segunda-feira, 28 de novembro de 2011

AS 7 TAÇAS DO APOCALIPSE - DA 1ª À 4ª






O Calice da ira de Deus - O derramamento das 7 taças

(João 3:19) - E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.

(II Tessalonicenses 1:9) - Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder,

Corintios 3:17) - Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.

(Hebreus 10:31) - Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.

Mas para os adoradores do Cântico de Moisés, do Cântico do Cordeiro, do Cântico da Vitória

É só glória ......

(Apocalipse 15:8) - E o templo encheu-se com a fumaça da glória de Deus e do seu poder; e ninguém podia entrar no templo, até que se consumassem as sete pragas dos sete anjos. 

  1. Deus deve ser adorado
  2. Quando adoramos a glória de Deus invade o templo

(Apocalipse 21:3) - E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. (Apocalipse 21:4) - E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. (Apocalipse 21:5) - E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. (Apocalipse 21:6) - E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. (Apocalipse 21:7) - Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

A 7ª trombeta tem no seu conteúdo as setes taças

Já estudamos aqui Os 7 Selos, As 7 Trombetas e Hoje estudaremos As 7 Taças:

Este julgamento é o último dos três julgamentos que o Senhor enviará à terra durante o período de Tribulação. Será uma punição especialmente focada no anticristo e a todos aqueles que aceitaram sua marca.

O julgamento das taças ocorrerá durante a segunda metade dos sete anos de Tribulação (42 meses finais), período este chamado de "A Grande Tribulação".

Sete Anjos saem do santuário são aplicadores do juízo das SETE taças .

“E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide e derramai sobre a  terra as sete taças da ira de Deus.” Apocalipse 16.1.

Temos aqui a consumação do juízo de Deus sobre os adoradores da Besta e da sua imagem, as pragas são semelhantes as do capítulo 8, porém aqui elas têm um caráter destruidor, mortal;

1ª Taça: (Apocalipse 16:2) - E foi o primeiro, e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem.

1.     Este primeiro julgamento atinge somente aos que optaram e receberam a marca da besta.
2.     É importante lembrar que a marca da besta é uma escolha consciente, ou seja, a pessoa tem a escolha de recebê-la ou não.
3.     Após escolher a marca, a pessoa perderá, de uma vez por todas, a sua chance de salvação.
4.     Nestes últimos 42 meses (3 anos e ½ , quem optou por Jesus e não recebeu a marca, e ainda não foi morto (guilhotinado) pelo anticristo, não será afetado por estas feridas).
5.     A Taça É derramada sobre a terra

Feridas, ÚLCERAS nos adoradores da besta - doenças incuráveis, de enfermidades mortais

Enquanto eles recebem o nome e  o nº da Besta , lá no céu :

(Apocalipse 3:11) - Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. (Apocalipse 3:12) - A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome. (Apocalipse 3:13) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

2ª Taça: (Apocalipse 16:3) - E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente.

1.     Taça derramado sobre o mar
2.     O mar será um instrumento do juízo de Deus contra todos os adoradores da besta;
3.     Apoc 8 : 8-11 – já tinha morrido (um terço)
4.     Todo o mar se transformará em sangue em estado de putrefação (como de morto).
5.     Como conseqüência, toda vida marinha morrerá.
6.     O odor que se espalhará pelos mares será insuportável.

Enquanto aqui o mar está poluído, sujo , ...lá no céu

(Apocalipse 22:1) - E MOSTROU-ME o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro.

Há um rio: cujas correntes alegram a cidade de Deus - Sl. 46:4

Esse rio é o fluxo contínuo: da graça - glória - poder de Deus no meio do povo salvo

3ª Taça: (Apocalipse 16:4) - E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue. (Apocalipse 16:5) - E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas. (Apocalipse 16:6) - Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores. (Apocalipse 16:7) - E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó SENHOR Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos. (sentenças, decisões)

1.     Taça derramado sobre o rios e fontes de águas
2.     Imediatamente após a terceira taça, o mundo inteiro fica sem água para beber.
3.     Os rios são amaldiçoados e se transformam em sangue para aplicar a ira de Deus
4.     O alvo deste julgamento é o anticristo.
5.     Como ele derramou o sangue de muitos crentes matando-os, agora Deus dá a ele o que ele quer: sangue, e sangue de morto.

Este julgamento cumpre a súplica dos crentes em Apocalipse 6:10:

 "E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador [Deus Soberano], não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?"

Enquanto tem sede aqui , falta de água... lá no céu

(Apocalipse 21:5) - E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. (Apocalipse 21:6) - E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. (Apocalipse 21:7) - Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

4ª Taça:  (Apocalipse 16:8) - E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse (queimasse) os homens com fogo [feroz e incandescente]. (Apocalipse 16:9) - E os homens foram abrasados com grandes calores (fogo), e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram [não sentiram qualquer tipo de lamentação, contrição e arrependimento por sua rebeldia, recusando-se a deixarem seus caminhos] para lhe darem glória.

1.     Taça derramado sobre o sol
2.     O sol abrasou os homens com fogo. O sol passa a queimar os seres humanos
3.     O sol servirá aos propósitos de Deus e queimará os homens da terra
4.     Deus aumenta a temperatura do sol, de modo que todos os homens passam a ser queimados quando expostos aos raios solares.
5.     Mesmo assim, muitos ainda blasfemarão contra Deus e não se arrependerão

Aqui é um ponto interessante: A Palavra diz que toda língua confessará que o Senhor é Deus

(Romanos 14:11) - Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus.

(Filipenses 2:10) - Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, (Filipenses 2:11) - E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai.

Querendo ou não querendo todos vão ter que confessar que Jesus Cristo é o Senhor: Ateu, comunista, nazista, feiticeiro, filósofo, cientistas, antropólogos, professores, demônios, satanás ... Todos

As primeiras 4 taças atacaram a natureza, as próximas são confrontos diretos com o Reino do Anticristo.

Continua depois...

Pr. Ezequiel Barbosa


sábado, 26 de novembro de 2011

PARTE IV - 1º - MILAGRE DE JESUS - BODAS DE CANÁ - ACABOU O VINHO





3º - Mesmo quando Jesus está presente, o vinho acaba

(João 2:3) - E, (faltando vinho), a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho.

Mesmo quando Jesus está presente, os problemas também acontecem
  1. Não é porque temos Jesus que estamos imunes de problemas
  2. No meio da jornada sempre vai faltar alguma coisa
  3. O nosso adversário tem a missão de tirar a nossa alegria - Jo 10. 10 – Missão Tríplice – matar, roubar e destruir
  4. Eliminar o vinho da alegria, do contentamento e de júbilo
  5. Roubar a alegria do casamento, matar os seus sonhos, e destruir a sua vida
  6. Mas se Jesus está presente ele vai te dar vida, uma vida abundante, com momentos difíceis sim, mas com vitórias e triunfos.
  7. O VINHO DA ALEGRIA VAI VOLTAR PARA A SUA CASA

(João 16:33) - Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

(Nee 8:10) - portanto não vos entristeçais; porque a alegria do SENHOR é a vossa força.

(Habacuque 3:17) - Porquanto ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide;  o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas; (Habacuque 3:18) - Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação.

(Jo 14.27) – Deixo-vos a paz a minha paz vos dou, não vo-la dou como o mundo a dá


1.     Jesus estava presente, mas o vinho acabou na hora da festa.
2.     O vinho é símbolo da alegria.
3.     (Salmos 104:15) - E o vinho que alegra o coração do homem

A importância do vinho no casamento judeu era de suma importância, terminar o vinho no meio da festa representaria uma catástrofe social que atingiria a reputação e a memória das gerações daquela família.

Faltar vinho no melhor da festa seria um completo desastre a ser relembrado por muitos anos.

O casal iniciaria a vida conjugal em crise e a família envergonhada.

1.     De acordo com costumes da época, um casamento judeu não era celebrado em uma festa familiar privada, mas era um evento público reconhecendo publicamente a união da noiva e do noivo, bem como a união das duas famílias.

2.       A celebração normalmente ocorria na própria casa do noivo, podendo ser realizado na casa da noiva. Se faltasse o vinho seria uma vergonha para a família hospedeira.
3.   Era responsabilidade da família dos noivos garantir que haveria comida suficiente e bebida para todos os
      convidados.
4.   A falta do vinho seria uma humilhação pública sinalizando que eles foram incapazes de cumprir seu papel, se faltar o vinho falta a alegria da festa.

É um momento de crise social para a aquela família tão renomada, e é justamente quando existe a insuficiência dos recursos terrestres que Jesus chega com o socorro celeste.

Todos nós passamos por momentos de crise, de lutas e dificuldades. São momentos terríveis, de tensão, de medo e até mesmo de desespero. Mas nunca se esqueça são nas crises que Deus te orienta para algo maior, e te eleva a um patamar mais alto. Ele conhece a nossa estruturae sabe que somos pó. Na crise não adianta arrancar os cabelos, fugir, se desesperar, é preciso buscar a pessoa certa.

Ele sabe o que você mais precisa, e o que isto significa para você. Deus está no controle de todas as coisas.

1.     O vinho tinha um significado profundo para Israel, pois além de alegria simbolizava conquista.
2.     Desde que os espias voltaram de Jericó trazendo um ramo de vide e um cacho de uvas
3.     Israel fez da uva um memorial de vitória
4.     Toda vez que eles conquistavam uma vitória eles chupavam uma uva, celebrando a vitória alcançada por Deus.
5.     O vinho é feito da uva e simbolizava: festa, alegria, mas também conquistas e vitória
6.     Isto significava que eles estavam comemorando mais uma grande vitória alcançada por Deus.
7.     Sem vinho seria um casamento falido, um ponto final na história linda daquele casal.
8.     Não coloque um ponto final onde a vida colocou apenas uma vírgula.
9.     Não é o fim da linha, é somente uma vírgula.Deus vai mudar este quadro
10.  O vinho da alegria e da vitória vai voltar.


Acredite creia o melhor de Deus ainda está por vir.
Continua...
Pr. Ezequiel Barbosa

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

PARTE III - JESUS PRECISA ESTAR PRESENTE EM TODOS OS MOMENTOS - CONVIDE JESUS




Tema : O melhor de Deus ainda esta por vir
Texto:  Jo 2. 1-11


1º - Jesus precisa estar presente

João 2:1-2  -  E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.

Segundo o costume da época, a festa seguiria animada por 7 dias. Parentes e amigos dos noivos, vindos de todas as partes, espalhavam-se pelos cantos da casa, enquanto outros ocupavam-se em servir os demais. 


  1. O que eu acho interessante é que Jesus não é anti-social ele quer participar de todos os momentos de sua vida. Não apenas momentos de tristeza, ou de dor ele quer estar com você em todos os momentos.
  2. Ele quer participar conosco dos nossos momentos de alegria.
  3. Os momentos que nos dão prazer geram alegria em Jesus
  4. Jesus tem prazer ao ver a nossa alegria.

Aquela família, aquele casal estavam felizes, radiantes, vivendo um momento ímpar, sine qua non. Aplausos, honras, festa, sorrisos

Mas aquele casal fez algo exemplar, algo que devemos imitar sempre. Eles convidaram Jesus para estar naquele momento.

João 2:2  -  E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.

Você já convidou Jesus hoje, para fazer parte dos seus momentos. Convide Jesus agora?

A maior necessidade que temos é a presença de Jesus conosco

A maior necessidade das famílias hoje é da presença de Jesus

  1. Nossa maior necessidade não é dinheiro, carro novo, casa nova, poupança recheada, conforto, vida regalada... Não. É Jesus conosco, é a presença de Jesus conosco.
  2. Pode faltar tudo, mas se Jesus estiver presente tem tudo.
  3. Seu lar pode ter tudo, mas se Jesus ainda não é o centro da sua vida e do seu lar, está faltando o principal.

7 dias com Jesus, 30 dias com Jesus, 365 dias com Jesus , todos os  dias  você e Jesus, que dupla imbatível, extraordinária.

O Missionário Daniel Berg antes de partir para a eternidade, foi entrevistado, e na entrevista  perguntaram a ele: Missionário Daniel qual o maior segredo da Assembléias de Deus?. E o missionário Daniel prontamente respondeu: Jesus sempre esteve presente.

Sem Jesus faltou o essencial. Pode faltar tudo se Jesus está tem tudo.

2º - Se você convidar Jesus ele não falta

João 2:2  -  E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.


  1. Jesus foi convidado e lá compareceu.
  2. Pode faltar o seu amigo mais chegado, o seu parente mais querido, pode faltar aquele que você mais contava .
  3. Jesus não falta.
  4. Você convidou. Então pode contar com ele ....Ele vai estar lá.
  5. Na festa de casamento, no seu casamento, na sua casa, no carro, no ônibus, no metrô, na bicicleta, na moto, na rua, na viagem, na igreja, no escritório, nos negócios, na empresa.
  6. Aonde você convidar Jesus ele é o único que marca e não deixa você na mão ele vai comparecer.
  7. Jesus quer estar com você em todos os lugares e em todas as ocasiões

Neste mundo estamos sujeitos a tudo. Nessa jornada há desencontros. Muitas vezes esperamos uma coisa e acontece outra; oramos por uma causa e a situação torna-se pior; pedimos a Deus uma providência e as circunstâncias parecem conspirar ainda mais contra nós. São os desencontros da vida, os contratempos, as crises que nos assolapam para uma queda fatal.

Mas se Jesus está conosco ele sempre tem uma solução. Convide Jesus para fazer parte da festa, ele não falta e ainda te ajuda nos momentos mais difíceis.

Continua depois...

Pr. Ezequiel Barbosa

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Parte II - CURIOSIDADES SOBRE O CASAMENTO JUDAICO NO TEMPO DE JESUS




João 2:1-2  -  E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.


CURIOSIDADES SOBRE O CASAMENTO JUDAICO NO TEMPO DE JESUS

O casamento judaico é repleto de rituais significativos, dando sentido ao propósito e significado mais profundo do casamento. Esses rituais simbolizam a beleza do relacionamento entre marido e mulher, bem como suas obrigações de um para com outro, com as famílias e com o  seu povo.

Assim o casamento judaico torna-se santo através de todo o significado que permeia o ritual do contrato de casamento até a cerimônia final.

O Contrato de casamento

1. Os jovens geralmente não escolhiam com quem iam casar-se.


“Abraão era agora idoso e bem avançado em idade, e o Senhor o tinha abençoado em todas as áreas. Ele disse ao servente chefe de sua família, aquele que estava à frente de tudo o que ele tinha: Ponha sua mão sobre minha coxa. Quero que você jure pelo Senhor, o Deus dos céus e Deus da terra, que você não vai tomar uma esposa para o meu filho das filhas dos cananeus, entre os quais estou vivendo, mas você irá ao meu país e aos meus próprios parentes e tomará uma esposa para o meu filho Isaque” (Gn. 24:1-4).

2. Eram feitas negociações pelos pais.

3. Nestas negociações eram feitos os acertos sobre o valor do dote que o noivo iria pagar ao pai da moça. Por exemplo, o dote de Abraão pagou por Rebeca para ela se casar com Isaque.

“Quando o servo de Abraão ouviu o que eles disseram, ele se curvou ao chão perante seu senhor. Então, o servo trouxe jóias de ouro e prata e artigos para roupas e os deu a Rebeca; ele também deu presentes caros a seus irmãos e sua mãe” (Gn. 24:52-53).

4. Às vezes o rapaz deixava a sua casa e viajava até a casa da noiva escolhida, ou enviava um servo como Eliezer de inteira confiança para apresentar o dote ao pai da moça. Se fosse o moço pessoalmente , ele pedia a mão da filha ao pai, se houvesse consentimento, e era estabelecido o dote a ser pago pela noiva.

5. Caso o pretendente não pudesse pagar devido à pobreza, podia ser efetuado o dote também na forma de prestação de serviços (Gn 29:18) ou pela eliminação de inimigos (1 Sm 18:25).

6. Era o reconhecimento do valor econômico da filha. Para alguns pais ter uma filha mulher era ter dinheiro em caixa.

7. O pagamento do preço significa que a esposa era agora propriedade do marido, e ele não abria mão dela para nenhum outro pretendente. O dote estava pago.

8. Tão logo o noivo pagasse o dote, o casamento estava juridicamente selado, então os noivos bebiam junto o cálice de vinho, simbolizando o estabelecimento do acordo.

9. A partir deste momento, eram considerados casados, mas ainda sem vida a dois em comum, o noivo voltando ou não à casa paterna.

10. O casal se mantinha distantes intimamente um do outro até o casamento.

Obs: Nos dias de hoje após a leitura do documento, as mães dos noivos quebram um prato de porcelana. O prato de porcelana é quebrado para indicar que como a porcelana nunca pode ser consertada, um contrato de noivado quebrado é muito grave, não tem mais conserto.

Assinado o contrato demonstra que os noivos não vêem o casamento apenas como uma união sentimental e emocional, mas também como um compromisso legal e moral.

O Noivado

1. Uma vez feito o arranjo para o casamento, havia um noivado mais exigente do que os noivados na sociedade contemporânea.

2. O homem nessa situação, já ficava isento do serviço militar (Dt 20:7).

3. Maria e José estavam noivos quando foi descoberto que ela estava grávida. Por isso José quis fugir para não envergonhá-la. Pois eles jamais poderiam ter como explicar aquela situação vexatória. Maria estava grávida, isto era indiscutível, mas o filho não era dele, era uma obra do Espírito Santo. Neste período eles estavam na fase do desposório, que era o noivado.

4. O noivado durava aproximadamente 12 meses, nesse ínterim a casa era preparada pelo noivo e o enxoval preparado pela noiva.

5. A família da noiva fazia os preparativos para a festa do casamento.

O Casamento

O dia do casamento judaico para os noivos é como um Yom Kipur pessoal (Dia do perdão).

É passado em jejum, oração, atos de bondade e reflexão espiritual.

A tradição nos diz que neste dia Deus perdoa completamente ambos pelas transgressões cometidas em suas vidas, para que possam começar suas vidas de casados em um estado totalmente puro.

Uma antiga tradição aconselha a noiva e o noivo a jejuarem no dia de seu casamento, desde o nascer do sol até depois da cerimônia em baixo da chupá, pálio nupcial, comendo a sua primeira refeição juntos no fim da cerimônia nupcial.

Além do jejum, os noivos lêem salmos e oram pelo perdão de Deus.

Neste dia eles honram e louvam a noiva, e providenciam o que ela necessita para alegrá-la.

O casamento de Isaque com Rebeca marcou o começo da história do povo judeu. Imitando o gesto de Rebeca ela cobre o rosto, e os cabelos e espera que seja igualmente merecedora das bênçãos Divinas no seu casamento.

O Talmude designa-lhe um lugar de honra, é necessário ter um "trono de noiva".

A noiva neste dia é chamada de rainha e o noivo, de rei.

Durante a recepção nupcial, cercada por sua família, a noiva senta-se sobre o seu "trono" e é cumprimentada pelos convidados, enquanto parentes e amigas dançam em sua honra.

Ela aguarda ansiosa a chegada do noivo.

Após esse tempo de separação em uma bela noite, o noivo convidava seus padrinhos e o amigo da noiva que era o amigo do noivo, pois tudo o que ela queria saber sobre o noivo ela perguntava para o amigo do noivo. Como ele estava? Quando ele viria?. E o amigo da noiva era o seu porta voz.

Todos em um cortejo lindo e angelical se dirigiam à casa da noiva com tochas acesas nas mãos.

1.     Saindo de sua casa o noivo, ia à casa dos pais da noiva com sua melhor roupa, com grinalda na cabeça vestido como um rei (Ct. 3:11; Is 61:10), acompanhado de um cortejo ao som de músicas e cânticos.
2.     Era um momento de deslumbre nas ruas, pois na calada da noite, com o brilho do luar , tochas acesas e a multidão começava a cantar pelas ruas “Aí vem o noivo”. O som de alarido ia de casa em casa anunciando a chegada do noivo.
3.     O som dócil e meigo alcançava a casa da noiva que estava esperando na casa de seu pai.
4.     Para a noiva que já vinha se preparando, organizando os preparativos era dia de festa, ela estava pronta para este grande momento.
5.     Era a hora de ser levada pelo noivo e para o noivo.
6.     A noiva que estava aguardando pedia para avisar suas damas de honra para vesti-la e enfeitá-la, pois o noivo vinha buscá-la.
7.     O amigo do noivo entrava na casa da noiva para levá-la embora para a casa do noivo
8.     Coberta por um véu, pois para o judeu a beleza física passa, mas a espiritual continua para sempre, a presença de Deus irradiava o seu rosto , ela esta indo ao encontro do noivo.
9.     Eles vão para a casa do pai do noivo
10.  Lá já estavam outros convidados, junto às mesas postas no salão de festas.

Começava a festa....


Obs: A festa do casamento era uma parte de suma importância na celebração e poderia ser realizada e patrocinada pela família da noiva e na casa da noiva (Gn 29.22) , mas a família do noivo podera patrociná-la também (Jz 14.10).

  1. A festa do casamento (as bodas) duravam 7 dias  - Jz 14.17

(Juízes 14:17) - E chorou diante dele os sete dias em que celebravam as bodas; sucedeu, pois, que ao sétimo dia lho declarou, porquanto o importunava; então ela declarou o enigma aos filhos do seu povo.
  1. A lua de mel durava 1 ano
(Deuteronômio 24:5)- Quando um homem for recém-casado não sairá à guerra, nem se lhe imporá encargo algum; por um ano inteiro ficará livre na sua casa para alegrar a mulher que tomou.

1.     As virgens se casavam na quarta-feira.
2.     As viúvas às sexta-feira.

As Bodas / a Festa

Durante todo o período da festa eram servidos alimentos e vinho.

Quanto maior a fartura, mais abençoado se considerava o casal.

Na festa o elemento essencial que não podia faltar era o vinho....

Continua depois...

Pr. Ezequiel Barbosa

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Parte 1 - 1º Milagre de Jesus - As Bodas de Caná - Jo 2.1-11




Tema : O melhor de Deus ainda esta por vir
Texto:  Jo 2. 1-11


1.     Este texto fala sobre uma festa de casamento. Deus sempre se preocupou com a família
2.     Deus iniciou o seu ministério resolvendo um problema de um casamento (Adão e Eva)
3.     Jesus começa o seu ministério resolvendo o problema em um casamento


  • Não sabemos o nome dos noivos.
  • A bíblia menciona o nome da cidade
Caná da Galiléia

Jo 2. 1 - E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em (Caná da Galiléia) ; e estava ali a mãe de Jesus.


O que sabemos é que havia uma festa de casamento em um local chamado Caná.
  • Cidade conhecida como Caná da Galiléia
  • Chamada assim para distinguir da outra Caná, na Coele-Síria - Js.19.28.
  • Esse nome deriva de Kana, e o nome significa “lugar de canas ou juncos;canavial”.
  • Conhecido como o canavial dos gentios
  • Tradicionalmente tem sido identificada com Kerf Kenna, distante 6 Km de Nazaré,
  • Segundo historiadores e arqueólogos nesta região existem amplas fontes de água e muitas figueiras que dão bastante sombra, o que é sugerido no texto.
  • Outra localização mais provável é Khirbet Qana, povoado em ruínas cerca de 14 Km ao norte de Nazaré; Flávio Josefo, famoso historiador judeu apoia esta opinião, pois teve ali seu Quartel General no ano 66 d.C.; Se for esta localização Caná está situada na parte montanhosa da Galiléia, onde os rebeldes se escondiam para combater o regime dominador que imperava em Jerusalém.
  • De acordo com uma grande Autoridade das Antiguidades, a arqueóloga Yardena Alexander diretora das escavações esta vila judaica existiu por um período de 700 anos ao longo da história, nos períodos do helenismo, romano, e bizantino.
  • Nas escavações foram achadas construções com paredes de rochas de até um metro e meio de altura. Juntamente com casas e construções foram achadas também pedras mó para moer o trigo e no preparo de azeite.
  • Foi tambem achado um mikve (Piscina Batismal) no tamanho de 4.5 metros por 2 metros para a purificação contendo seis degraus com dois metros de profundidade. O acesso ao mikve era feito por dentro de uma casa, no período romano o mikve foi tirado de uso e tapados com pedras.
  • A arqueóloga Yardena Alexander declarou que esta vila era  identificada como a vila de Cana da Galileia que foi conhecida nas tradições judaicas e cristãs, de acordo com Evangelho de João no capítulo 2 e nos  versículos de 1 a 11.
  • A arqueóloga diz que é neste lugar que Jesus realizou seu primeiro milagre no qual transformou a água em vinho
  • A arqueóloga também acentuou que cem anos após este fato (o milagre), o local se tornou a sede da linhagem sacerdotal de Eliashiv.
  • Com a destruição do templo e expulsão dos judeus de Jerusalém muitas famílias de sacerdotes se mudaram para a Galileia, morando em diversas vilas, e Cana foi citada em duas outras ocasiões, uma em uma discrição do século II AD (Eleazar Kleir) e outra em um outro em uma inscrição romana achada na cidade de Cesareia.
  • Esta cidade é mencionada por três vezes no Evangelho de João
  • Bodas de Caná - Jo 2.1-11
  • O segundo milagre de Jesus - A cura do filho de um oficial do rei (Jo 4. 43-54)
  • Caná também é o local de nascimento do apóstolo Natanael, discípulo de Jesus. (Jo.21.2)
  • Caná então tratava-se de uma aldeia da Galiléia das terras altas, a oeste do lago da Galiléia
Continua depois ...

Pr. Ezequiel Barbosa