sábado, 25 de agosto de 2012

A viúva de Naim - Parte 5


Texto : Luc 7. 11-17
Milagre : 11º - A viúva de Naim
Tema : Cancelando o funeral – Os teus sonhos ainda permanecem vivos

18º - Ele toca no esquife

Todos Pararam ...   Ele vai tocar onde você colocou os seus sonhos

(Lucas 7:14) - E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam),

“O toque de Jesus no esquife era sinal para que os carregadores parassem.“

1.     Conduzindo a multidão tinha um sacerdote, mas ele nem ousava chegar perto do caixão, porque segundo a lei mosaica todo aquele que tocasse em algo morto se tornaria imundo.
2.     Jesus toma a frente e para o andamento daquele velório, eu fico imaginando o tamanho da autoridade de Jesus.
3.     Para que vocês entendam a gravidade da coisa, ninguém tem o direito de parar um velório, até mesmo nos dias de hoje quando esta passando uma comitiva fúnebre todos param, para prestar uma ultima homenagem ao que foi e também em sinal de respeito aos que ficam em pranto. 

Vamos imaginar a cena :

1.     O sacerdote vem na frente
2.      A multidão atrás conduzindo o cortejo
3.     Pense na multidão reclamando. Por que parou? Parou por que ?
4.     O sacerdote pergunta : O que está acontecendo
5.     Um homem aqui mandou parar, o nome dele é Jesus
6.     O sacerdote pode ter gritado tira esse arruaceiro, tira esse mentiroso daí
7.     Jesus já esta passando dos limites . Quem ele pensa que é? 

Imagino Jesus lançando sobre ele aquele olhar de repudio e pensando: já já você vai saber quem eu sou?

Jesus se volta para o jovem levanta a mão aos céus, e eu fico imaginando todo mundo em silencio, ate mesmo o céu.

1.     Os anjos olhando na expectativa de que Jesus faria
2.     O próprio Deus Pai dizendo : O que é meu filho vai fazer agora
3.     Jesus ia arrumar outro problema para Deus resolver

Mas Jesus é Deus...

Diga Jesus era : Homem,  e sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque

Mas acima de tudo ele é Deus 

A – Pela lei de Deus - Um homem não podia tocar em nada morto

(Números 19:11) - Aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, imundo será sete dias. (Números 19:12) - Ao terceiro dia se purificará com aquela água, e ao sétimo dia será limpo; mas, se ao terceiro dia se não purificar, não será limpo ao sétimo dia. (Números 19:13) - Todo aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, e não se purificar, contamina o tabernáculo do SENHOR; e aquela pessoa será extirpada de Israel; porque a água da separação não foi espargida sobre ele, imundo será; está nele ainda a sua imundícia.

B – Nem o sacertode poderia tocar nada morto

(Levítico 21:11) - E não se chegará a cadáver algum, nem por causa de seu pai nem por sua mãe se contaminará;

Diga Jesus era : Homem, e sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque

Mas acima de tudo ele é Deus 

19º - O problema maior de tocar o esquife não eram as leis, isso passava , era a Dona Morte

(Lucas 7:14) - E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar.

Jesus diz uma palavra de ordem NO MUNDO ESPIRITUAL– Jovem a ti te digo, Levanta-te

1.     A quem Jesus diz ? Ao menino morto  e  a morte.

2.     O menino já estava no Hades .
3.     Os mortos não podem mais ouvir pois eles já não estão no corpo. 

4.     A voz de Jesus entra no mundo espiritual, dentro do Hades -passa o corpo, chega no Hades

5.     A MORTE TERIA QUE LIBERAR A SAÍDA DO MENINO

6.     É a primeira vez que Jesus está enfrentando a Morte

7.     Mas Jesus falou até a morte tem que obedecer

8.     Quando Jesus ressuscitou o filho da viúva, ele mostrou que a morte não tem a última palavra.  A última palavra é de Jesus.

9.     Morto NÃO PODE responder...mas este morto ouviu, E AGORA ELE TEM QUE VOLTAR PARA O MUNDO DOS VIVOS. 

20º - A palavra de ordem do MUNDO ESPIRITUAL , gera efeito no mundo físico, e natural
 
A palavra de autoridade começa a  reconstruir aquele corpo, já morto sem chance de vida, em que o seu único destino era o cemitério.

1.     O sangue que já estava coagulado começou a circular novamente
2.     A pupila que estava dilatada começou a diminuir,
3.     A  língua que já estava travada e talvez enrolada começou a salivar
4.     Os pés e as mãos que estavam amarrados começaram a se mexer
5.     De repente o jovem levanta e se assenta no caixão 

E começa a conversar. – Lc 7.14 - E o defunto assentou-se, e começou a falar.

 21º - Jesus vai te entregar seu sonho de volta

(Lucas 7:15) - E entregou-o a sua mãe. 

Neste dia houve uma tríplice restituição:

a) Restituiu-se a vida do jovem;
b) restituiu-se a alegria daquela mãe e a esperança daquela família;
c) restituiu-se a esperança do povo, e eles reconheceram: "um grande profeta se levantou entre nós".

22º - Todos vão glorificar a Deus pela sua vitória

(Lucas 7:16) - E (de todos) se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo. 

Vai surgir no cenário um 3º Grupo , tanto os que os que iam para o cemitério - 1º Grupo , como os que os que vinham com Jesus - o 2º Grupo ambos começaram a adorar a Jesus um 3º Grupo nasce um grupo de adoradores conscientes.

Todos agora estão adorando a Jesus pela vitória da viúva

(Lucas 7:16) - E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo.

1.     O povo teve temor, pois quando o povo viu o acontecimento se encheram de um temor verdadeiro e não passageiro.

2.     O povo glorificou a Deus, só consegue sentir a presença de Jesus quem o glorifica
3.     O povo o reconhece como Grande Profeta : O que ele fala se cumpre
4.     O povo reconhece que a presença de Deus está no meio deles

23º - Vão ter que fechar a sua cova, por que a sua história só está começando 

O rapaz é ressuscitado por Jesus. Já imaginou o coveiro impaciente..

- E este defunto que não chega nunca....Abri cedo a sepultura para enterrá-lo...e o féretro não chega....

1.     Abriram sua cova
2.     Agendaram o dia da sua derrota
3.     Estão com pás nas mãos para te enterrar
4.     Os coveiros estão só aguardando a sua chegada

Mas Jesus diz :    
                                                                  
1.     Feche a cova
2.     Desmarque o dia
3.     Jogue as pás fora
4.     Diga para os coveiros para eles irem embora

Porque a caminhada, a história, a jornada dele vai começar agora

 (Lucas 7:17) - E correu dele esta fama por toda a Judéia e por toda a terra circunvizinha.

A porta era o lugar turístico da cidade, onde todos ficavam. Este foi o “lugar” de maior vergonha daquela viúva.

1.       O marido
2.       Agora o filho
3.       Mas onde foi o lugar da sua vergonha Jesus transformará em honra

(Isaías 61:3) - A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado...

1.      Glória , ornamento,  em lugar de cinzas
2.      Óleo de alegria, de gozo em lugar de  tristeza
3.      Vestes de louvor, em lugar de espírito angustiado

Deus vai restaurar os sonhos perdidos, mesmo que estejam perdidos, mortos, eles ainda continuam dentro de você

O TEU LUGAR DE VERGONHA SERÁ TRANSFORMADO EM HONRA

@ezequielbarbosa

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

A viúva de Naim - Parte 4

Texto : Luc 7. 11-17
Milagre : 11º - A viúva de Naim
Tema : Cancelando o funeral – Os teus sonhos ainda permanecem vivos

Era costume dos judeus alugar pranteadores para chorar quando alguém morria.

Uma pessoa enlutada rasgava a roupa que usava, batia no peito, jogavam cinzas e terra na cabeça

Imagine o cenário : Muito choro, trsteza, um cenário de melancolia, roupas rasgadas

1.       A multidão (os parentes, os amigos, os pranteadores , os músicos tocando salmos para consolo)
2.       A viúva
3.       E o seu filho (seus sonhos) sendo carregado em um longo cesto de vime, sobre uma tábua

Isto simboliza sonhos frustrados, projetos falidos, esperança perdida, sem alegria, andar cabisbaixo

Mas ouça, com razão canta a irmã Ludmila Ferber:
Se tentaram matar os teus sonhos
Sufocando o teu coração
Se lançaram você numa cova
E ferido perdeu a visão

Não desista não pare de crer
Os sonhos de Deus jamais vão morrer
Não desista não pare de lutar
Não pare de adorar
Levanta os teus olhos e vê
Deus está restaurando os teus sonhos
E a sua visão!

12º - Enquanto a multidão  triste e frustrada ia para o cemitério sepultar o grande, único e último sonho daquela viúva pobre

 A outra multidão alegre e festiva seguia o Deus que realiza sonhos. Sabem por que?

Você vai se alegrar muito com isso.

Fazia parte daquela multidão – pessoas que foram endemoninhados agora estavam libertos, pessoas  que sonharam em andar  e agora estão andando. Gente que não ouvia que agora ouve, que não falava e que agora fala.

Um povo alegre festivo  andando e pulando.

 Gente que sonhou em um dia ser feliz – e agora cantam a felicidade em Cristo....Aleluia !

O povo de Deus é o único povo que mesmo em meio às lutas consegue fazer festa

Ele é a vida, eu posso perder tudo aqui com Cristo eu tenho a vida eterna

Pv 8:35  - Porque o que me achar, achará a Vida e alcançará o favor do Senhor.

Jo 1:4 - Nele estava a Vida, e a Vida era a Luz dos homens

Jo 6:47,48 - Na verdade, na verdade vos digo que aquele que cre em mim tem a vida eterna. Eu sou o Pão da Vida.

Jo 14:6 - Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida

Jo 10:10 - O ladrão não vem senão a roubar, matar e a destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundancia.

Você faz parte da multidão que tem  vida, que tem o dono da vida, que criou a vida,  que é a própria vida,

O mesmo Espírito que pairava sobre a terra, que Ressuscitou Jesus dos mortos, é que te da vida

13º -  Imagine agora o encontro das Duas Multidões , as pessoas se misturando

Lucas 7:12) - E, quando chegou (com a sua multidão) perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.

O foco de uma é o cortejo fúnebre, o foco da outra é Jesus Cristo

(O que havia de diferente entre as duas multidões era a presença de Jesus)

       1ª – Multidão                                                          2ª – Multidão
  • Morte
  • Tristeza
  • Medo
  • Derrota
  • Sem Esperança
  • Fracasso
  • Desmotivados
  • Murmuradores
  • Barulho de Desespero
  • Vida
  • Alegria
  • Coragem
  • Vitória
  • Esperança
  • Conquista
  • Motivados
  • Adoradores
  • Barulho de Glória

 













 14º - NÃO DEIXE QUE A SUA DOR TE CONSUMA, FAÇA DELA A OPORTUNIDADE PARA ESTAR MAIS PERTO DE JESUS.

O que levou Jesus até Naim ? A dor daquela mulher

Com certeza ela gritou : Deus me socorre, mas de uma forma tão intensa

E Deus que é juiz das viúvas (Sl 68.5) a atendeu, porque Deus sabe a dor de perder o único filho.

1.     Jesus foi chegando perto da cidade, no meio do cortejo, as multidões foram se entrelaçando,e se aproximando.
2.     Todos foram abrindo caminho
3.     Jesus começa a caminhar vagarosamente e em silencio em direção aquela mulher.
4.     Quando ele chega perto do caixão olha para o jovem não sente nada, mas quando Ele olha para aquela pobre mulher...
5.     Como homem Ele vê apenas a carcaça e as lagrimas,  mas como Deus Ele entra na mente dela e começa a vê-la no passado de resguardo ainda, oito dias depois do parto apresentando aquela criança no templo ao Deus de Israel pedindo Senhor Deus faça desse jovem um grande homem, que repouse sobre ele a unção de um profeta e guarda os seus caminhos.
6.     Jesus se comoveu com aquela cena a ponto de ter a sua estrutura abalada,
7.     Jesus diz uma simples frase à viúva – Não chores.

15º - O sofrimento não é eterno ele é  passageiro. A luta não é eterna ela é passageira

(Lucas 7:13) - E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela e disse-lhe: Não chores.

A dor é efêmera. O sofrer é temporal.

 “Não chore mais”, você vai voltar  a sorrir.

Aprenda isso aqui:

Na expressão : “Não chores!”, estava todo o consolo, paz e carinho que alguém necessita numa hora de desespero e angústia.

Porém -  Não chores aqui..., Não era somente uma palavra de consolo, mas a oportunidade de mudança de situação. Jesus estava propondo a ela uma nova história

16º - Jesus se compadece de nós ele sente a nossa dor

1.     Compadecer significa participar do sofrimento do outro
2.     A  multidão que acompanhava a viúva chorava com ela, a seguia, mas não participava de seu sofrimento, não sentia a sua dor.
3.     Jesus é o único que sente a nossa dor tal qual ela é, Ele é o Deus que se fez carne (se fez passivo da dor humana) e habitou entre nós.

4.     (Romanos 8:26) -  E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.

Ele se compadece da sua dor, ministrando ao seu coração a sua palavra

(Provérbios 12:25) -  A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra.

(Provérbios 16:24) -  As palavras suaves são favos de mel, doces para a alma, e saúde para os ossos.

(Provérbios 30:5) -  Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele.

(Eclesiastes 8:4) -  Porque a palavra do rei tem poder; e quem lhe dirá: Que fazes?

17º - Ele interfere no curso da história para te ajudar

(Lucas 7:14) - E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam),

Todo  mundo da cidade já estava sabendo da situação daquela mulher e ela já tinha virado notícia na boca do povo:

“Coitada, e agora como vai se sustentar ?”, “Puxa quem diria, era tão feliz e agora acontece isso ?”

O Encontro com Jesus – fez a viúva e toda aquela multidão

1.     Dar meia volta –  mudar o curso da viagem 
2.     Calar-se
3.     Parar

Um certo hino diz que Ele vai alem da medicina, quando Ele estende a sua mão, quando já não tem saída, Ele ainda tem a solução.

18º - Ele toca no esquife

Todos Pararam ...   Ele vai tocar onde você colocou os seus sonhos

(Lucas 7:14) - E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam),

“O toque de Jesus no esquife era sinal para que os carregadores parassem.“

1.     Conduzindo a multidão tinha um sacerdote, mas ele nem ousava chegar perto do caixão, porque segundo a lei mosaica todo aquele que tocasse em algo morto se tornaria imundo.
2.     Jesus toma a frente e para o andamento daquele velório, eu fico imaginando o tamanho da autoridade de Jesus.
3.     Para que vocês entendam a gravidade da coisa, ninguém tem o direito de parar um velório, até mesmo nos dias de hoje quando esta passando uma comitiva fúnebre todos param, para prestar uma ultima homenagem ao que foi e também em sinal de respeito aos que ficam em pranto.

Vamos imaginar a cena :

1.     O sacerdote vem na frente
2.      A multidão atrás conduzindo o cortejo
3.     Pense na multidão reclamando. Por que parou? Parou por que ?
4.     O sacerdote pergunta : O que está acontecendo?
5.     Um homem aqui mandou parar, o nome dele é Jesus
6.     O sacerdote pode ter gritado tira esse arruaceiro, tira esse mentiroso daí
7.     Jesus já esta passando dos limites . Quem ele pensa que é?

Imagino Jesus lançando sobre ele aquele olhar de repudio e pensando: já já você vai saber quem eu sou?

Jesus se volta para o jovem levanta a mão aos céus, e eu fico imaginando todo mundo em silencio, ate mesmo o céu.

Fique tranquilo a sua hora esta chegando, você pensa que seus sonhos vão ser enterrados, há uma grande surpresa da parte de Deus para sua vida, espere e confie.

Pr. Ezequiel Barbosa

@ezequielbarbosa