sexta-feira, 8 de junho de 2012

A cura do paralítico de Cafarnaum - Parte 7

24º - Vamos analisar os Desafios propostos

1.     A DISTÂNCIA

Que distância?

Da casa do paralítico até a casa onde Jesus estava, a Bíblia não menciona que distância era essa.

2.     O PESO DO HOMEM

Esses homens ousaram fazer algo difícil.

Não era fisicamente fácil CARREGAR o paralítico até Jesus.

Qual o peso que este home tinha? Imagine se ele fosse pesado igual alguns queridos irmãos que conheço o trabalho iria ser dobrado.

Sem dúvida, o carregaram por muitas quadras, subindo e descendo muitas ruas antes de chegarem a casa onde Jesus estava.

(Lucas 5:18) - E eis que uns homens transportaram numa cama um homem que estava paralítico, e procuravam fazê-lo entrar e pô-lo diante dele.

  • Transforme as dificuldades em oportunidades de vitória para sua vida

3.     A CASA ESTAVA LOTADA – Não havia espaço

(Marcos 2:2) - E logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam; e
anunciava-lhes a palavra.

Depois de terem caminhado com aquele amigo, ao chegarem na casa imagine a cena:

1.     Casa lotada
2.     Porta da frente obstruída, não tem como entrar
3.     Multidões de pessoas em volta de toda a casa

Vamos desistir? Não.  - Chegamos até aqui vamos até o fim

“No meio do caminho sempre surgem algumas dificuldades”
4.     MULTIDÃO – Como vencer a multidão? A multidão esta na frente

 (Lucas 5:18) - E eis que uns homens transportaram numa cama um homem que estava paralítico, e procuravam fazê-lo entrar e pô-lo diante dele.

A multidão, os obstáculos sempre tentam nos parar : A mulher do fluxo de sangue, Bartimeu o Cego, e outros todos foram pressionados pela multidão.

“A maioria das pessoas não consegue superar os obstáculos e desistem”

  • Não fique parado reclamando da vida , dando desculpas, dizendo que não tem oportunidades
Diante dos obstáculos eu tenho 3 alternativas:

1º - Desmaiar, ficar prostrado, desistir
2º - Correr dele ( mudar de igreja, de cidade, de emprego, de família, abandonar tudo )
3º - Superar

(Jeremias 12:5) - Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, como farás na enchente do Jordão?

Repetidamente procuraram os condutores do paralítico, abrir caminho por entre a multidão, mas em vão.

1.     O paralítico se entristece, se desanima
2.     O tão ESPERADO socorro tão perto estava, E AGORA TÃO LONGE
3.     Eles param, e pensam

Aprenda uma lição com estes homens

1º- Sempre há uma alternativa de Deus, uma porta de escape
2º - Deus sempre tem uma nova estratégia
3º - Deus me chamou para superar os meus limites

(Filipenses 3:13) - Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, (Filipenses 3:14) - Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.
(Isaías 43:18) - Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. (Isaías 43:19) - Eis que faço uma coisa nova
Já cai, já me ralei, me machuquei todo, chega não tem mais jeito
Já tentei pela esquerda, pela direita, por baixo, não deu certo

1.     Quem supera o limite olha para cima

2.     Olha para cima a resposta vem de Deus

(Salmos 121:1) -  LEVANTAREI os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. (Salmos 121:2) - O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.

Seu telhado é plano. À tardezinha, as famílias sentavam-se nos telhados por ser mais fresco. Havia uma escada fora da casa para subir até o telhado. Muitas vezes as casas estavam bem perto uma da outra e dava para andar do telhado de uma casa para os telhados de outras.

Acompanhe estes textos:

Marcos 2:4 - E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava, e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o paralítico.

Lucas 12: 3 - Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado.

Atos 10: 9 - E no dia seguinte, indo eles seu caminho, e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao terraço para orar, quase à hora sexta.

II Reis 4: 10 - Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto junto ao muro, e ali lhe ponhamos uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, para ali se recolherá.

Marcos 13: 15 - E o que estiver sobre o telhado não desça para casa, nem entre a tomar coisa alguma de sua casa;

Segundo Sérgio Schier, as casas eram de formas e tamanhos variados, pois, havia diferença entre classe rica e pobre. Sua estrutura na sua maioria eram simples e pequenas. Os israelitas tinham a sua maior parte de suas atividades ao ar livre, então, a casa para eles era apenas um abrigo, um local para se fazer as refeições e para dormir.  Nos tempos de Jesus, as casas eram comuns, constituídas de apenas um cômodo, com pouquíssimo mobiliário, com quase nenhum adorno. Seus tamanhos, mais ou menos 3,5 mt2, tinham 2 a 3 janelas , e o assoalho era de terra batida. Possuíam uma escada externa que dava acesso a um terraço, que era plano, não havia telhados. Grande parte das atividades, reuniões de família, reuniões sociais, eram realizadas ou no terraço ou nos quintais. Muitas vezes dormiam no terraço, sob o céu estrelado,quando não erguiam uma barraca,sob o terraço, para terem mais privacidade.
Os telhados, ou o terraço eram planos e eram praticamente a sala de estar. Era armado com pesadas vigas de madeira e sobre elas, colocava-se varetas, sendo recobertas com uma massa de barro, misturada com palha picada. A fumaça dos fogões saia pelas janelas, não havia chaminés. Algumas famílias mais ricas colocavam ladrilhos no terraço, para aumentar a resistência. Algumas plantavam grama nele, para protegê-lo da erosão. Apesar de todo o cuidado, recheando com barro, os locais que iam se abrindo em erosão, não conseguiam evitar as goteiras nas suas cabeças, quando dentro de casa comiam e dormiam. PV. 19:13,diz: ruína é para o pai o filho insensato ,e um gotejar contínuo a mulher rixosa.
Havia diversos afazeres nos telhados por isso ser tão importante na cultura judaica. Nas tardes quentes, as mulheres, preparavam pão, teciam fazendas, faziam secagem do linho, ou de frutas, como figo, tâmara  ou catando cereais , ou, ainda estender  as roupas lavadas. Um texto bíblico: em AT.10:9, onde Pedro foi orar no terraço. Dali também faziam comunicações especiais, enunciada em voz alta e eram ouvidas em todo o bairro –MT.10:27 – LC.12:3-“O que vos digo no escuro, dizei-o na luz,e ,o que escutais ao ouvido,pregai-o sobre os telhados”, isto é terraços. Então era muito diversas  as atividades ,e,o fluxo de pessoas nos terraços, por isso , a lei mosaica dispunha que se construíssem neles parapeitos,que era geralmente gradeados de madeira. DT.22:8-“Quando construíres uma casa nova, farás um parapeito ao redor do terraço, para que não tragas sangue sobre a tua casa, se alguém cair dela.”
Naquele tempo era muito raras construções de dois pavimentos. Embora fosse muito comum fazerem pequenos cômodos no telhado, quarto de hóspedes ou como casa de veraneio, ou ainda quarto para oração  MT 6:6 “Más tu quando orares,entra no teu aposento(quarto) fecha a porta ,no secreto. Foi num destes aposentos que, Jesus reuniu-se com os apóstolos e discípulos para celebrar a páscoa  LC.22:11-12. Os aposentos eram nos terraços ,locais maiores. Mobiliado,espaçoso,o qual com certeza pertencia  a um discípulo  mais abastado. Fazia-se também nos terraços,por ocasião da festa dos Tabernáculos,as cabanas rústicas como parte das comemorações da festa. Essas cabanas, eram semelhantes às que os plantadores erguiam nos campos. ÊX.23:16 – DT.16:13.
Quanto as casas interligadas, os telhados eram unidos uns aos outros, formando passarelas. Chamavam  ruas de telhados ,e muitas vezes ,pessoas utilizavam como uma via de trânsito. Jesus cita em MT. 24:17, que quem estiver no telhado no dia do juízo,não deverá descer para pegar nada em casa,isto é: não perder tempo com as coisas ,pertences,não ir buscá-los.

1.     Havia uma escada fora da casa que dava acesso ao terraço
2.     Eles subiram por esta escada

Qual era a porta QUE DEUS IRIA ABRIR? Uma escada que levava ao topo da casa

A mesma escada que levou Jacó a Deus

(Gênesis 28:12) -  E sonhou: e eis uma escada posta na terra, cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela;

Desde quando anjo precisa de escada para subir?

Mas Jacó tinha que entender que é de degrau em degrau

“Não é de elevador, tem que subir de escada”    - Você vai chegar no topo , de degrau em degrau

25º - Eles eram determinados, tinham um propósito, levar o amigo até Cristo.

(Lucas 5:19) - E, não achando por onde o pudessem levar, por causa da multidão, subiram ao telhado, e por entre as telhas o baixaram com a cama, até ao meio, diante de Jesus. (Marcos 2:4) - E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava, e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o paralítico.

Os telhados, ou o terraço eram planos e eram praticamente a sala de estar. Era armado com pesadas vigas de madeira e sobre elas, colocava-se varetas, sendo recobertas com uma massa de barro, misturada com palha picada.

1.     Eles arriscaram ser repreendidos não só pelo dono da casa, como também por todos os presentes daquela reunião. (Ofensas, vaias, zombarias)
2.     Eles não se importaram com o prejuízo que teriam (Quanto vai ficar o telhado?)
3.     Eles trabalharam em equipe para abrir o buraco (Eu + você + você)
4.     O que importava era levar o amigo a Cristo

O que nós teríamos feito: Ih não dá para entrar; vamos fazer um recesso; vamos desistir

É difícil, não dá, não tem jeito.

Preste atenção nesta história e veja se ela não se repete

Esta é uma estória sobre quatro pessoas:

  1. Todo Mundo
  2. Alguém
  3. Qualquer Um
  4. Ninguém
Havia um importante trabalho a ser feito, e Todo Mundo tinha certeza que Alguém o faria. Qualquer Um poderia ter feito, mas Ninguém o fez. Alguém zangou-se porque este era um trabalho para Todo Mundo. Todo Mundo pensou que Qualquer um poderia faze-lo, mas Ninguém imaginou que Todo Mundo deixaria de faze-lo.

Ao final, Todo Mundo culpou Alguém quando Ninguém fez o que Qualquer Um poderia ter feito

Em Cristo

Pr. Ezequiel Barbosa

@ezequielbarbosa

Um comentário:

  1. muito bom pastor,vou usar na minha igreja, excelente estudo...

    ResponderExcluir