quinta-feira, 8 de março de 2012

A cura do paralítico de Betesda - 3ª parte



4º - Jesus não passa pela porta da misericórdia ele vai até a casa da misericórdia
 João 5:2 Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões. João 5:3 Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos. João 5:4 [esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse]

Jesus não passa pela porta da misericórdia, a porta da honra , de status, Jesus passa pela porta das ovelhas e vai a direção a um tanque, uma grande piscina. Segundo alguns estudiosos as ovelhas que passavam pela porta das ovelhas eram lavadas em uma grande piscina antes do sacrifício. Esta piscina segundo o Dr. Lightfoot era usada para banhar pessoas impuras. Somente pessoas enfermas recorriam a ela, lançando-se nela em determinados momentos a procura de um milagre.

Este tanque era conhecido como o Tanque de Betesda.

O que era Betesda ? Uma cidade? Não. Betesda era um lugar de abrigo, de refúgio, da chuva e do vento para os desabrigados, era perto da porta das ovelhas, era um tanque que se tornou famoso, por ser abrigo, sombra para todos, os enfermos e desabrigados.

Era um tanque de águas que foi se tornando famoso, por suas ações:

1.     Acolher desabrigados
2.     Curas milagrosas e sobrenaturais, de tempo em tempo

Dividido ao meio por uma larga parede, 5 alpendres, 5 pórticos, 5 lados

Devido a essa enorme expectativa, sempre adiada, de que uma pessoa (só uma) seria beneficiada

Betesda, em hebraico significa “casa de misericórdia”,

1.     Os judeus o transformaram em um grande centro de peregrinação, de romaria.
2.     O tanque se agitava de tempo em tempo, Esta agitação inexplicável da água era atribuída a um anjo invisível que liberava poder de cura no tanque, e o primeiro enfermo que entrasse era curado.
3.      Multidões de aleijados, paralíticos e deficientes se ajuntavam para esperar que a água se movesse, com a esperança de serem os agraciados.

Multidões se formavam de vários lugares, todos aguardando um milagre.

1.     A administração municipal de Jerusalém, interessada na romaria, no comércio, nas vendas, na alimentação, mas também por razões humanitárias, resolveu construir um pavilhão para abrigar os enfermos.
2.     Alguns arqueólogos e pesquisadores escavaram o Tanque de Betesda em 1915 e novamente em 1958. A piscina tem sido identificado com  a piscinas das ovelhas que se havia  localizado próximo à porta das ovelhas nos tempos antigos. 
3.     Edificaram um prédio imponente, com um alpendre de cinco pavimentos, que se lotava de paralíticos, cegos e doentes de toda a espécie.
4.     Era a Casa da Misericórdia. – Bethzatha em hebraico

Jesus passa pela porta da misericórdia e vai entrar na casa de misericórdia.

Mesmo assim, sendo casa de misericórdia, Betesda era uma vergonha

1.     O que acontecia era uma verdadeira competição
2.     Lei do favoritismo, do egoísmo , da idolatria, da falta de misericórdia

1.     Era um empurrando o outro, um querendo o lugar do outro, não havia amor, não havia misericórdia
2.     Muitas famílias, para se verem livres dos doentes, os abandonavam nos alpendres do tanque
3.     Os ricos compravam escravos para os ajudarem a entrar nas águas.
4.     Alguns alugavam as bordas mais próximas, que possibilitavam melhor acesso.
5.     Os pobres e os doentes graves, os desprovidos, acabavam no fundão do tanque.

Jesus não vê assim, na presença de Jesus nós todos somos iguais

Imagine comigo : Eu fui curado....  o alvoroço -  E a glória era para Deus? ... Não... era para o anjo.

1.     As pessoas afirmavam que o anjo descia até o tanque, mas ninguém sabia a hora exata. 
2.     Irrequietos, os doentes mais hábeis saltavam, esporadicamente, para se anteciparem ao anjo.
3.      A confusão era constante. (pula, pula na água)
4.     Os que se sentiam melhor, corriam pelos corredores gritando “aleluia” e outros, nervosos e frustrados, desmentiam os milagres.
5.     Imagina os profetas bradando : Eis que vai descer agora . Alarme falso
6.     Não é o tanque, não é a água, não é o anjo ... é  a presença de Jesus
7.     Hoje temos muitas igrejas falsas, e falsos profetas, costumes e rituais falsos: sal grosso, rosa ungida, sabonete ungido, não é nada disso é a presença de Jesus que faz a diferença

De tempo em tempo alguém era curado...

Existem 3 perspectivas aqui:

1.     Betesda para alguns era lugar de benção e de milagres (Recebeu a cura, saia do tanque e ia viver)

2.     Para outros um lugar de esperanças frustradas

·         Alguns anos em total mendicância, esperando o momento da cura que não chegava nunca.
·         Desesperados por nada conseguirem
·         Desistem e voltam para casa

3.     Para outros, um lugar de esperanças

Para  o nosso personagem aqui ,  Betesda ainda era um lugar de esperança

Mesmo frustrado, mas ele não deixou de estar no seu lugar 

Ele não desistiu de buscar o seu objetivo

1.     Nunca sabemos antecipadamente os planos que Deus tem para nós (Jó 42.2)
2.     O seu amanhã será melhor que hoje
3.     Fica no teu lugar porque Deus vai te exaltar aonde você está

“Se Deus está abençoando teu irmão tenha fé acredite, isto é combustível, a tua hora vai chegar”

Betesda é Casa da Misericórdia e a própria misericórdia vai entrar na sua Betesda

Jesus é a própria misericórdia, ele sempre nos ajuda, e no tempo certo ele age.

Espere em Deus, ele vai te ajudar.



Em Cristo

Seu amigo Pr. Ezequiel Barbosa





Nenhum comentário:

Postar um comentário