quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Jesus acalma a tempestade, - parte 4




Tema : Jesus acalma a tempestade -  Galiléia
Textos : Mateus 8.18,23-27; Marcos 4.35-41; Lucas 8.22-25
  

1º - A tempestade provoca medo em nós, porque ela é maior do que nós.

As lutas são maiores do que nós, mas o meu Deus é maior do que as lutas.

“Os soldados diziam : Este gigante é muito grande não podemos vencê-lo”
“Davi disse: esse gigante é tão grande que eu não erro a testa dele”

  1. Todos nós muitas vezes somos tomados por um sentimento chamado medo.
  2. Paulo diz : por fora combates que enfrento , por dentro temores, medos
  3. Muitas vezes temos: receio, insegurança, complexos, dúvidas sobre nós mesmos, sentimo-nos incapazes para maiores realizações
  4. Muitos deixam de conquistar, de alcançar, de vivenciar o melhor de Deus por causa do medo
  5. O medo é a fé negativa gerado pela insegurança e falta de confiança

Tem medo para todo gosto: de emagrecer, de engordar, medo de barata ( revolucionário , terrorista Sadam Hussein), de escuro, de dirigir, de voar, de aterrisar, de casar, de ter filhos, de trabalhar, de não conseguir pagar todas as minhas contas, de tentar , de ariscar, de enfrentar novos desafios

A psicologia apresenta alguns pontos sobre o medo 

1º - O maior motivo do medo é o medo de fracassar

 Um pastor na Inglaterra encontrou um jovem com uma camiseta “Eu nasci para o fracasso” Deu outra para ele : Em Cristo Jesus eu sou mais que vencedor.

  1. Você não vai fracassar como profissional ( você vai conseguir desenvolver suas tarefas )
  2. Você não vai fracassar como cônjuge ( como marido, como esposa, péssimo relacionamento )
  3. Você não vai fracassar como pai e mãe ( na educação dos filhos )
  4. Você não vai fracassar na obra de DEUS ( como pastor, líder, obreiro ; na vida espiritual. )

2º - O Medo de fracassar nos impede 

  1. De tentar de novo
  2. De enfrentar novos desafios

Com isso nunca avançam, porque o medo de fracassar os paralisa, os imobiliza, os engessa

2º - A tempestade nos faz sermos críticos das ações de Deus. (Porque Deus? Pra que Deus?)

1.     Essas palavras expressaram mais uma crítica do que um pedido de ajuda.
2.     Às vezes é mais fácil reclamar de Deus do que depositar nossa ansiedade aos seus pés e descansar na sua providência.

3º - A tempestade nos faz termos fé, mesmo sendo críticos

“Porque se estamos criticando é porque ainda cremos que ele tem a solução”

Veja as criticas de Habacuque 1,2 – resposta no 3

Esse grito evidencia que ainda tem um pouco de  fé.

1.     Se os discípulos estivessem completamente sem fé, eles não teriam apelado a Jesus.
2.     Eles não o teriam chamado de Mestre. Eles não teriam pedido a ele para salvá-los.
3.     Eles ainda tinham fé. Você não esta criticando você ainda tem fé...

Mestre; o mar se revolta, as ondas nos dão pavor
O céu se reveste de trevas não temos um Salvador
Não te incomodas conosco?, podes assim dormir?
Se a cada momento estamos bem perto de submergir.
As ondas atendem ao meu mandar: sossegai!
Seja o encapelado mar
A ira dos homens, o gênio do mal
Tais águas não podem a nau tragar
Que leva o Senhor Rei do céu e mar
Pois todos ouvem o meu mandar: sossegai, sossegai!
Convosco estou para vos salvar: sim, sossegai!

Mestre na minha tristeza estou quase a sucumbir
A dor que perturba minha alma, eu peço-te, vem banir
De ondas do mal que encobrem, quem me fará sair?
Pereço sem ti, ó meu Mestre, vem logo, vem me acudir

Mestre, chegou a bonança, em paz vejo o céu e mar
O meu coração goza calma que não poderá findar
Fica comigo,ó meu Mestre, dono da terra e céu
E assim chegarei bem seguro ao porto, destino meu.



Jesus ainda esta no barco.  Para ele não há causa perdida. Ele é o Deus dos impossíveis.

Segunda pergunta

(Mateus 8:26) - E ele disse-lhes: Por que temeis , homens de pouca fé?

(Lucas 8:25) - E disse-lhes: Onde está a vossa fé?  Por acaso vocês na tem fé?

(Marcos 4:40) - E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?

Esta pergunta de Jesus nasce depois de:

1.     Um grito de desespero dos discípulos – Salve-nos

2.     De uma ação miraculosa de autoridade de Jesus 

(Marcos 4:39) - E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.

(Lucas 8:24) - E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.

1.     Se achegam a ele

2.     O chamam de Mestre – Raboni -  “eles criam a última palavra é sua”.

“Quando você não pode mais agir Deus pode”.

Pastor eu não entendi? Eles não criam que Jesus podia acalmar a tempestade.

1.     Sim , criam
2.     Mas Jesus tem a hora certa de agir.
3.     Jesus quer que você e eu tenhamos fé e autoridade e não medo

A tempestade revela que somos medrosos, e covardes e que não temos fé.

A palavra grega para medo é deilos  - significa “medo covarde”. Jesus chama os discípulos de covardes

(Marcos 4:40) - E disse-lhes: Por que sois tão tímidos / deilos – medo covarde? Ainda não tendes fé?

1.     Os discípulos viviam com Jesus, OUVIAM AS PALAVRAS DE JESUS
2.     Viram seus feitos todos os dias e ainda assim se angustiaram.

(Marcos 4:40) - Ainda não tendes fé? Cadê a vossa fé?

“Onde o medo prevalece, a fé desaparece”.

Medo é um sentimento negativo que deforma a mente (a alma – a vontade, os desejos), atacando a personalidade inteira ( rouba a vitalidade e a força do corpo, e rouba o gozo e a alegria do espírito)

1.     Medo de enfrentar situações, acho que todos nós já sentimos assim.
2.     O problema não é sentir medo; é permitir que o sentimento de medo ou timidez me faça parar, desistir, não enfrentar, fugir.

“Quem se mostra fraco numa crise perde as forças”

Prov 24.10 – Se te mostrares frouxo, fraco no dia da angústia, a tua força será pequena”

O ser humano acaba se tornando o fruto de seu pensamento

(ver Prov.23:7) – Porque assim como imaginou na sua alma assim é. (Tela imaginativa : soluções ; realizações)

“Eu sou fruto daquilo que penso que sou”

(Isaías 28,16) -  “Por isso, o SENHOR Deus diz:”Estou colocando em Sião uma pedra, uma pedra preciosa que eu escolhi, para ser a pedra principal do alicerce. (Nela está escrito isto: Quem tem fé não tem medo” ).


O medroso não tem coragem de enfrentar os desafios, as crises, as lutas

Ex:  Vestibular ; fazer a prova ; entrevista de emprego ; concurso público ; tirar a carta ; problemas conjugais; problemas com os filhos ; problemas na empresa ; problemas na igreja.

Medo de comprar; de fazer; de ajuntar; planejar; sonhar.

Aqui Jesus esta querendo dizer: Porque vocês não a enfrentam O DESAFIO ? Cadê a vossa fé?

(Hebreus 11:6) - Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.

Diga : Eu não posso ter medo. Eu preciso ter fé.

1.     Deus não tem prazer nos covardes, medrosos

(Hebreus 10:38) -  Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.

(II Timóteo 1:7) -  Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.

2.     No exército de Deus não pode se admitir covarde

(Deuteronômio 20:8) -  E continuarão os oficiais a falar ao povo, dizendo: Qual é o homem medroso e de coração tímido? Vá, e torne-se à sua casa, para que o coração de seus irmãos não se derreta como o seu coração.

(Juízes 7:3) -  Agora, pois, apregoa aos ouvidos do povo, dizendo: Quem for medroso e tímido, volte, e retire-se apressadamente das montanhas de Gileade. Então voltaram do povo vinte e dois mil, e dez mil ficaram.

3.     No céu não entra covarde

(Apocalipse 21:8) -  Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

(Deuteronômio 20:1) - QUANDO saíres à peleja contra teus inimigos, e vires cavalos, e carros, e povo maior em número do que tu, deles não terás temor; pois o SENHOR teu Deus, que te tirou da terra do Egito, está contigo.

@ezequielbarbosa

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Jesus acalma a tempestade - parte 3




Tema : Jesus acalma a tempestade -  Galiléia
Textos : Mateus 8.18,23-27; Marcos 4.35-41; Lucas 8.22-25
6º - Não é porque Jesus está no barco que nós não vamos enfrentar tempestades, lutas , adversidades

A ação violenta da atmosfera (às vezes) acompanhada de chuvas, ventos e trovoadas, temporais na vida do crente tem o sentido figurado como lutas, tribulação, provas, aflições.
·         Os discípulos tinham passado o dia aprendendo, ouvindo as parábolas do Mestre, servindo o Mestre, mas isso não os isentou da tempestade.
·         Eles amavam a Jesus e tinham deixado tudo para segui-lo, mas isso não os poupou do mar revolto.
 ·       Eles não estavam como Jonas, fora do propósito de Deus, eles estavam no centro da vontade de Deus
 ·        Eles estavam onde Jesus os mandou estar, fazendo o que Jesus os mandou fazer, indo para onde Jesus os mandou ir e mesmo assim, enfrentaram uma terrível tempestade.
“Nós sofremos, não por estarmos na contramão, mas por andarmos pelo caminho certo.”
Não é porque Jesus está conosco que nós não teremos mais tempestades, lutas , problemas
Porque? As aflições e as tempestades fazem parte da vida. Todo homem passa por elas
(Eclesiastes 9:2) - Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento. (Eclesiastes 9:3) - Este é o mal que há entre tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; e que também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade, e que há desvarios no seu coração enquanto vivem, e depois se vão aos mortos.
(Mateus 5:45) - Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.

Tudo o que acontece tem uma origem.
1.     Acidental : Os acidentes, por exemplo: o prédio desabou porque tinha um problema na estrutura; um avião que caiu ,  Um motorista que dorme na estrada e se colide com outro automóvel.  um ferro elétrico ligado e queimou a roupa.  A irmã esta lavando a casa e cai na cozinha . Queima na panela , no ferro.  Um irmão se machuca na empresa. Sempre que algo de ruim nos acontece, há um motivo para isso.

2.     Leis da Vida : Ela pode simplesmente fazer parte do contexto de uma situação que atinge várias pessoas, uma região, ou o mundo inteiro ao mesmo tempo (A crise mundial ; greve dos bancos ; greve dos correios).  Terremotos ; Guerras ; Enfermidades ; a Morte ; um nascimento  de  uma criança inesperado.

3.     Falta de Sabedoria : Quem empresta o nome, cheque, dinheiro, cartão de crédito, gasta demais , entra em sociedade com uma pessoa sem a direção de Deus, está abrindo a porta para sérios aborrecimentos.

4.     Imprudência : Estacionar onde não é permitido ; Velocidade acima do permitido , não estudar para a prova de matemática ; não pagar a conta, falar mal do outro ;

“Quem se mete em questão alheia, é como aquele que pega pelas orelhas um cão que passa”. (Prov 26:17)

5.     Negligência : Se houver infiltração em uma parede de uma casa, mais tarde haverá um desmoronamento,.  O escapamento do carro caindo ; não colocou gasolina ; o motor fumaçando

6.     Permisão Divina :  para nos ensinar, para nos fazer crescer; para acrescentar a nossa fé.

(João 16:33) - Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
(Salmos 27:5) - Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; (me guardará protegido) no oculto do seu tabernáculo ( no lugar da sua habitação) me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha. (Salmos 27:6) - Também agora a minha cabeça será exaltada (Então triunfarei) sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao SENHOR.
7º - Toda tempestade tem as suas características
1.     Mateus faz uma análise da dimensão da tempestade – Era uma tão grande tempestade

(Mateus 8:24) - E eis que no mar se levantou uma tempestade, (tão grande) que o barco era coberto pelas ondas...

2.     Tempestade tão grande que o barco era coberto pelas ondas
(Mateus 8:24) - E eis que no mar se levantou uma tempestade, (tão grande) – tempestade violenta ...que o barco era coberto pelas ondas... (que as ondas passavam impetuosamente sobre o barco)

3.     Marcos 4.37   - vai explicar porque o barco era coberto pelas ondas
(Marcos 4:37) - E levantou-se grande (temporal (vendaval) de vento), e subiam as ondas por cima do barco, (de sorte que as ondas se arremessavam contra o barco) de maneira que já se enchia.(a ponto de já submergir)

O vento soprava muito forte de maneira que o barco se enchia de água, e Lucas vai dizer que eles estavam em grande perigo

Lucas 8:23) - E, navegando eles, ....adormeceu;.... e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e enchiam-se de água, estando em perigo. (e o barco começou a se encher de água colocando eles em grande perigo)

·         Grande tempestade
·         A fúria do Vento que sopra ( o barco sobe e desce)
·         A tempestade é maior que as nossas forças.
·         O barco se enchendo de água (água por todos os lados), pega o balde tira a água, e vem mais água.
·         Os discípulos se esforçaram para contornar o problema, para saírem ilesos da tempestade.
·         Mas eles nada puderam fazer para enfrentar a fúria do vento.
·         Seus esforços não puderam vencer o problema.

·         Chegaram a conclusão : “Estamos em grande perigo” (vamos sucumbir, vamos afundar)

“Fique tranqüilo Jesus está no barco”

8º - Se Jesus está no barco ele está no controle de todas as coisas

(Lucas 8:23) - E, navegando eles, adormeceu;

Jesus estava muito cansado naquele dia, pois estava junto às multidões transmitindo-lhes a Palavra Deus e os seus discípulos reconheceram este fato e o levaram consigo passando para a outra margem. Com certeza este foi um tempo onde o mestre pôde dormir um pouco para recuperar as suas forças depois de um dia exaustivo de trabalho.

O sono de Jesus mostra-nos sua perfeita humanidade. O verbo se fez carne. Deus se fez homem. O infinito entrou no tempo. Aquele que nem o céu dos céus podem conter foi enfaixado em panos e deitado numa manjedoura. Aquele é criador e dono do universo se fez pobre e não tinha onde reclinar a cabeça.

Esse é um grande mistério. Quem pode crer na encarnação de Jesus não deveria mais duvidar de nenhum de seus gloriosos milagres.

(Mateus 8:24) - E eis que no mar se levantou uma tempestade, (tão grande) que o barco era coberto pelas ondas...ele, porém, estava dormindo.

(Marcos 4:38) - E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada,

Talvez o maior drama dos discípulos não fosse à tempestade, mas o fato de Jesus estar dormindo durante a tempestade.

Na hora do maior aperto dos discípulos, Jesus estava dormindo. Às vezes, parece que nós temos a sensação de que Deus está dormindo. (Quieto, em silêncio, não se houve nada, nem uma palavra)

Como alguém consegue dormir em meio a uma tempestade, água caindo no rosto, o barco balançando?

Por que Jesus não preocupava? Por que o mesmo podia descansar em meio aquela tempestade?

1.     Porque o Senhor Jesus tinha em suas mãos o controle de toda a situação.
2.     Só pode descansar em meio as situações mais adversas aquele que tem o controle.
3.     E Jesus está no controle de tudo.

Mesmo que na hora você não veja, mesmo que tudo pareça contrário, Cristo está no controle!

9º - Se você não consegue controlar a tempestade chame por ele

Há momentos de crise em nossas vidas que nós não temos força para resistir a fúria dos ventos e a força das ondas.

(Marcos 4:38) - E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?

(Mateus 8:25) - E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: SENHOR, salva-nos! que perecemos.

(Lucas 8:24) - E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos.

SURGEM 3  GRANDES PERGUNTAS FEITAS NESTE TEXTO

1.     Esse texto apresenta-nos três perguntas.
2.     Todas elas são instrutivas. (Você irá aprender muito com estas perguntas)
3.     Elas nos apresentam a estrutura do texto.
4.     Aqui temos a pedagogia da tempestade: - Toda tempestade tem uma pedagogia

Primeira pergunta

(Marcos 4:38) - E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe:

Mestre, não se te dá que pereçamos? Mestre, não te importa que pereçamos? Mestre o senhor esta percebendo o que esta acontecendo? Mestre o senhor não percebeu QUE NÓS VAMOS MORRER?

1.     Estavam certos da morte, aquele naufrágio os abateria por causa daquela tempestade.
2.     Eles acordam a Jesus, porque as ondas se arremessavam contra o barco, de modo que o mesmo já começava a encher-se de água, deixando eles em perigo.

Grito : “Mestre, não te importa que pereçamos”.

1.     A verdade é que ninguém gosta de passar por tempestades, por lutas, por provas
2.     Nem , você e nem eu, ou tem alguém aqui que gosta?
3.     Apesar de sempre sermos advertidos de que seremos provados, ninguém quer passar por provas.
4.     Provas na vida a dois, com os filhos, com os pais, com parente, no meu trabalho, na escola, com vizinho, na vida financeira, ou com alguém na própria igreja?
5.     Como não sucumbir, como não gritar, se as forças somem, e o vento contrário que me ameaça é maior do que eu?
6.     O grito de desespero -  “Senhor, não te importa que morramos, perecemos?”
7.     O grito de desespero de Jeremias 20.7-18
8.     Assim perguntaram os discípulos. Assim perguntamos tantas vezes a Deus. “Senhor, não te importas comigo? Com meu casamento, com minha saúde, com minha vida espiritual, com minhas finanças?”, “Senhor, eu vou perecer!” gritamos assustados e ansiosos pelo “socorro divino”!
9.     (ver Salmos 121:1-2)

Deus se preocupa com você. Ele cuda de você.
 
@ezequielbarbosa