Os Milagres de Jesus

O ministério de Jesus era tríplice

  1. Ensinava
  2. Pregava
  3. Curava
(Mateus 4:23) - E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. (Mateus 4:24) - E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. (Mateus 4:25) - E seguia-o uma grande multidão da Galiléia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia, e de além do Jordão.

(Mateus 9:35) - E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

Curava

  1. Doenças; enfermidades; físicas
  2. Doenças; aflições na alma
  3. Libertação dos atormentados pelos demônios
Jesus obteve um ministério poderoso e extensivo que lhe deu uma grande popularidade em Isarel e nas cidades circuvizinhas.

(Marcos 1:22) - E maravilharam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas.

(Marcos 1:28) - E logo correu a sua fama por toda a província da Galiléia.

(Lucas 4:37) - E a sua fama divulgava-se por todos os lugares, em redor daquela comarca.

(Lucas 5:15) - A sua fama, porém, se propagava ainda mais, e ajuntava-se muita gente para o ouvir e para ser por ele curada das suas enfermidades.

(Lucas 5:26) - E todos ficaram maravilhados, e glorificaram a Deus; e ficaram cheios de temor, dizendo: Hoje vimos prodígios.

(Lucas 6:19) - E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque saía dele virtude, e curava a todos.

(Lucas 8:1) - E ACONTECEU, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele, (Lucas 8:2) - E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios;
(Lucas 8:3) - E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.

(João 12:9) - E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de Jesus, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos. (João 12:10) - E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro; (João 12:11) - Porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em Jesus.

Os milagres que se espalhavam por Israel levavam o povo a crer em Jesus

Durante seu ministério, Jesus operou vários milagres, mostrando assim seu poder sobre a doença, a natureza e até mesmo sobre a morte.

Os Milagres de Jesus – A Bíblia apresenta 35 milagres. Se considerarmos como alguns teólogos a ressureição e a ascensão então serão 37 catalogados.

Sem dúvida alguma, os milagres relatados na Bíblia não representam a totalidade de maravilhas que Jesus realizou durante seus 3 anos e meio de pregação do Reino de Deus.

A Bíblia diz que Jesus operou diversos milagres que não foram registrados, os que foram registrados são apenas para nutrir a nossa fé.

(João 20:30) - Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. (João 20:31) - Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

(João 21:25) - Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.

O MILAGRES CATALOGADOS PELA BÍBLIA EM ORDEM DE ACONTECIMENTO

Jesus operou milagres de ordem:

Física, mental, espiritual e financeira.

Jesus é completo


O que é milagre?

1.    Milagre é  aquilo que está além das possibilidades humanas.
2.    Milagre é a manifestação da onipotência de Deus em nossas vidas
3.    Milagre é o sobrenatural agindo naquilo que é natural
4.    Milagre é a interferência da lei divina nas leis naturais
5.    Milagre  é um evento extraordinário que não obedece à ordem natural nas coisas em que se dá
6.    Milagre é algo extraordinário que ninguém explica
7.    Milagre não se explica, se acredita e aceita : ou cremos ou não cremos nele.

Milagre vem do latim miraculum.

Na Antigüidade clássica era um fato excepcional ou inexplicável, um fato maravilhoso ou extraordinário que suscita admiração, considerado como sinal e manifestação de uma vontade divina.

Geralmente três conjuntos de termos para falar de milagres:
• Sinal - No hebraico a palavra é ´ôth (sinal, marca, indício, prova) e no grego é sêmeion (sinal sobrenatural ; uma prova). Significa algo que aponta ou indica outra coisa.
• Prodígio. No hebraico é môpheth (maravilha, milagre, feito) e no grego teras (maravilha ; coisa portentosa). Indica um acontecimento que deixa as pessoas assombradas ou maravilhadas.
• Milagre ou poder miraculoso. No hebraico a palavra é gebûrah (poder) e no grego é dynamis (poder ; poder maravilhoso). Revela o poder divino que opera o milagre.
Vejamos alguns propóstitos dos milagres realizados por Cristo:
I – Manifestar a Sua Glória (Jo 2.11)
Veja Jo 2.11: Jesus principiou seus sinais em Caná da Galileia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.
Segundo o dicionário da Bíblia de Estudo Almeida, a Glória é: auto-revelação da santidade, pureza e natureza de Deus (Sl 24.10). A nuvem luminosa (xequiná) que apareceu na tenda da congregação e no templo, no AT, manifestava a glória de Deus (Ex 15.11; 16.10; Nm 14.10; 16.19), a presença ativa de Deus para salvar o seu povo. No NT, a glória de Deus se manifesta em Jesus, Filho de Deus encarnado (Jo 1.14), e, particularmente, na sua morte, ressurreição e ascensão (Jo17.1; Hb 1.3).
A Glória de Deus é eterna; diferentemente do homem que é efêmera e passageira (Is 40.5-8); e uma das formas de Jesus manifestar a Glória de Deus que estava nele foi as realizações dos milagres (Jo 11.40).
II – Os milagres foram sinais de que o Messias havia chegado
Veja Is 35.5, 6; Is 61.1 e 2 e Lc 4.16-21 e compare com a resposta que Jesus enviou a João Batista, mostrando assim que os milagres que ele realizava atestavam que o Messias havia chegado (Mt 11.5). Observe como Mateus associa as realizações dos milagres realizados por Cristo como cumprimento do capítulo messiânico de Isaías 53. Compare Is 53.5 e Mt 8.16 e 17. Depois de ter acalmado a tempestade, os discípulos ficaram estupefatos com o domínio que Jesus tinha sobre a natureza. “Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”, perguntaram os discípulos. (Mt 8.27). Depois da multiplicação dos pães e peixes muitos da multidão reconheceram que Jesus era o profeta prometido por Moisés (Jo 6.14; Dt 18.15).
III – Os milagres de Jesus apontavam para o fato que ele tem poder para perdoar pecados.
Tal verdade fica clara quando Jesus cura o paralítico de Cafarnaum. Jesus diz que, para mostrar que tinha autoridade para perdoar pecado, curaria o paralítico (Mc 2. 10 e 11). Aliás, este milagre mostra claramente que a maior necessidade do homem não é a solução dos seus problemas ou a cura de uma enfermidade, mas sim o seu relacionamento com Deus, onde o pecado é o principal obstáculo (Rm 3.23), depois de todo o esforço dos amigos do paralítico em levá-lo a Cristo. Jesus prioriza primeiramente o perdão dos pecados do paralítico, para depois curá-lo. Quantos querem uma cura física sem antes resolver o problema do pecado? O problema do pecado só é resolvido com a fé em Jesus como Salvador e Senhor.
IV – Os milagres mostram a divindade de Cristo
João escreve acerca dos milagres que ele mesmo narra: Estes, porém, foram escritos para que creais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome (Jo 21.31). Os evangelhos mostram 35 milagres específicos de Cristo, João escolheu apenas sete dos muitos milagres que Jesus operou. Vejamos os sete:
1. A transformação da água em vinho (Jo 2.1-11)
Mostra Jesus como o Senhor da qualidade. Tudo que ele faz supera as nossas expectativas. Seu poder transformador gera em nos uma verdadeira alegria que não se compara com nada que o mundo e a religião possa oferecer.
2. A cura do filho do oficial (Jo 4:46-54)
Jesus é O Senhor que vence as distâncias. O seu poder não está restrito a locais. A sua Palavra tem um longo alcance.
3. O paralítico do tanque de Betesda (Jo 5.1-9)
Jesus é O Senhor da misericórdia, que alcança os esquecidos e solitários vencidos pelo tempo.
4. A multiplicação dos pães e peixes (Jo 6.6-13)
Jesus é O Senhor da provisão que do escasso promove a multiplicação.
5. Jesus anda sobre as águas (Jo 6.19-21)
Jesus está acima das circunstâncias. É aquele que anda por terrenos inseguros e apazigua o vento contrário.
6. A Ressurreição de Lázaro (Jo 11.1-44).
Jesus é o Senhor da vida que nunca teve e nunca terá fobia da morte, pois ele venceu a morte, e com Jesus a morte já não existe, porque aquele que nele crê, ainda que esteja morto, viverá. A vida que ele nos dá é livre das faixas que nos impedem de caminhar livremente.
7. A Grande Pesca (Jo 21.1-8).
Jesus é o Senhor da produtividade que pode suprir, quando todo o nosso esforço é improdutivo. Quando lutamos e nada conseguimos, se ele mandar conseguiremos sob o poder de sua Palavra.
Os milagres, no evangelho de João, são designados como “sinais”, e, em outra parte do NT, a palavra para “milagre” é regularmente ligada com o vocábulo que designa “sinal”. Isto nos ensina que os milagres não designam simplesmente a capacidade de Jesus fazer maravilhas, mas sim o messiado de Cristo. O objetivo do ministério de Cristo não era realizar milagres e sim buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19.10). Como observamos na cura do filho do oficial à distância, Jesus não quer que a fé nele se baseie nos sinais, mas sim naquilo que ele é: Deus, o caminho, a verdade e a vida (Jo 20.31 e 14.6).
João escreveu estes milagres com o propósito de evidenciar a divindade de Cristo, e, uma vez isto crido, a pessoa teria a vida eterna.
Percebemos que os milagres realizados por Cristo não eram um fim em si mesmo, mas tinham um propósito maior de manifestar sua glória; mostrar que ele era o Messias, que ele tinha autoridade para perdoar pecados e para ser crido como Deus.

OS MILAGRES DE JESUS
 01- Transformação de Água em Vinho - João 2.1-11

02 - Cura do filho do Oficial - João 4.46-54

03 - Cura do paralítico de Betesda - João 5.1-9

04 - Primeira Pesca - Lucas 5.1-11

05 - Libertação do Endemoninhado - Marcos 1.23-28; Lucas 4.31-36

06 - Cura da sogra de Pedro - Mateus 8.14,15; Marcos 1.29-31; Lucas 4.38,39

07 - Purificação do leproso - Mateus 8.2-4; Marcos 1.40-45; Lucas 5.12-16

08 - Cura do paralítico - Mateus 9.2-8; Marcos 2.3-12; Lucas 5.18-26

09 - Cura da mão ressequida - Mateus 12.9-13; Marcos 3.1-5; Lucas 6.6-10

10 - Cura do criado do centurião  - Mateus 8.5-13; Lucas 7.1-10

11 - Ressurreição do filho da viúva de Naim - Lucas 7.11-15

12 - Cura de um endemoninhado mudo - Mateus 12.22 e Lucas 11.14

13 - Acalma a tempestade - Mateus 8.18,23-27; Marcos 4.35-41; Lucas 8.22-25

14 - Cura do endemoninhado geraseno - Mateus 8.28-33; Marcos 5.1-14; Lucas 8.26-39

15 - Cura da mulher enferma - Mateus 9.20-22; Marcos 5.25-34; Lucas 8.43-48

16 - Ressurreição da filha de Jairo - Mateus 9.18, 23-26; Marcos 5.22-24, 35-43; Lucas 8.41,42,49-56

17 - Cura de dois cegos - Mateus 9.27-31

18 - Cura do mudo endemoninhado - Mateus 9.32,33

19 - Primeira multiplicação de pães - Mateus 14.14-21; Marcos 6.34-44; Lucas 9.12-17; João 6.5-13

20 - Anda sobre as águas - Mateus 14.24-33; Marcos 6.45-52; João 6.16-21

21 - Cura da filha da Cananéia - Mateus 15.21-28; Marcos 7.24-30

22 - Cura de um surdo e gago - Marcos 7.31-37

23 - Segunda multiplicação de pães - Mateus 15.32-39; Marcos 8.1-9

24 - Cura do cego de Betsaida - Marcos 8.22-26

25 - Cura do jovem possesso - Mateus 17.14-18; Marcos 9.14-29; Lucas 9.38-42

26 - Pagamento do Imposto - Mateus 17.24-27

27 - Cura de um cego de nascença - João 9.1-7

28 - Cura de uma mulher enferma - Lucas 13.10-17

29 - Cura de um hidrópico  -
Lucas 14.1-6

30 - Ressurreição de Lázaro - João 11.17-44

31 - Cura dos leprosos - Lucas 17.11-19

32 - Cura do cego Bartimeu - Mateus 20.29-34; Marcos 10.46-52; Lucas 18.35-43

33 - A figueira é amaldiçoada - Mateus 21.18,19; Marcos 11.12-14

34 - Restauração da orelha de Malco - Lucas 22.49-51; João 18.10

35 - Segunda grande pesca - João 21.1-11





 Já fazem 4 e 10 meses que toda Sexta-feira o pastor Ezequiel Barbosa esta ensinando uma série de mensagens entitulada:


"Conhecendo os Milagres de Jesus"   
 
 Estamos estudando em detalhes os 35  milagres registrados na Bíblia Sagrada.
 
Estamos estudando o 30º milagre  que esta registrado em Jo 11  , com o tema :
 
"JESUS SEMPRE CHEGA NA HORA CERTA"

A RESSUREIÇÃO DE LÁZARO



Nosso endereço : A ADJI esta situada na Rua M 10 nº 180 , entre as Av. M17 e M19, no Grande Cervezão, próximo ao Pronto Socorro. Às 19h30m você tem um encontro marcado com Deus.

 
Deus tem feito coisas extraordinárias, venha e traga a sua família.


Deus tem uma palavra de vitória para a sua vida.