Simbólico porque??? Porque esta "mulher" (religião-mistério) só trouxe confusão e prostituição (idolatria), e assim como "a Babilônia" aprisionou Israel e demais nações, proliferando a idolatria no passado, este sistema da "mulher mistério" que emerge de dentro do cristianismo, vem aprisionando as almas e as nações durante séculos com seu engano e heresias.

>> Ela é mãe das heresias que adentraram no cristianismo que era puro nos primeiros séculos.

v. 6 E vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue dos mártires de Jesus. Quando a vi, maravilhei-me com grande admiração.
1º : a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue dos mártires de Jesus.
>> João ficou admirado com grande admiração, pois viu "o sangue dos santos e dos mártires de Jesus”.

>> Uma religião mistério que emerge de dentro do cristianismo e consegue perseguir e matar todos os que não concordavam com as heresias papais romanas. Então, esta "religião mistério" emerge de dentro do império que perseguia e matava os cristãos nas grandes arenas romanas.

>> Percebe como ficou claro a revelação e "o porque" da admiração de João???

v. 7 Ao que o anjo me disse: Por que te admiraste? Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a leva, a qual tem sete cabeças e dez chifres.

>> Veja então que isto não é para ficar oculto, mas para ser revelado e para que as pessoas tenham consciência e portanto, não terão desculpas diante de Deus no dia do juízo, pois muitos mesmo enxergando o engano e mentiras, ainda preferem permanecer bitolados nas tradições heréticas e malignas.

v- 8 A besta que viste era e já não é; todavia está para subir do abismo, e vai-se para a perdição; e os que habitam sobre a terra e cujos nomes não estão escritos no livro da vida desde a fundação do mundo se admirarão, quando virem a besta que era e já não é, e que tornará a vir.

>> A besta que viste:

*** era e já não é >> quando um papa morre, já não é;

*** todavia está para subir do abismo >> voltará o fôlego que o dragão lhe dará, pois será permitido a ele entrar no clone (imagem da besta),

*** e vai-se para a perdição >> (condenação conforme Apoc. 19:20);

*** e os que habitam sobre a terra e cujos nomes não estão escritos no livro da vida desde a fundação do mundo se admirarão >> O mundo ficará admirado com "o clone perfeito"(e com os sinais que em breve aparecerão),

*** quando virem a besta que era e já não é, e que tornará a vir >> Clara demonstração de alguém que morreu, mas que aparecerá novamente e será apresentado ao mundo - um clone (a imagem da besta com fôlego).

v - 9 Aqui está a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada;

>> Sete cabeças: "Os sete montes de Roma" (cidade onde se encontra o vaticano), ou sete colinas, como é chamado desde tempos remotos, são:

>> Capitoline, Quirinale, Viminale, Palatino, Esquilino, Celio e Aventine <<

>> Estas sete cabeças então já é claramente explicado nos vers. 9 a 11 - Onde cada monte então representa: os impérios que dominaram as nações desde os tempos antigos com engano e idolatria:

>> O Assírio; O Babilônico; O Medo; O Persa; O Grego; Romano; e por último - O da besta religiosa e seus "10 líderes (chifres - G-10) que darão suas autoridades e domínio à besta".
3º : que estava cheia de nomes de blasfêmia
> cheia de insultos; nomes que insultam a verdade de Deus e do Evangelho.

4º : e que tinha sete cabeças e dez chifres (Ver explicação do versículo 9).

v. 4 A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição;
2º : montada numa besta escarlata - Ou seja, "esta mulher" é sustentada por um sistema maligno religioso chamado aqui de: besta escarlata.
1º : João foi levado a um deserto e viu uma mulher

(TODOS REPRESENTANDO OS GOVERNOS MUNDIAIS PAGÃOS E IDÓLATRAS).

v. 10 são também sete reis: cinco já caíram; um existe; e o outro ainda não é vindo; e quando vier, deve permanecer pouco tempo.

>> O anjo diz a João claramente que os montes "são também sete reis" que...

*** cinco já caíram >> representa os 5 impérios mundiais anteriores que já não existiam (Assírio, Babilônico, Medo, Persa, Grego)

*** um existe >> O império romano que ainda existia quando João escreveu o Apocalipse;

*** e o outro ainda não é vindo >> O "império do anticristo (que emerge do sistema da besta); e quando vier, deve permanecer pouco tempo"

v. - 11 A besta que era e já não é, é também o oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição.

>> Como explicar isto??? Vejam:

*** A besta que era e já não é >> É um dos "líderes" do sistema que morreu e já não é,

*** é também o oitavo rei >> pois estará representado pelo seu substituto. – a besta substituta irá dar honras a primeira besta que era e já não é, mas que estará representada pela sua imagem que fala (clone).

*** e é dos sete, >> pois estará exercendo ainda influência sobre o mundo pela sua imagem (clone) e por sua efígie (senha/moeda mundial) - Apoc. 13: 12,13,15. Ou seja, estará reinando com o sétimo: O "último líder" do sistema da besta - papado - que apresentará a imagem do seu antecessor ao mundo.

v. 12 Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam o reino, mas receberão autoridade, como reis, por uma hora, juntamente com a besta.

>> G-10 (Grupo de dez nações que indiretamente governam a economia mundial).

>> Estas 10 nações então, representadas por 10 reis (ou dez presidentes) entregarão o seu poder e autoridade que possuem, e sua influência sobre a ONU, ao "anticristo" que já está no mundo (também chamado de "a besta" do Apocalipse).

v 13 Estes têm um mesmo intento, e entregarão seu poder e autoridade à besta.

>> Vejam então que "a besta" será restaurada por completo em seu domínio através deste acordo. A ferida será então completamente sarada.

v 14 Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os que estão com ele, os chamados, e eleitos, e fiéis.

>> Será o cumprimento do capítulo 19 do Apocalipse, onde a igreja retornará glorificada juntamente com Jesus para destruir o império e reino do anticristo (do sistema da besta e G-10).

>> A igreja então, após ser arrebatada, participará das bodas do Cordeiro no céu enquanto ocorrerá os 7 anos de trevas do anticristo aqui na terra.

v- 15 Disse-me ainda: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas.

>> Já foi explicado no primeiro versículo e está claro.

v.16 E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo.

>> Ou seja, em breve a besta (o papado) proibirá adoração aos ídolos e imagens de Maria, de santos, etc...e vai exigir adoração unicamente a si mesmo e à imagem (clone) da primeira besta (Apoc. 13: 12 a 16).

>> Isto fica claro em Daniel 11:

37 E não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao amado das mulheres, nem a qualquer outro deus; pois sobre tudo se engrandecerá.

II Tessalonicenses 2:

3 Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição,

4 aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus.

v.17 Porque Deus lhes pôs nos corações o executarem o intento dele, chegarem a um acordo, e entregarem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.

>> Os dez reis (G-10) chegarão a um acordo e em breve entregarão à besta o seu reino; creio que haverá um acordo (ecumênico) do papado com estes dez reis, para que "o papado" crie uma lei para acabar com as imagens de esculturas no catolicismo, então este será o ódio dos dez reis e da besta à prostituta (as práticas tradicionais da religião católica, inventada pelo próprio papado).

v.18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

>> Conforme versículo 1 e 15 - esta mulher é Roma - o vaticano - a cidade que sempre influenciou os reis da terra.

OBS.: A própria Bíblia católica diz em nota de roda-pé que se trata da cidade de Roma.

A Bíblia diz que ele cuidaria em mudar os tempos e a lei...(Daniel 7:27).... E olha o que o cidadão está fazendo: Mudando novamente “as missas para o latim”; etc...

Segundo muitos teólogos, “a 2ª besta” (falso profeta) terá que ter origem judaica, e já me informaram que o “Ratzinger” é de origem judaica.

E será instaurado um único governo mundial:
"E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio... E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?" (Apocalipse 13:2,4)

"Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços." (Daniel 7:23)

Graças a esta estrutura de unidade política e religiosa, haverá um período de uma paz enganadora e uma sensação de prosperidade e segurança:
"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão." (II Tessalonicenses 5:3)

Muitos neste período se converterão a Cristo, sendo que, segundo vemos com base em Apocalipse 6:9-11 (abaixo), estes que vierem a aceitar a Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor serão martirizados quase que imediatamente por sua fé, a exemplo dos mártires Cristãos durante a dispensação da graça:
"E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram? (14) E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro." (Apocalipse 7:13-14)
"E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. (10) E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? (11) E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram." (Apocalipse 6:9-11)

Próximo ao final deste período alguns acontecimentos marcantes denotarão a "repentina destruição" que se seguirá:
  • O Egito será derrotado pelo Anticristo:
"E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom. (42) E estenderá a sua mão contra os países, e a terra do Egito não escapará. (43) E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata e de todas as coisas preciosas do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão." (Daniel 11:41-43)
  • Os países ao Norte referidos como Gogue e Magogue (Rússia e seus aliados), irão tentar invadir Israel, mas serão aniquilados pelo poder sobrenatural de Deus:
"(2) Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele...(15) Virás, pois, do teu lugar, do extremo norte, tu e muitos povos contigo, montados todos a cavalo, grande ajuntamento, e exército poderoso, (16) e subirás contra o meu povo Israel, como uma nuvem, para cobrir a terra. Nos últimos dias sucederá que hei de trazer-te contra a minha terra, para que os gentios me conheçam a mim, quando eu me houver santificado em ti, ó Gogue, diante dos seus olhos. (39:4) Nos montes de Israel cairás, tu e todas as tuas tropas, e os povos que estão contigo; e às aves de rapina, de toda espécie, e aos animais do campo, te darei por comida. (5) Sobre a face do campo cairás, porque eu o falei, diz o Senhor DEUS." (Ezequiel 38:2,15-16,39:4-5)

Será Gogue citada em Ez 39:1-4 a Russia?

  1. Segundo estas profecias, Israel sofrerá uma invasão por parte da Rússia e seus países aliados.
  2. Nós sabemos que este sinal acontecerá no futuro basicamente por dois motivos:
Até o momento, Israel não sofreu nenhuma invasão Russa durante toda a história da humanidade

· Esta profecia vem depois de Ezequiel 37, que profetiza a criação do Estado de Israel

O versículo 2 de Ezequiel 38 fala sobre "Gogue, da terra de Magogue". A genealogia de Gogue aparece em Gênesis 10:2 e também em 1 Crônicas 1:5:

· Gênesis 10:2

"Os filhos de Jafé são: Gomer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque e Tiras."

"Gogue, da terra de Magogue", segundo os historiadores, corresponde aos russos, a um povo de origem bárbara.

Ainda mais, Ezequiel 39:2 diz que Gogue e Magogue são do Norte. Ao olharmos o mapa múndi, verificamos que Moscou está diretamente ao norte de Jerusalém. Portanto, Gogue e Magogue corresponde à Rússia.

Deus não somente revelou a Rússia, mas também os aliados da Rússia durante a invasão. São eles:

· persas (verso 5): países árabes
· Cuche (verso 5): Etiópia
· Pute (verso 5): Líbia (a tradução na Linguagem de Hoje já nomeia "Líbia" em vez de "Pute")
· Gômer e Togarma (verso 5): Turquia e muito provavelmente o Irã, pois estes povos correspondem aos territórios destes dois países atuais.
Ezequiel usou o vocabulário de sua época para descrever a profecia, inclusive para os nomes dos invasores de Israel, utilizando os nomes que estes países ou regiões possuíam na época em que a profecia foi escrita.
Nós vimos que a Líbia há algum tempinho, entrou no noticiário anunciando seu desarmamento.

As imagens da Rede Globo desta notícia mostram que todo o poderio bélico da Líbia foi fornecido por Moscou, na extinta União Soviética, seu parceiro militar, hoje a Rússia.
Portanto, a profecia está se comprovando quando diz que a Rússia tem aliança com a Líbia.
  1. Desde quando EUA e a URSS travavam a famosa Guerra Fria, Israel sempre foi considerado um espinho para a URSS e para os países árabes.
  2. A URSS simplesmente não atacava Israel porque Israel sempre possuiu um poder bélico poderoso e da mais alta tecnologia. Além de Israel ser aliado dos EUA.
  3. Apesar de Israel ser invadido, esta invasão será frustrada. Deus promete garantir a proteção a Israel, conforme Ezequiel 39.
  4. De acordo com Ezequiel 39, no momento da invasão Deus vai proteger Israel de maneira sobrenatural, derrotanto e humilhando a TODOS os invasores.
  5. Note que, em Ezequiel 39:12, Deus derrotará os inimigos de Israel de tal maneira que os israelenses passarão sete meses sepultando os corpos e limpando a terra invadida.
  6. A profecia garante que, em um determinado momento, num futuro próximo, a invasão vai acontecer e veremos estes milagres maravilhosos do Senhor protegendo a Israel.

Contraste entre o Anticristo e Jesus Cristo

I João 2:18 "Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos anticristos têm surgido, pelo que conhecemos que é a última hora."

1. De onde ele vem?


a. Cristo veio de cima: João 6:38 "Porque eu desci do céu não para fazer a minha própria vontade; e, sim, a vontade daquele que me enviou."
 b. O Anticristo virá do abismo: Apocalipse 11:7 "Quando tiverem, então, concluído o testemunho que devem dar, a besta que emerge do abismo pelejará contra elas e as vencerá e matará."

2. Em nome de quem ele vem?


a. Cristo veio em nome do Pai: João 5:43 "Eu vim em nome de meu Pai e não me recebeis; se outro vier em seu próprio nome, certamente o recebereis."
 b. O Anticristo virá em seu próprio nome: João 5:43 "Eu vim em nome de meu Pai e não me recebeis; se outro vier em seu próprio nome, certamente o recebereis."

3. Como se apresenta?


a. Cristo humilhou-se a si mesmo: Filipenses 2:8 "A si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz."
 b. O Anticristo exalta-se a si mesmo: 2 Tessalonicenses 2:4 "O qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus, ou objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus."

4. Como o mundo o recebe?


a. Cristo foi desprezado. Isaías 53:3 "Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso." Lucas 23:18 "Toda a multidão, porém, gritava: Fora com este! Solta-nos Barrabás!"  
b. O Anticristo é admirado: Apocalipse 13:3-4 "Então vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra de maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; também adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá pelejar contra ela?"

5. Como Deus o recebe?


a. Cristo é exaltado pelo Pai: Filipenses 2:9 "Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome."
 b. O Anticristo será lançado no lago de fogo: Apocalipse 19:20 "Mas a besta foi aprisionada , e com ela o falso profeta que, com os sinais feitos diante dela, seduziu aqueles que receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem. Os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre."

6. Ele faz a vontade de quem?


a. Cristo veio para fazer a vontade do Pai: João 6:38 "Porque eu desci do céu não para fazer a minha própria vontade; e, sim, a vontade daquele que me enviou."
 b. O Anticristo fará sua própria vontade: Daniel 11:36 "Este rei fará segundo a sua vontade, e se levantará e se engrandecerá sobre todo deus; contra o Deus dos deuses falará cousas incríveis, e será próspero, até que se cumpra a indignação; porque aquilo que está determinado será feito."

7. O que vem fazer?

a. Cristo veio para salvar: Lucas 19:10 "Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o perdido."

 b. O Anticristo virá para destruir: Daniel 8:24 "Grande é o seu poder, mas não por sua própria força; causará estupendas destruições, prosperará e fará o que lhe aprouver; destruirá os poderosos e o povo santo."

8. Preocupa-se com seus seguidores?


a. Cristo é o bom pastor: João 10:4-15 "Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas o seguem porque lhe reconhecem a voz; mas de modo algum seguirão o estranho, antes fugirão dele porque não conhecem a voz dos estranhos. Jesus lhes propôs esta parábola, mas eles não compreederam o sentido daquilo que lhes falava. Jesus, pois, lhes afirmou de novo: Em verdade, em verdade vos digo: Eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim, são ladrões e salteadores, mas as ovelhas não lhes deram ouvido. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e achará pastagens. O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas. O mercenário que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas, e foge; então o lobo as arrebata e dispersa. O mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado com as ovelhas. Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim, assim como o Pai me conhece a mim e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas."
 b. O Anticristo é o pastor inútil: Zacarias 11:16-17 "Porque, eis que suscitarei um pastor na terra, o qual não cuidará das que estão perecendo, não buscará a desgarrada, não curará a que foi ferida, nem apascentará a sã, mas comerá a carne das gordas, e lhes arrancará até as unhas. Ai do pastor inútil, que abandona o rebanho; a espada lhe cairá sobre o braço e sobre o olho direito; o braço completamente se lhe secará, e o olho direito de todo se escurecerá."

9. Que tipo de videira ele é?


a. Cristo é a videira verdadeira: João 15:11 "Eu sou a videira verdadeira, e meu pai é o agricultor."
b. O Anticristo é a videira da terra: Apocalipse 14:18 "Saiu ainda do altar outro anjo, aquele que tem a autoridade sobre o fogo, e falou em grande voz ao que tem a foice afiada, dizendo: Toma a tua foice afiada, e ajunta os cachos da videira da terra, porquanto as suas uvas estão amadurecidas.

10. É honesto?


a. Cristo é a verdade: João 14:6 "Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim."
 b. O Anticristo é a mentira: 2 Tessalonicenses 2:11 "E por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira."

11. Quem é ele?


a. Cristo é o santo: Marcos 1:24 "Que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste para perder-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus."  
b. O Anticristo é o iníquo: 2 Tessalonicenses 2:8 "Então será revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro da sua boca, e o destruirá, pela manifestação de sua vinda."

12. Que tipo de homem é?


a. Cristo é o homem de dores: Isaías 53:3 "Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso."
 b. O Anticristo é o homem da iniquidade: 2 Tessalonicenses 2:3 "Ninguém de nenhum modo vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia, e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição."

13. De quem é filho?


a. Cristo é o Filho de Deus: Lucas 1:35 "Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra, por isso também o ente santo que há de nascer, será chamado Filho de Deus".
 b. O Anticristo é o Filho da Perdição: 2 Tessalonicenses 2:3 "Ninguém de nenhum modo vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia, e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição."

14. O que tentará ensinar?


a. Cristo é o mistério da piedade: I Timóteo 3:16 "Evidentemente, grande é o mistério da piedade: "Aquele que foi manifestado na carne, foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória."
b. O Anticristo é o mistério da iniquidade: 2 Tessalonicenses 2:7 "Com efeito o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém."

15. A quem retrata?


a. Cristo veio na imagem de Deus: Colossenses 1:15 "Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação."
 b. O Anticristo virá na imagem de Satanás: Apocalipse 13:1-4 "Vi emergir do mar uma besta, que tinha dez chifres e sete cabeças e, sobre os chifres, dez diademas e, sobre as cabeças, nomes de blasfêmia. A besta que vi era semelhante a leopardo, com pés como de urso, e boca como boca de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade. Então vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; também adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá pelejar contra ela?"

16. Com quem está associado?


a. Cristo é parte da trindade celestial: Mateus 28:19 "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo."
 b. O Anticristo é parte de uma trindade satânica: Apocalipse 16:13 "Então vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta, três espíritos imundos semelhantes a rãs."

17. Qual animal o tipifica?


a. Cristo é o cordeiro sacrificial: I Pedro 1:19 "Mas pelo precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo."
 b. O Anticristo é uma besta selvagem: Apocalipse 13:2 "A besta que vi era semelhante a leopardo, com pés como de urso, e boca como boca de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade."

18. De onde vem o seu poder?


a. O poder de Cristo é de Deus: Mateus 28:18 "Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.

b. O poder do Anticristo provém de Satanás: Apocalipse 13:2 "A besta que vi era semelhante a leopardo, com pés como de urso, e boca como boca de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade."

19. Quem o ressuscita?


a. Cristo foi ressurreto pelo poder de Deus: Romanos 1:4 "E foi designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor."
 b. O Anticristo será ressuscitado pela besta: Apocalipse 13:3 "Então vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta." Apocalipse 13:12 "Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada."

20. Quem o adora?


a. Cristo recebe adoração dos crentes: Lucas 24:52 "Então eles, adorando-o, voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo."

 b. O Anticristo recebe adoração do mundo: Apocalipse 13:3, 4, 8 "Então vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem pode pelejar contra ela? E adora-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto, desde a fundação do mundo."

21. Como fala?


a. Cristo foi um grande orador: João 7:46 "Responderam eles: Jamais alguém falou como este homem."

b. O Anticristo também será um grande orador: Apocalipse 13:5 "Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias, e autoridade para agir quarenta e dois meses." Daniel 7:8 "Estando eu a observar os chifres, eis que entre eles subiu outro pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres, foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava com insolência."

22. Qual é a duração do seu ministério?


a. O ministério de Cristo durou três anos e meio: João 2:13, "Estando próxima a páscoa dos judeus, subiu Jesus para Jerusalém." João 6:4 "Ora, a páscoa, festa dos judeus, estava próxima." João 11:55 "Estava próxima a páscoa dos judeus; e muitos daquela região subiram para Jerusalém antes da páscoa, para se purificarem."
 b. O Anticristo exercerá grande poder durante três anos e meio: Apocalipse 13:5 "Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias, e autoridade para agir quarenta e dois meses."

23. Qual é seu número?


a. O número de Cristo é 7: Apocalipse 5:6,12 "Então vi, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, de pé, um Cordeiro como tinha sido morto. Ele tinha sete chifres, bem como sete olhos que são os sete espíritos de Deus enviados por toda a terra.... Proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor."
 b. O número do Anticristo é 666: Apocalipse 13:18 "Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis."

24. Como trata sua noiva?


a. Cristo ama sua noiva: Apocalipse 21:1-2 "Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo."
 b. O Anticristo mata sua noiva: Apocalipse 17:16-18 "Os dez chifres que viste e a besta, esses odiarão a meretriz, e a farão devastada e despojada, e lhe comerão as carnes e a consumirão no fogo. Porque em seus corações incutiu Deus que realizem o seu pensamento, o executem à uma e dêem à besta o reino que possuem, até que se cumpram as palavras de Deus."

25. Em que está montado?


a. Cristo está montado em um cavalo branco: Apocalipse 19:11 "Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro, e julga e peleja com justiça."
b. O Anticristo também monta um cavalo branco: Apocalipse 6:2 "Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer."

26. O que tem na cabeça?


a. Cristo tem muitas coroas: Apocalipse 19:12 "Os seus olhos são chama de fogo; na sua cabeça há muitos diademas; tem um nome escrito que ninguém conhece senão ele mesmo."

b. O Anticristo tem uma única coroa: Apocalipse 6:2 "Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer."

27. Que arma usa?


a. Cristo tem uma espada afiada: Apocalipse 19:15 "Sai da sua boca uma espada afiada, para com ela ferir as nações; e ele mesmo as regerá com cetro de ferro; e pessoalmente pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso."

b. O Anticristo carrega um arco: Apocalipse 6:2 "Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer."

28. Qual é seu propósito?


a. Cristo vem para governar: Apocalipse 19:15 "Sai da sua boca uma espada afiada, para com ela ferir as nações; e ele mesmo as regerá com cetro de ferro; e pessoalmente pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso."

b. O Anticristo vem para conquistar: Apocalipse 6:2 "Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer."

29. O que o segue?


a. Cristo é seguido por cavalos brancos e seus cavaleiros: Apocalipse 19:14 "E seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro."

b. O Anticristo é seguido por cavalos vermelho, preto e amarelo: Apocalipse 6:4-8 "... e saiu outro cavalo, vermelho.... então vi, e eis um cavalo preto.... E olhei, e eis um cavalo amarelo." Os cavaleiros desses cavalos tirarão a paz, trarão a fome e grande mortandade sobre o mundo.


30. Quem o segue?


a. Cristo é seguido pelos exércitos que há nos céus: Apocalipse 19:14 "E seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro."

b. O Anticristo é seguido pela morte, fome, e o inferno: Apocalipse 6:4-8 "E saiu outro cavalo, vermelho; e ao seu cavaleiro foi-lhe dado tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros; também lhe foi dada uma grande espada... Então vi, e eis um cavalo preto e o seu cavaleiro com uma balança na mão. E ouvi como que voz no meio dos quatro seres viventes, dizendo: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiiques o azeite e o vinho.... E olhei e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhe dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade

Pr. Ezequiel Barbosa continua...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

95 TESES DE MARTINHO LUTERO


Debate para o esclarecimento do valor das indulgências

Por amor à verdade e no empenho de elucidá-la, discutir-se-á o seguinte em Wittenberg, sob a presidência do reverendo padre Martinho Lutero, mestre de Artes e de Santa Teologia e professor catedrático desta última, naquela localidade. Por esta razão, ele solicita que os que não puderem estar presentes e debater conosco oralmente o façam por escrito, mesmo que ausentes. Em nome do nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.


1.Ao dizer: "Fazei penitência", etc. [Mt 4.17], o nosso Senhor e
Mestre Jesus Cristo quis que toda a vida dos fiéis fosse penitência.
2. Esta penitência não pode ser entendida como penitência sacramental (isto é, da confissão e satisfação celebrada pelo
ministério dos sacerdotes).
3. No entanto, ela não se refere apenas a uma penitência interior;
sim, a penitência interior seria nula, se, externamente, não
produzisse toda sorte de mortificação da carne.
4. Por conseqüência, a pena perdura enquanto persiste o ódio de
si mesmo (isto é a verdadeira penitência interior), ou seja, até a entrada do reino dos céus.
5. O papa não quer nem pode dispensar de quaisquer penas senão daquelas que impôs por decisão própria ou dos cânones.
6. O papa não pode remitir culpa alguma senão declarando e confirmando que ela foi perdoada por Deus, ou, sem dúvida, remitindo-a nos casos reservados para si; se estes forem desprezados, a culpa permanecerá por inteiro.
7. Deus não perdoa a culpa de qualquer pessoa sem, ao mesmo tempo, sujeitá-la, em tudo humilhada, ao sacerdote, seu vigário.
8. Os cânones penitenciais são impostos apenas aos vivos; segundo os mesmos cânones, nada deve ser imposto aos moribundos.
9. Por isso, o Espírito Santo nos beneficia através do papa quando este, em seus decretos, sempre exclui a circunstância da morte e da necessidade.
10. Agem mal e sem conhecimento de causa aqueles sacerdotes que reservam aos moribundos penitências canônicas para o purgatório.
11. Essa erva daninha de transformar a pena canônica em pena do purgatório parece ter sido semeada enquanto os bispos certamente dormiam.
12. Antigamente se impunham as penas canônicas não depois, mas antes da absolvição, como verificação da verdadeira contrição.
13. Através da morte, os moribundos pagam tudo e já estão mortos para as leis canônicas, tendo, por direito, isenção das mesmas.
14. Saúde ou amor imperfeito no moribundo necessariamente traz consigo grande temor, e tanto mais, quanto menor for o amor.
15. Este temor e horror por si sós já bastam (para não falar de outras coisas) para produzir a pena do purgatório, uma vez que estão próximos do horror do desespero.
16. Inferno, purgatório e céu parecem diferir da mesma forma que o desespero, o semidesespero e a segurança.
17. Parece desnecessário, para as almas no purgatório, que o horror diminua na medida em que cresce o amor.
18. Parece não ter sido provado, nem por meio de argumentos racionais nem da Escritura, que elas se encontram fora do estado de mérito ou de crescimento no amor.
19. Também parece não ter sido provado que as almas no purgatório estejam certas de sua bem-aventurança, ao menos não todas,
mesmo que nós, de nossa parte, tenhamos plena certeza.
20. Portanto, sob remissão plena de todas as penas, o papa não entende simplesmente todas, mas somente aquelas que ele mesmo impôs.
21. Erram, portanto, os pregadores de indulgências que afirmam
que a pessoa é absolvida de toda pena e salva pelas indulgências
do papa.
22. Com efeito, ele não dispensa as almas no purgatório de uma
única pena que, segundo os cânones, elas deveriam ter pago nesta vida.
23. Se é que se pode dar algum perdão de todas as penas a
alguém, ele, certamente, só é dado aos mais perfeitos, isto é, pouquíssimos.
24. Por isso, a maior parte do povo está sendo necessariamente ludibriada por essa magnífica e indistinta promessa de absolvição da pena.
25. O mesmo poder que o papa tem sobre o purgatório de modo geral, qualquer bispo e cura tem em sua diocese e paróquia em particular.
26. O papa faz muito bem ao dar remissão às almas não pelo poder das chaves (que ele não tem), mas por meio de intercessão.
27. Pregam doutrina humana os que dizem que, tão logo tilintar a moeda lançada na caixa, a alma sairá voando [do purgatório para o céu].
28. Certo é que, ao tilintar a moeda na caixa, podem aumentar o lucro e a cobiça; a intercessão da Igreja, porém, depende apenas da vontade de Deus.
29. E quem é que sabe se todas as almas no purgatório querem ser resgatadas? Dizem que este não foi o caso com S. Severino e S. Pascoal.
30. Ninguém tem certeza da veracidade de sua contrição, muito menos de haver conseguido plena remissão.
31. Tão raro como quem é penitente de verdade é quem adquire autenticamente as indulgências, ou seja, é raríssimo.
32. Serão condenados em eternidade, juntamente com seus mestres, aqueles que se julgam seguros de sua salvação através de carta de indulgência.
33. Deve-se ter muita cautela com aqueles que dizem serem as indulgências do papa aquela inestimável dádiva de Deus através da qual a pessoa é reconciliada com Deus.
34. Pois aquelas graças das indulgências se referem somente às penas de satisfação sacramental, determinadas por seres humanos.
35. Não pregam cristãmente os que ensinam não ser necessária a contrição àqueles que querem resgatar ou adquirir breves confessionais.
36. Qualquer cristão verdadeiramente arrependido tem direito à remissão pela de pena e culpa, mesmo sem carta de indulgência.
37. Qualquer cristão verdadeiro, seja vivo, seja morto, tem participação em todos os bens de Cristo e da Igreja, por dádiva de Deus, mesmo sem carta de indulgência.
38. Mesmo assim, a remissão e participação do papa de forma alguma devem ser desprezadas, porque (como disse) constituem declaração do perdão divino.
39. Até mesmo para os mais doutos teólogos é dificílimo exaltar perante o povo ao mesmo tempo, a liberdade das indulgências e a verdadeira contrição.
40. A verdadeira contrição procura e ama as penas, ao passo que a abundância das indulgências as afrouxa e faz odiá-las, pelo menos dando ocasião para tanto.
41. Deve-se pregar com muita cautela sobre as indulgências apostólicas, para que o povo não as julgue erroneamente como preferíveis às demais boas obras do amor.
42. Deve-se ensinar aos cristãos que não é pensamento do papa que a compra de indulgências possa, de alguma forma, ser comparada com as obras de misericórdia.
43. Deve-se ensinar aos cristãos que, dando ao pobre ou emprestando ao necessitado, procedem melhor do que se comprassem indulgências.
44. Ocorre que através da obra de amor cresce o amor e a pessoa se torna melhor, ao passo que com as indulgências ela não se torna melhor, mas apenas mais livre da pena.
45. Deve-se ensinar aos cristãos que quem vê um carente e o negligencia para gastar com indulgências obtém para si não as indulgências do papa, mas a ira de Deus.
46. Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem bens em abundância, devem conservar o que é necessário para sua casa e de forma alguma desperdiçar dinheiro com indulgência.
47. Deve-se ensinar aos cristãos que a compra de indulgências é livre e não constitui obrigação.
48. Deve-se ensinar aos cristãos que, ao conceder indulgências, o papa, assim como mais necessita, da mesma forma mais deseja uma oração devota a seu favor do que o dinheiro que se está pronto a pagar.
49. Deve-se ensinar aos cristãos que as indulgências do papa são úteis se não depositam sua confiança nelas, porém, extremamente prejudiciais se perdem o temor de Deus por causa delas.
50. Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa soubesse das exações dos pregadores de indulgências, preferiria reduzir a cinzas a Basílica de S. Pedro a edificá-la com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.
51. Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto - como é seu dever - a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extraem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.
52. Vã é a confiança na salvação por meio de cartas de indulgências, mesmo que o comissário ou até mesmo o próprio papa desse sua alma como garantia pelas mesmas.
53. São inimigos de Cristo e do papa aqueles que, por causa da pregação de indulgências, fazem calar por inteiro a palavra de Deus nas demais igrejas.
54. Ofende-se a palavra de Deus quando, em um mesmo sermão, se dedica tanto ou mais tempo às indulgências do que a ela.
55. A atitude do papa é necessariamente esta: se as indulgências (que são o menos importante) são celebradas com um toque de sino, uma procissão e uma cerimônia, o Evangelho (que é o mais importante) deve ser anunciado com uma centena de sinos, procissões e cerimônias.
56. Os tesouros da Igreja, dos quais o papa concede as indulgências, não são suficientemente mencionados nem conhecidos entre o povo de Cristo.
57. É evidente que eles, certamente, não são de natureza temporal, visto que muitos pregadores não os distribuem tão facilmente, mas apenas os ajuntam.
58. Eles tampouco são os méritos de Cristo e dos santos, pois estes sempre operam, sem o papa, a graça do ser humano interior e a cruz, a morte e o inferno do ser humano exterior.
59. S. Lourenço disse que os pobres da Igreja são os tesouros da mesma, empregando, no entanto, a palavra como era usada em sua época.
60. É sem temeridade que dizemos que as chaves da Igreja, que lhe foram proporcionadas pelo mérito de Cristo, constituem este tesouro.
61. Pois está claro que, para a remissão das penas e dos casos, o poder do papa por si só é suficiente.
62. O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.
63. Este tesouro, entretanto, é o mais odiado, e com razão, porque faz com que os primeiros sejam os últimos.
64. Em contrapartida, o tesouro das indulgências é o mais benquisto, e com razão, pois faz dos últimos os primeiros.
65. Por esta razão, os tesouros do Evangelho são as redes com que outrora se pescavam homens possuidores de riquezas.
66. Os tesouros das indulgências, por sua vez, são as redes com que hoje se pesca a riqueza dos homens.
67. As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como as maiores graças realmente podem ser entendidas como tal, na medida em que dão boa renda.
68. Entretanto, na verdade, elas são as graças mais ínfimas em comparação com a graça de Deus e a piedade na cruz.
69. Os bispos e curas têm a obrigação de admitir com toda a reverência os comissários de indulgências apostólicas.
70. Têm, porém, a obrigação ainda maior de observar com os dois olhos e atentar com ambos os ouvidos para que esses comissários não preguem os seus próprios sonhos em lugar do que lhes foi incumbido pelo papa.
71. Seja excomungado e maldito quem falar contra a verdade das indulgências apostólicas.
72. Seja bendito, porém, quem ficar alerta contra a devassidão e licenciosidade das palavras de um pregador de indulgências.
73. Assim como o papa, com razão, fulmina aqueles que, de qualquer forma, procuram defraudar o comércio de indulgências,
74. muito mais deseja fulminar aqueles que, a pretexto das indulgências, procuram defraudar a santa caridade e verdade.
75. A opinião de que as indulgências papais são tão eficazes ao ponto de poderem absolver um homem mesmo que tivesse violentado a mãe de Deus, caso isso fosse possível, é loucura.
76. Afirmamos, pelo contrário, que as indulgências papais não podem anular sequer o menor dos pecados veniais no que se refere à sua culpa.
77. A afirmação de que nem mesmo S. Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o papa.
78. Afirmamos, ao contrário, que também este, assim como qualquer papa, tem graças maiores, quais sejam, o Evangelho, os poderes, os dons de curar, etc., como está escrito em 1 Co 12.
79. É blasfêmia dizer que a cruz com as armas do papa, insignemente erguida, equivale à cruz de Cristo.
80. Terão que prestar contas os bispos, curas e teólogos que permitem que semelhantes conversas sejam difundidas entre o povo.
81. Essa licenciosa pregação de indulgências faz com que não seja fácil, nem para os homens doutos, defender a dignidade do papa contra calúnias ou perguntas, sem dúvida argutas, dos leigos.
82. Por exemplo: por que o papa não evacua o purgatório por causa do santíssimo amor e da extrema necessidade das almas - o que seria a mais justa de todas as causas -, se redime um número infinito de almas por causa do funestíssimo dinheiro para a construção da basílica - que é uma causa tão insignificante?
83. Do mesmo modo: por que se mantêm as exéquias e os aniversários dos falecidos e por que ele não restitui ou permite que se recebam de volta as doações efetuadas em favor deles, visto que já não é justo orar pelos redimidos?
84. Do mesmo modo: que nova piedade de Deus e do papa é essa: por causa do dinheiro, permitem ao ímpio e inimigo redimir uma alma piedosa e amiga de Deus, porém não a redimem por causa da necessidade da mesma alma piedosa e dileta, por amor gratuito?
85. Do mesmo modo: por que os cânones penitenciais - de fato e por desuso já há muito revogados e mortos - ainda assim são redimidos com dinheiro, pela concessão de indulgências, como se ainda estivessem em pleno vigor?
86. Do mesmo modo: por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos mais ricos Crassos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta uma basílica de São Pedro, ao invés de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?
87. Do mesmo modo: o que é que o papa perdoa e concede àqueles que, pela contrição perfeita, têm direito à remissão e participação plenária?
88. Do mesmo modo: que benefício maior se poderia proporcionar à Igreja do que se o papa, assim como agora o faz uma vez, da mesma forma concedesse essas remissões e participações 100 vezes ao dia a qualquer dos fiéis?
89. Já que, com as indulgências, o papa procura mais a salvação das almas do o dinheiro, por que suspende as cartas e indulgências outrora já concedidas, se são igualmente eficazes?
90. Reprimir esses argumentos muito perspicazes dos leigos somente pela força, sem refutá-los apresentando razões, significa expor a Igreja e o papa à zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.
91. Se, portanto, as indulgências fossem pregadas em conformidade com o espírito e a opinião do papa, todas essas objeções poderiam ser facilmente respondidas e nem mesmo teriam surgido.
92. Fora, pois, com todos esses profetas que dizem ao povo de Cristo: "Paz, paz!" sem que haja paz!
93. Que prosperem todos os profetas que dizem ao povo de Cristo: "Cruz! Cruz!" sem que haja cruz!
94. Devem-se exortar os cristãos a que se esforcem por seguir a Cristo, seu cabeça, através das penas, da morte e do inferno;
95. e, assim, a que confiem que entrarão no céu antes através de muitas tribulações do que pela segurança da paz.

1517 A.D