sábado, 13 de agosto de 2011

CRISE NAS FINANÇAS






Já me disseram :

  • Por mais que eu tente, eu não saio das dívidas,
  • Já  fiz de tudo
  • Vivo uma Crise financeira e isto esta me matando
  • Gasto demais pastor, sou compulsivo
  • Eu não posso mais ignorar esta situação esta influenciando a minha vida: espiritual, familiar, relacionamento conjugal, profissional e ministerial. Preciso tomar uma decisão.
  • Nada contribuiu tanto para que eu sentisse que não podia mais prosseguir a vida.
  • Quero pagar minhas contas e ficar livre da pressão dos cobradores
  • Por diversas vezes tentei fazer um plano de orçamento, mas sempre acabava se reduzindo em apenas anotar as despesas.
  • Não dá para viver com a renda que temos.
  • Sou mal pago.
  • Sou amaldiçoado - SPC, SERASA, cartão de crédito, cheque especial eu não suporto mais

Crise nas Finanças

1º - Este é um problema que aflige muitas pessoas, famílias, empresas, igrejas.

2º - É tão importante que tanto o casal, como os filhos, devem participar, pois inclui ambos ( a família)

3º - Sempre tem um esbanjador na família, e um seguro, um mão aberta, e um mão fechada.

4º - Todos precisam estar informados, e saber qual é o padrão de gastos que está de acordo com o orçamento da casa, da família, da igreja ou da empresa.

A Transparência é muito importante.

Nada de fazer coisas às escondidas e apresentar surpresas no final do mês. Não há orçamento que suporte.

Tem famílias que não confiam uns nos outros.

  • Esposa, esposo, filhos.

Todos precisam ser honestos e objetivos, caso contrário, as chances de você se surpreender no final do mês com uma conta absurda de celular do seu filho, ou de cartão de crédito da sua filha, ou de contas gastos em roupas e coisas supérfluas são enormes.

“Ou você controla o dinheiro, ou ele te controlará.”

O dinheiro mal administrado pode se tornar uma potestade.

1.     Ele tem poder em si mesmo.
2.     Exerce poder sobre as pessoas.
3.   Ele quer dominar a sua vida

Mt 6.24 - "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas."

Neste texto Jesus usa uma palavra em aramaico para riquezas : Mamom

Mamom → riquezas , indica algo que tem natureza pessoal e espiritual.

Não podeis servir a Deus e a Mamom.

·         ·Mamom é um deus rival
·         ·Como um deus ele exige devoção.
·         ·Mamom ( o dinheiro ) tem a tendência de conduzir as pessoas para longe do Deus verdadeiro.
·         ( Ex.: o jovem rico : amava a Deus, mas amava mais a Mamom )

 O Dinheiro possui muitas características de um Deus:

·         Dá segurança
·         Liberdade
·         Poder ( sensação de onipotência )
·         Parece onipresente.

Um dos problemas mais sérios do dinheiro ( Mamom ) é que ele reivindica a lealdade e amor que pertencem somente a Deus.

Por isso em Lc 14:33 Jesus diz que quem "não renuncia a tudo quanto possui" não pode ser seu discípulo.

Temos que aprender a usar o dinheiro que Deus nos dá (confia aos nossos cuidados), sem amar o dinheiro.

O dinheiro pode ser um empecilho ou um incentivo

Empecilho    : pois se nos apegarmos a ele, atrapalha nosso relacionamento com Deus.

Incentivo      : Pois pode ser usado para intensificar nosso relacionamento com Deus e com os irmãos.

Deus nos dá para administrarmos para Ele

·         Sejamos então bons administradores.
·         Usemos de acordo com a vontade Dele.
·         Segundo as prioridades Dele.
·         Usemos para abençoar os outros.
·         Usemos para usufruirmos o que Deus tem para nós aqui na terra.

Deus nos dá o dinheiro não para que sejamos escravos dele, ou amemos a ele ou sirvamos a ele, mas para que façamos bom uso dele.

O nosso coração não deve estar no dinheiro, e sim no Senhor.

O objetivo de Deus não é nos tornar ricos, mas sim nos tornar semelhantes a Jesus.

AMOR AO DINHEIRO

(I Timóteo 6:10) - Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

  • “Dinheiro é algo muito importante em nossa vida, a falta dele ainda mais”
  • “Dinheiro não é importante, mas não da para ficar sem ele”
  • “O Dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a ser feliz”  
(Eclesiastes 10:19) - e por tudo o dinheiro responde.

·         O nosso Deus sabe a importância desta área, por isto Ele colocou muitas instruções na Bíblia a respeito do dinheiro. Infelizmente nós não temos o costume de adotarmos como princípio básico um planejamento e um controle financeiro, mas está na Bíblia a organização financeira.

·         Ainda que muitas pessoas não valorizem este assunto e não exista em nossas igrejas uma valorização sobre os benefícios da Educação Financeira. A Bíblia é bem clara sobre a importância deste assunto

1º - Vamos deixar claro que : O Senhor Deus é o proprietário de tudo e de todas as nossas posses

(Deuteronômio 10:14) - Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR teu Deus, a terra e tudo o que nela há.

(Levítico 25:23) - a terra é minha;

(Salmos 50:12) - pois meu é o mundo e toda a sua plenitude.

(Salmos 24:1) - DO SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.

(Ageu 2:8) - Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos.

2º - Que eu sou abençoado por Deus

(Efésios 1:3) - Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;

Benção de Deus é muito mais do que carro zero , do que mansão, do que conta gorda no banco, diplomas universitários, roupa cara , ouro, prata , dólar , yen  - Benção de Deus esta acima de coisas efêmeras e passageiras

Não tem catimbozeiro, mandinga , demônio que vai impedir Deus te abençoar.

Somente você mesmo pode impedir de ser abençoado.

Como viver abençoado quando os recursos são poucos?

Surgem algumas perguntas então:

1º - Se eu sou abençoado porque eu não saio desta situação?
2º - Se eu sou abençoado porque as coisas não acontecem em minha vida?
3º - Se sou abençoado porque eu só vivo nesta crise financeira?

As dívidas nos perseguem, e correm atrás de nós nos assolapando e dizendo você é amaldiçoado.

Como uma pessoa entra em dívida?

Dívidas ( Gasta demais, compra demais, muitos carnês, roupas, sapatos, restaurantes, etc.)

O que é dívida? II Re 4

Em uma linguagem administrativa e financeira: Dívida é o dinheiro que devemos a outros, por termos pedido emprestado (empréstimos) ou por ter comprado coisas à prazo ou em prestações, com uma promessa de que reembolsaremos o dinheiro depois.

Normalmente entramos em dívida quando gastamos mais dinheiro do que ganhamos ou compramos algo sem pagar imediatamente por isto.

  • Por assumirmos dívidas dos outros, emprestando o nome.
  • Outros por não organizarem a empresa, passam por uma fiscalização, ou um funcionário que denuncia e leva a causa trabalhista a juízo.
  • Outros por perca do emprego, ou um fato inesperado, onde não estavam preparados.
  • Outros porque o filho, ou a esposa, ou a esposo são consumistas e compulsivos e fazem até dívidas escondidas.
  • A grande parte fica endividada por falta de administração financeira. Gastam demais.
São muitos que vivem a  Escravidão Financeira, endividado – são compulsivos

Cheque Especial, Cartão de Crédito, Carnês , Empréstimos, Agiotas, Financiamentos, Alienações, Cheque sem Fundo, cheque sustado, alguns esperam caducar as contas, acúmulo de contas a pagar, “Deve para Raimundo e todo mundo”. Isto é pecado; é mentir, enrolar, levar com a barriga.

  • Se gastarmos mais do que ganhamos, contraímos uma dívida.
  • Se ganharmos mais do que gastamos, temos uma poupança.

O inimigo tem usado novas estratégias

  1. Envolvimentismo – Envolver você com as coisas do mundo ( CONSUMO, MARKETING TENDENCIOSO ( MÍDIA, ROUPAS, VIAGENS, CARROS)
  2.  DÍVIDAS GERAM:  SUICÍDIOS, LARES DESFEITOS, FAMÍLIAS DESTRUÍDAS, DEPRESSÃO
  3. O projeto de satanás É ENDIVIDAR VOCÊ, E TE DISTANCIAR DE DEUS

  • Dívidas e juros de pagamentos gerados por gastarmos mais do que ganhamos podem causar tensão significativa e constantes preocupações em nossas vidas.
(Eclesiastes 7:7) - Verdadeiramente que a opressão faz até ao sábio endoidecer
No Relacionamento do casal a 1ª causa dos divórcios ocorre por razões financeiras.

“De todos os divórcios, 75% a 89% são relacionados à disputas e acusações sobre dinheiro”

2º - As dívidas nos levam a nos distanciar e duvidar de Deus (ela gera uma preocupação demasiada com as coisas terrestres)

3º - Estou endividado. E Eu não vejo a provisão e a ação de Deus em minhas finanças
  • Porque não estou alerta (Deus está agindo, mas eu não estou percebendo).
  • Só vejo Deus nas "coisas espirituais". Na igreja, nos irmãos
  • Mas não vejo o cuidado divino, a providência de Deus
  • As dívidas, a crise financeira fecha os teus olhos para o amor de Deus por você.
(Deuteronômio 8:18) - Antes te lembrarás do SENHOR teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires riqueza; para confirmar a sua aliança, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.

(Mateus 6:31) - Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Mateus 6:32) - (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

(II Corintios 9:8) - E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; (II Corintios 9:9) - Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre. (II Corintios 9:10) - Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; (II Corintios 9:11) - Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus.

(Filipenses 4:19) - O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

Deus tem te ajudado até aqui, aí se não fosse Deus em sua vida.

(Salmos 124:1) -  SE não fora o SENHOR, que esteve ao nosso lado, ora diga Israel; (Salmos 124:2) - Se não fora o SENHOR, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós, (Salmos 124:3) - Eles então nos teriam engulido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós. (Salmos 124:4) - Então as águas teriam transbordado sobre nós, e a corrente teria passado sobre a nossa alma; (Salmos 124:5) - Então as águas altivas teriam passado sobre a nossa alma; (Salmos 124:6) - Bendito seja o SENHOR, que não nos deu por presa aos seus dentes.(Salmos 124:7) - A nossa alma escapou, como um pássaro do laço dos passarinheiros; o laço quebrou-se, e nós escapamos. (Salmos 124:8) - O nosso socorro está no nome do SENHOR, que fez o céu e a terra. 

(Isaías 43:13)-   Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?

Ouça e medite nos conselhos da palavra de Deus , cuidado com as dívidas, esta sedução diabólica te destruído muitas pessoas, muitos lares, muitos ministérios, muitos relacionamentos.

(Mateus 13:22) - E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;

 (Romanos 13:8) - A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.

 (I Timóteo 6:9) - Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.

(I Timóteo 6:17) - Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;

Como sair de dívidas e viver uma vida financeira equilibrada?

  • (Provérbios 16:9) - O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.
·         “Devemos fazer nossos planos, confiando na direção que Deus nos dá” (Pv 16:9)

·         Fazer planos é planejar, é orçar, é se organizar em direção de um projeto.

Como a eliminação de dívidas irá me ajudar?

Quando pagamos integralmente nossas dívidas e vivemos dentro de nosso orçamento, podemos começar a economizar para o futuro, enquanto nos preparamos para emergências e despesas futuras (sonhos e projetos, casa, carro, educação acadêmica).


Pr. Ezequiel Barbosa

Continuaremos depois 

Nenhum comentário:

Postar um comentário