domingo, 27 de maio de 2012

A cura do paralítico de Cafarnaum - Parte 4

4º - A fama de Jesus, e da chegada do Messias crescia não apenas em Cafarnaum, mas em todos os lugares de Israel.

Marcos 1: 32 - E, tendo chegado a tarde, quando já se estava pondo o sol, trouxeram-lhe todos os que se achavam enfermos, e os endemoninhados. 33 - E toda a cidade se ajuntou à porta.

Marcos 1:39 - E pregava nas sinagogas deles, por toda a Galiléia, e expulsava os demônios.

Marcos 1: 45 - Mas, tendo ele saído, começou a apregoar muitas coisas, e a divulgar o que acontecera; de sorte que Jesus já não podia entrar publicamente na cidade, mas conservava-se fora em lugares desertos; e de todas as partes iam ter com ele.

O que eu fico admirado são os métodos de Jesus agir e trabalhar. Jesus começou a pregar na sinagoga, ganhando a confiança e o respeito do povo judeu, porém ele não se limitou à sinagoga. Pois na sinagoga ele encontrou apenas os judeus professos que tinham toda a liberdade de entrarem na sinagoga, mas ele não veio somente para os judeus professos. Ele veio também para as pessoas que não podiam entrar na sinagoga; para os afastados de Deus, para os enfermos, para os marginalizados. Ele queria pregar para os descrentes, para os pecadores, que não visitavam uma igreja; aquelas pessoas que viviam no mundo abandonados sem esperança. Elas deviam ouvir o evangelho também. Por causa disso Jesus não se limitou à sinagoga, mas pregava também em outros lugares. E um dos lugares que ele se utilizou foi à casa de Cafarnaum.

Já viu notícia de mulher grávida – Fulana esta grávida, como se espalha rapidamente... A rede de informações se alavanca e daqui a pouco todos já sabem da notícia.

Assim aconteceu quando Jesus estava chegando a Cafarnaum...

Olha a narrativa de Marcos

Marcos 2: 1 - E ALGUNS dias depois entrou outra vez em Cafarnaum, e soube-se que estava em casa.

Marcos fez questão e acrescentou a expressão: alguns dias depois, ou seja, depois de algum tempo.

Portanto, depois que entrou Jesus… Onde? Em Cafarnaum,

Logo correu a notícia que ele estava em casa. (Casa de Pedro ou melhor dizendo da sogra de Pedro)

O povo parece estar até na expectativa da chegada de Jesus, parece ter alguém de guarda esperando sua volta, todos estão a postos e não demoram a aparecer quando Jesus chega na cidade. Não é ele quem os procura, mas a multidão procura Jesus, era o cumprimento da palavra de Pedro:

Marcos 1:37 - E, achando-o, lhe disseram: Todos te buscam.

  1. O impacto da sua chegada foi tão grande que povo não foi para a casa, e nem para a Sinagoga, mas queriam estar onde Jesus estava.
  2. As notícias da chegada do (Messias) corriam por todas as partes : Galiléia, Judéia, Samaria
  3. As pessoas saiam de todos os lugares para ver Jesus

Marcos 2:2 - E logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam.

5º - No meio desta multidão estão os fariseus e os doutores da Lei

Lc 5.17 - E aconteceu que, num daqueles dias, estava ensinando, e estavam ali (assentados) fariseus e doutores da lei,

A partir de agora os fariseus e os doutores da Lei começaram a seguir Jesus.

A pregação de Jesus era impactante, os ensinos de Jesus eram celestiais, as ações de Jesus eram arrebatadoras, tudo isto havia se tornado notório. Pessoas de todos os lugares começavam a observá-lo, ele era uma novidade para o povo, um fenômeno para um povo tão sofrido, o Messias tão aguardado.

Mas o que me chama a atenção é que o texto diz que não eram somente pessoas simples e comum que passaram a viajar para conhecer Jesus, agora os fariseus e os doutores da lei passaram a estudá-lo.

Fariseus e mestres da lei haviam chegado de todas as partes, até mesmo de Jerusalém. Com certeza  já havia uma comitiva de fariseus na cidade, uma rede de informantes espalhada em Cafarnaum. Os fariseus e os doutores da lei por mais prestigio que tinham do povo conseguiram lugares prestigiosos dentro da casa, pois o texto diz que eles estavam assentados dentro da casa. Assentados para que? Para apoiar Jesus? Para incentivar Jesus em seu ministério tão profícuo? Não. Eles estavam ali para investigá-lo e observá-lo com máxima atenção.

Para ficar mais claro para os amados vamos entender em um breve relato quem eram os fariseus:

Quem eram os Fariseus?

Origem da palavra

1.   FARISEU: Fariseu nome dado a um grupo de judeus devotos à Lei (a Torá – Os Cinco Livros de
Moisés).
2.   Esta palavra vem da raiz parash que dizer "separar”, "afastar". Assim, o nome prushim ou perushim é
normalmente interpretado como "aqueles que se separaram" do resto da população comum para se
consagrar ao estudo da Torá e das suas tradições.
3.   A palavra Fariseu têm o significado de "separados"; "a verdadeira comunidade de Israel"; “OS santos".

Surgimento

  1. Eles se originaram dois séculos antes de Cristo
  2. Foram os criadores da instituição da SINAGOGA.
  3. Com a destruição de Jerusalém em 70 D.C., cresceu sua influência dentro da comunidade judaica e se tornaram os precursores do JUDAÍSMO RABÍNICO (aquele que tem a autoridade para ensinar a Torá)
Objetivos

Julgavam ser importante o ensino à população das escrituras e das tradições dos pais.  Assim os fariseus voltaram-se para a vida religiosa e estudo da Lei e da Torá, esperando e ensinando sobre a  vinda do Messias e do reino de Deus.


Quem eram os Doutores da Lei? – OS Escribas

  1. Os Escribas eram os intérpretes e os copistas da Lei.
  2. No período de Jesus eram meros formalistas e religiosos como os fariseus.
  3. Uma grande parte dos escribas eram fariseus.
  4. Os escribas de Israel eram os peritos nas questões da lei.
  5. Sem dúvida haviam sido sabiamente incluídos na delegação dos fariseus que havia sido enviada de Jerusalém à Galiléia, a fim de investigar, observar e vigiar Jesus e, se necessário, discutir com ele.

Alguns dos fariseus e doutores da Lei mais eminentes vieram para Cafarnaum

Lc 5.17 - E aconteceu que, num daqueles dias, estava ensinando, e estavam ali (assentados) fariseus e doutores da lei, que tinham vindo de todas as aldeias da Galiléia, e da Judéia, e de Jerusalém. E a virtude do Senhor estava com ele para curar.

O registo de Lucas declara muito claramente que estavam ali reunidos e assentados vários  dos líderes Judaicos oriundos de todo o país (cercanias da Galileia, Judéia, e Jerusalém).

Porque é que todos estes líderes Judaicos de repente têm uma Convenção  Farisaica  em Cafarnaum?

Por que ?  O que Jesus fez?

Jesus curou o Leproso

Esta foi a reação deles ao grande milagre messiânico. Eles sabiam que Jesus tinha curado um leproso.

Logo se Jesus curou o leproso , Jesus é o Messias.

A cura de um leproso era muitíssimo mais que um grandioso milagre, era sinal da chegada do Messias.

6º - Jesus agora passará  a ser analisado

Segundo a lei do Sinédrio, se houvesse qualquer  espécie de movimento messiânico, o Sinédrio deveria investigar a situação em duas fases.

1.     Fase da Observação (conhecê-lo)
2.     Fase da Inquirição (investigá-lo)

7º - O que era o Sinédrio

O SINÉDRIO – OS 70 anciãos + 1 Líder Sacerdotal

O Sinédrio constituía o órgão supremo em matéria:

1.     Legislativa,
2.     Religiosa
3.     Judicial dos judeus

O Grande Sinédrio da época de Jesus incluía um chefe ou príncipe – Anás (sogro), um sumo-sacerdote – Caifás (genro) , e outros 69 integrantes que se sentavam em semi-círculo para tomar as decisões relacionadas aos judeus.


Em Cristo

Pr. Ezequiel Barbosa

@ezequielbarbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário