domingo, 13 de maio de 2012

A cura de um leproso - Parte 7



Como Jesus que era Santo vai tocar um homem que era impuro?

O que acontece quando algo sagrado toca alguma coisa imunda? O santo se torna contaminado.

Ageu 2. 11 Assim diz o Senhor dos exércitos: Pergunta agora aos sacerdotes, acerca da lei, dizendo: 12 Se alguém levar na aba de suas vestes carne santa, e com a sua aba tocar no pão, ou no guisado, ou no vinho, ou no azeite, ou em qualquer outro mantimento, ficará este santificado? E os sacerdotes responderam: Não. 13 Então perguntou Ageu: Se alguém, que for contaminado pelo contato com o corpo morto, tocar nalguma destas coisas, ficará ela imunda? E os sacerdotes responderam: Ficará imunda. 14 Ao que respondeu Ageu, dizendo: Assim é este povo, e assim é esta nação diante de mim, diz o Senhor; assim é toda a obra das suas mãos; e tudo o que ali oferecem imundo é.

Ageu esta se referindo que aquilo que é santo será contaminado por aquilo que é imundo, mas ao contrário o imundo não consegue santificar aquilo que é santo. É algo ilógico ficar santo, porque aquilo que é santo ser tocado ou tocar o imundo ficará imundo igual aquele pelo qual tocou ou foi tocado.

A revelação misteriosa esta aqui , porque Jesus não era santo ele é Santo , Kadosh, ele é Santo por natureza não por processo de santificação, ele é o único que pode tocar e santificar aquele que é imundo.
Lev 5.3 - Ou, quando tocar a imundícia de um homem, seja qualquer que for a sua imundícia, com que se faça imundo, e lhe for oculto, e o souber depois, será culpado.
Imagine na mente dos judeus esta situação:

(Marcos 1:41) - E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo.

(Mateus 8:3) - E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.

No grego a palavra para tocar aqui é “haptomai” que segundo o dicionário Vine significa “firmar; fixar; agarrar”, não é simplesmente um toque qualquer é um tocar com vontade, é segurar e agarrar. Implica um contato firme entre dois lados, entre duas pessoas. Jesus com certeza foi o primeiro homem a tocar um leproso com segurança e não ficou contaminado pela enfermidade.

Porém no contexto judaico isto é um absurdo, é algo impactante, porque se um homem limpo tocar um impuro ele se torna impuro.

Jesus não tinha que tocá-lo. Jesus poderia ter curado aquele homem sem tocá-lo. Em outras partes do Novo Testamento, lemos sobre ele curando o filho de um homem à distância. Ele poderia simplesmente ter dito algumas palavras e a lepra deste homem teria desaparecido. Mas em vez disso, ele estendeu a mão e tocou-lhe.

1.     A única maneira de você tocar em alguém ou algo sujo e não se tornar impuro a si mesmo é se você faz a outra pessoa ou a outra coisa se tornar santa ou limpa. 
2.     Há apenas um ser que pode transferir a sua santidade, Deus.
3.    Quando Jesus toca o leproso, ele estava fazendo outra reivindicação de sua divindade. A sua santidade, porque ele é Santo.
4.     Jesus que era Santo ao tocar aquele leproso estava transferindo a sua santidade para aquele homem que era imundo.
5.     Aquele homem que era imundo agora recebeu uma descarga de glória do céu e agora ele esta limpo, purificado e santificado.

Como o leproso para entrar em contato com Jesus transgrediu as normas da lei, assim Jesus para purificar aquele leproso transgride as normas da lei e toca o leproso.

Jesus muda as normas e as regras da história, quando você coloca Ele acima de tudo.

13º - Uma ação de fé recebe uma reação de misericórdia.

Toda vez que eu me direcionar a Deus ele reage e me socorre

E disse-lhe Jesus : Quero, fica limpo

Jesus proclamou ali mesmo a restauração do enfermo; a paz em lugar do desespero, o amor em lugar do ódio, a alegria em lugar da tristeza , a vida em lugar da morte; a saúde em lugar da enfermidade; a limpeza em lugar da imundície. Jesus esta abrindo uma porta de esperança na história daquele homem. Desprezado pela sociedade, agora amado de Deus.

Era algo extraordinário que passava a acontecer de sentenciado à morte à homem livre. Deus havia aberto um parêntese para escrever uma nova história na vida daquele homem por intermédio de Cristo Jesus.

Não mais "Imundo! Imundo!", mas agora "Limpo! Limpo!". A palavra de Jesus era a sua maior garantia de esperança.

Jo 15.3 – Vós estais limpos pela palavra

14º - Quando Jesus toca a ação é instantânea, na hora

(Lucas 5:13) - E ele, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, sê limpo. E logo a lepra desapareceu dele.

(Mateus 8:3) - E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.

(Marcos 1:42) - E, tendo ele dito isto,( logo) a lepra desapareceu, e ficou limpo.


1.     Jesus estendeu a mão

2.     Jesus esta disposto a agir

(Mateus 8:3) - E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo:( Quero; sê limpo). E logo ficou purificado da lepra.

O leproso vai falar a Jesus: Se quiseres, podes deixar-me limpo.

Jesus vai dizer: Quero , se limpo

O que Ele quer dizer?  É que Jesus vai restaurá-lo de tudo aquilo que ele havia perdido

Analise comigo

1.     Ele era um homem separado da adoração de Deus em Israel.
2.     Ele não era bem-vindo ao templo
3.     Ele não podia sacrificar e nem orar no templo

Como este homem seria curado, restaurado, limpo ou purificado. Somente se ele tivesse um encontro com
Sumo Sacerdote Real Jesus Cristo.

Sua lepra era muito mais que uma necessidade física, era uma necessidade espiritual.

O culto ia começar naquele momento no mundo espiritual e ali estavam presentes

1.     O Santuário, o templo – local qualquer onde eles estavam
2.     O que merecia ser adorado – Jesus Cristo, a  tipificação da arca da aliança, e o Sumo Sacerdote Real por excelência.
3.     E o adorador – O leproso

(Mateus 8:2) - E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.

(Lucas 5:13) - E ele, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, sê limpo. E logo a lepra desapareceu dele.

Primeiro era a maior oportunidade da vida daquele adorador , era como se ele entrasse dentro do templo, passasse as barreiras espirituais e protocoladas do átrio, do lugar santo e entrasse dentro dos Santo dos Santos e se prostrasse e adorasse. E Jesus aquele que estava sendo adorado recebesse a sua adoração e agora em forma de misericórdia toca aquele homem.

Segundo o que estava sendo adorado é mobilizado pela forma sincera da adoração que verbaliza e proclama uma palavra de libertação, de limpeza e de ação.

Terceiro quando o que estava sendo adorado verbaliza e proclama uma palavra de libertação a lepra desapareceu imediatamente.

Quarto era como se a nuvem de Deus a Kavod de Deus descesse naquele lugar e começasse a manifestação da glória de Deus naquele lugar inóspito, vazio ao olhar humano, mas no mundo espiritual cheio da presença de Deus.

(Mateus 8:3) - E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.

A palavra grega utilizada aqui para limpo é katharismos, que tem como origem a palavra katharos:

Katharos é uma palavra grega do Novo Testamento que nos mostra as várias dimensões da pureza cristã. Katharos significa "puro" ou "limpo", aparece 24 vezes no texto no N.T., porém, antes de ser adotada pelo cristianismo, esta palavra já possuía uma rica variedade de significados, os quais estão profundamente relacionados ao mesmo significado que Katharos tem para a fé cristã.

1.     Em sua origem katharos queria dizer simplesmente limpo, livre de mistura impura, sem mancha, imaculado e podia ser usado referindo-se a roupa suja que após ser lavada tornava-se limpa, ou um objeto qualquer que estava sujo que após ser polido, lustrado tornou-se limpo.

2.     Usa-se esta expressão também para o processo de limpar o trigo que era depurado após ter tirado a palha e estar limpo. A pá era o instrumento que usava para lim­par o trigo ou expurgar dele a palha e as sementes ruins. Lançava-se a esse processo de joeira ajoelhado, atirando o trigo e a palha para cima e sacudindo-os de um lado para o outro, ação que separaria um do ou­tro, que limparia o trigo de todas as impurezas.

3.     No sentido figurado também é usado para referir-se a um exército que limpou de suas fileiras soldados descontentes, fracos e covardes, formando um pelotão de elite e lutadores de primeira categoria.

4.     Aparece correntemente na companhia de outro adjetivo grego: akêratos, que se refere ao leite e ao vinho não adulterados, e para o metal que possui autenticidade que não possui a mais ligeira alteração.

5.     No sentido moral refere-se a ser limpo do pecado, sem adulteração, limpo de verdade com genuidade sem deixar manchas.

(Mateus 8:3) - E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.

Jesus vai se utilizar de uma expressão que vem de Katharos que é katharismos, eu expliquei Katharos para você entender katharismos que significa limpeza e purificação completa. O resultado da verbalização profética de Jesus purificou sem deixar manchas, resquícios ou qualquer sinal de impureza a vida interior e exterior daquele leproso. A limpeza do leproso era o mesmo que executar uma restauração do indivíduo para a sociedade israelita (a comunidade do povo de Deus) e na presença do próprio Deus. Portanto, há um grande grau de simbolismo aqui, o que ocorreu na vida daquele leproso é o que iria acontecer na vida do homem após a morte e ressurreição de Jesus.

(Marcos 1:42) - E, tendo ele dito isto,( logo) a lepra desapareceu, e ficou limpo.

A palavra que Marcos usa aqui para "ficou limpo" é katharizo, é a mesma palavra que João usa para falar sobre a purificação que o sangue de Jesus faz em nossas vidas quando aceitamos a Cristo como Salvador.

I João 1:7 - Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. 8 - Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. 9 - Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

Somente Cristo pode nos declarar purificados, somente o poder da sua palavra e dos seu sangue é que pode nos purificar.

O leproso ficou purificado, nós éramos pecadores em Cristo somos purificados.


3.     Jesus o curou imediatamente, logo, no mesmo instante


A Bíblia diz : Imediatamente, Logo , no mesmo instante


Que tremendo, logo pela manhã do dia, quando o sol raiou, este homem era uma criatura que não podia conviver com os homens, era um leproso mais morto do que vivo; agora, este homem, que era cheio de lepras está vendo a sua pele mudar. As manchas começam a sair, os nódulos começam a desaparecer, as feridas começam a se cicatrizarem. Aquele mau cheiro vai se esvoaçando entre a brisa que soprava. Aquele rosto de tristeza começa tomar outra forma, a alegria invade a alma daquele homem.

Tente imaginar a cena comigo, a lepra vai sumindo, milagrosamente algo fenomenal esta acontecendo, não há mais morte agora há vida, pois as células mortas começam a se recuperarem e uma nova pele, uma nova carne vai nascendo, e um novo homem vai surgindo e uma nova história passa a ser escrita.

O leproso era imundo Jesus era santo. Aquele momento era tão nobre, tão especial, era a própria arca que só o sacerdote podia ver uma vez ao ano tocando no leproso. Era o Santo dos Santos que estava ali encarnado em Cristo Jesus, era um momento singular para aquele homem que oferecia a sua vida como sacrifício diante de Jesus. Jesus recebe a sua adoração e agora imagine o fogo do altar queimando o sacrifício daquele homem e curando a sua lepra.

Meu Deus não é possível, eu estou limpo, não tem mais manchas, nódulos, feridas, mau cheiro. Estou limpo.

Deus tem pressa em fazer algo sobrenatural em sua vida, acredite nisso, creia Deus é fiel.

em Cristo

Pr. Ezequiel Barbosa

www.ezequielbarbosa.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário