segunda-feira, 31 de outubro de 2011

OS MILAGRES DE JESUS

 
O ministério de Jesus era tríplice

  1. Ensinava
  2. Pregava
  3. Curava
(Mateus 4:23) - E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. (Mateus 4:24) - E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. (Mateus 4:25) - E seguia-o uma grande multidão da Galiléia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia, e de além do Jordão.

(Mateus 9:35) - E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

Curava

  1. Doenças; enfermidades; físicas
  2. Doenças; aflições na alma
  3. Libertação dos atormentados pelos demônios
Jesus obteve um ministério poderoso e extensivo que lhe deu uma grande popularidade em Isarel e nas cidades circuvizinhas.

(Marcos 1:22) - E maravilharam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas.

(Marcos 1:28) - E logo correu a sua fama por toda a província da Galiléia.

(Lucas 4:37) - E a sua fama divulgava-se por todos os lugares, em redor daquela comarca.

(Lucas 5:15) - A sua fama, porém, se propagava ainda mais, e ajuntava-se muita gente para o ouvir e para ser por ele curada das suas enfermidades.

(Lucas 5:26) - E todos ficaram maravilhados, e glorificaram a Deus; e ficaram cheios de temor, dizendo: Hoje vimos prodígios.

(Lucas 6:19) - E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque saía dele virtude, e curava a todos.

(Lucas 8:1) - E ACONTECEU, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele, (Lucas 8:2) - E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios;
(Lucas 8:3) - E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.

(João 12:9) - E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de Jesus, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos. (João 12:10) - E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro; (João 12:11) - Porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em Jesus.

Os milagres que se espalhavam por Israel levavam o povo a crer em Jesus

Durante seu ministério, Jesus operou vários milagres, mostrando assim seu poder sobre a doença, a natureza e até mesmo sobre a morte.

Os Milagres de Jesus – A Bíblia apresenta 35 milagres. Se considerarmos como alguns teólogos a ressureição e a ascensão então serão 37 catalogados.

Sem dúvida alguma, os milagres relatados na Bíblia não representam a totalidade de maravilhas que Jesus realizou durante seus 3 anos e meio de pregação do Reino de Deus.

A Bíblia diz que Jesus operou diversos milagres que não foram registrados, os que foram registrados são apenas para nutrir a nossa fé.

(João 20:30) - Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. (João 20:31) - Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

(João 21:25) - Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.

O MILAGRES CATALOGADOS PELA BÍBLIA EM ORDEM DE ACONTECIMENTO

Jesus operou milagres de ordem:

Física, mental, espiritual e financeira.

Jesus é completo

O que é milagre?

1.    Milagre é  aquilo que está além das possibilidades humanas.
2.    Milagre é a manifestação da onipotência de Deus em nossas vidas
3.    Milagre é o sobrenatural agindo naquilo que é natural
4.    Milagre é a interferência da lei divina nas leis naturais
5.    Milagre  é um evento extraordinário que não obedece à ordem natural nas coisas em que se dá
6.    Milagre é algo extraordinário que ninguém explica
7.    Milagre não se explica, se acredita e aceita : ou cremos ou não cremos nele.

Milagre vem do latim miraculum.

Na Antigüidade clássica era um fato excepcional ou inexplicável, um fato maravilhoso ou extraordinário que suscita admiração, considerado como sinal e manifestação de uma vontade divina.

Geralmente três conjuntos de termos para falar de milagres:
• Sinal - No hebraico a palavra é ´ôth (sinal, marca, indício, prova) e no grego é sêmeion (sinal sobrenatural ; uma prova). Significa algo que aponta ou indica outra coisa.
• Prodígio. No hebraico é môpheth (maravilha, milagre, feito) e no grego teras (maravilha ; coisa portentosa). Indica um acontecimento que deixa as pessoas assombradas ou maravilhadas.
• Milagre ou poder miraculoso. No hebraico a palavra é gebûrah (poder) e no grego é dynamis (poder ; poder maravilhoso). Revela o poder divino que opera o milagre.
Vejamos alguns propóstitos dos milagres realizados por Cristo:
I – Manifestar a Sua Glória (Jo 2.11)
Veja Jo 2.11: Jesus principiou seus sinais em Caná da Galileia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.
Segundo o dicionário da Bíblia de Estudo Almeida, a Glória é: auto-revelação da santidade, pureza e natureza de Deus (Sl 24.10). A nuvem luminosa (xequiná) que apareceu na tenda da congregação e no templo, no AT, manifestava a glória de Deus (Ex 15.11; 16.10; Nm 14.10; 16.19), a presença ativa de Deus para salvar o seu povo. No NT, a glória de Deus se manifesta em Jesus, Filho de Deus encarnado (Jo 1.14), e, particularmente, na sua morte, ressurreição e ascensão (Jo17.1; Hb 1.3).
A Glória de Deus é eterna; diferentemente do homem que é efêmera e passageira (Is 40.5-8); e uma das formas de Jesus manifestar a Glória de Deus que estava nele foi as realizações dos milagres (Jo 11.40).
II – Os milagres foram sinais de que o Messias havia chegado
Veja Is 35.5, 6; Is 61.1 e 2 e Lc 4.16-21 e compare com a resposta que Jesus enviou a João Batista, mostrando assim que os milagres que ele realizava atestavam que o Messias havia chegado (Mt 11.5). Observe como Mateus associa as realizações dos milagres realizados por Cristo como cumprimento do capítulo messiânico de Isaías 53. Compare Is 53.5 e Mt 8.16 e 17. Depois de ter acalmado a tempestade, os discípulos ficaram estupefatos com o domínio que Jesus tinha sobre a natureza. “Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”, perguntaram os discípulos. (Mt 8.27). Depois da multiplicação dos pães e peixes muitos da multidão reconheceram que Jesus era o profeta prometido por Moisés (Jo 6.14; Dt 18.15).
III – Os milagres de Jesus apontavam para o fato que ele tem poder para perdoar pecados.
Tal verdade fica clara quando Jesus cura o paralítico de Cafarnaum. Jesus diz que, para mostrar que tinha autoridade para perdoar pecado, curaria o paralítico (Mc 2. 10 e 11). Aliás, este milagre mostra claramente que a maior necessidade do homem não é a solução dos seus problemas ou a cura de uma enfermidade, mas sim o seu relacionamento com Deus, onde o pecado é o principal obstáculo (Rm 3.23), depois de todo o esforço dos amigos do paralítico em levá-lo a Cristo. Jesus prioriza primeiramente o perdão dos pecados do paralítico, para depois curá-lo. Quantos querem uma cura física sem antes resolver o problema do pecado? O problema do pecado só é resolvido com a fé em Jesus como Salvador e Senhor.
IV – Os milagres mostram a divindade de Cristo
João escreve acerca dos milagres que ele mesmo narra: Estes, porém, foram escritos para que creais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome (Jo 21.31). Os evangelhos mostram 35 milagres específicos de Cristo, João escolheu apenas sete dos muitos milagres que Jesus operou. Vejamos os sete:
1. A transformação da água em vinho (Jo 2.1-11)
Mostra Jesus como o Senhor da qualidade. Tudo que ele faz supera as nossas expectativas. Seu poder transformador gera em nos uma verdadeira alegria que não se compara com nada que o mundo e a religião possa oferecer.
2. A cura do filho do oficial (Jo 4:46-54)
Jesus é O Senhor que vence as distâncias. O seu poder não está restrito a locais. A sua Palavra tem um longo alcance.
3. O paralítico do tanque de Betesda (Jo 5.1-9)
Jesus é O Senhor da misericórdia, que alcança os esquecidos e solitários vencidos pelo tempo.
4. A multiplicação dos pães e peixes (Jo 6.6-13)
Jesus é O Senhor da provisão que do escasso promove a multiplicação.
5. Jesus anda sobre as águas (Jo 6.19-21)
Jesus está acima das circunstâncias. É aquele que anda por terrenos inseguros e apazigua o vento contrário.
6. A Ressurreição de Lázaro (Jo 11.1-44).
Jesus é o Senhor da vida que nunca teve e nunca terá fobia da morte, pois ele venceu a morte, e com Jesus a morte já não existe, porque aquele que nele crê, ainda que esteja morto, viverá. A vida que ele nos dá é livre das faixas que nos impedem de caminhar livremente.
7. A Grande Pesca (Jo 21.1-8).
Jesus é o Senhor da produtividade que pode suprir, quando todo o nosso esforço é improdutivo. Quando lutamos e nada conseguimos, se ele mandar conseguiremos sob o poder de sua Palavra.
Os milagres, no evangelho de João, são designados como “sinais”, e, em outra parte do NT, a palavra para “milagre” é regularmente ligada com o vocábulo que designa “sinal”. Isto nos ensina que os milagres não designam simplesmente a capacidade de Jesus fazer maravilhas, mas sim o messiado de Cristo. O objetivo do ministério de Cristo não era realizar milagres e sim buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19.10). Como observamos na cura do filho do oficial à distância, Jesus não quer que a fé nele se baseie nos sinais, mas sim naquilo que ele é: Deus, o caminho, a verdade e a vida (Jo 20.31 e 14.6).
João escreveu estes milagres com o propósito de evidenciar a divindade de Cristo, e, uma vez isto crido, a pessoa teria a vida eterna.
Percebemos que os milagres realizados por Cristo não eram um fim em si mesmo, mas tinham um propósito maior de manifestar sua glória; mostrar que ele era o Messias, que ele tinha autoridade para perdoar pecados e para ser crido como Deus.

OS MILAGRES DE JESUS
 
 01- Transformação de Água em Vinho - João 2.1-11

02 - Cura do filho do Oficial - João 4.46-54

03 - Cura do paralítico de Betesda - João 5.1-9

04 - Primeira Pesca - Lucas 5.1-11

05 - Libertação do Endemoninhado - Marcos 1.23-28; Lucas 4.31-36

06 - Cura da sogra de Pedro - Mateus 8.14,15; Marcos 1.29-31; Lucas 4.38,39

07 - Purificação do leproso - Mateus 8.2-4; Marcos 1.40-45; Lucas 5.12-16

08 - Cura do paralítico - Mateus 9.2-8; Marcos 2.3-12; Lucas 5.18-26

09 - Cura da mão ressequida - Mateus 12.9-13; Marcos 3.1-5; Lucas 6.6-10

10 - Cura do criado do centurião  - Mateus 8.5-13; Lucas 7.1-10

11 - Ressurreição do filho da viúva de Naim - Lucas 7.11-15

12 - Cura de um endemoninhado mudo - Mateus 12.22 e Lucas 11.14

13 - Acalma a tempestade - Mateus 8.18,23-27; Marcos 4.35-41; Lucas 8.22-25

14 - Cura do endemoninhado geraseno - Mateus 8.28-33; Marcos 5.1-14; Lucas 8.26-39

15 - Cura da mulher enferma - Mateus 9.20-22; Marcos 5.25-34; Lucas 8.43-48

16 - Ressurreição da filha de Jairo - Mateus 9.18, 23-26; Marcos 5.22-24, 35-43; Lucas 8.41,42,49-56

17 - Cura de dois cegos - Mateus 9.27-31

18 - Cura do mudo endemoninhado - Mateus 9.32,33

19 - Primeira multiplicação de pães - Mateus 14.14-21; Marcos 6.34-44; Lucas 9.12-17; João 6.5-13

20 - Anda sobre as águas - Mateus 14.24-33; Marcos 6.45-52; João 6.16-21

21 - Cura da filha da Cananéia - Mateus 15.21-28; Marcos 7.24-30

22 - Cura de um surdo e gago - Marcos 7.31-37

23 - Segunda multiplicação de pães - Mateus 15.32-39; Marcos 8.1-9

24 - Cura do cego de Betsaida - Marcos 8.22-26

25 - Cura do jovem possesso - Mateus 17.14-18; Marcos 9.14-29; Lucas 9.38-42

26 - Pagamento do Imposto - Mateus 17.24-27

27 - Cura de um cego de nascença - João 9.1-7

28 - Cura de uma mulher enferma - Lucas 13.10-17

29 - Cura de um hidrópico  -
Lucas 14.1-6

30 - Ressurreição de Lázaro - João 11.17-44

31 - Cura dos leprosos - Lucas 17.11-19

32 - Cura do cego Bartimeu - Mateus 20.29-34; Marcos 10.46-52; Lucas 18.35-43

33 - A figueira é amaldiçoada - Mateus 21.18,19; Marcos 11.12-14

34 - Restauração da orelha de Malco - Lucas 22.49-51; João 18.10

35 - Segunda grande pesca - João 21.1-11

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Da 1ª a 4ª TROMBETA DO APOCALIPSE



PRIMEIRA TROMBETA

(Apocalipse 8:7) - E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada.

1.     O primeiro flagelo, é de saraiva e de fogo misturado com sangue,

Saraiva – chuva de pedras

(Apocalipse 11:19) - E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.

(Apocalipse 16:21) - E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento ( 50 quilos cada ); e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande.

Mistura Sangue e fogo

(Êxodo 9:22) - Então disse o SENHOR a Moisés: Estende a tua mão para o céu, e haverá saraiva em toda a terra do Egito, sobre os homens e sobre o gado, e sobre toda a erva do campo, na terra do Egito.
(Êxodo 9:23) - E Moisés estendeu a sua vara para o céu, e o SENHOR deu trovões e saraiva, e fogo corria pela terra; e o SENHOR fez chover saraiva sobre a terra do Egito. (Êxodo 9:24) - E havia saraiva, e fogo misturado entre a saraiva, tão grave, qual nunca houve em toda a terra do Egito desde que veio a ser uma nação.

(Joel 2:30) - E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça.

Resultados da Saraiva

2.     1/3 dos alimentos são destruídos - Terça parte da terra, árvores e ervas verdes foram queimadas.

3.     Uma grande fome virá sobre a terra pior que a de Apoc. 6 : 6

 (Apocalipse 6:6) - E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho.

Ficará escasso a alimentação que em Ap no toque da 5ª trombeta os gafanhotos foram proibidos de comer a erva verde.

(Apocalipse 9:4) - E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o sinal de Deus.

SEGUNDA TROMBETA

(Apocalipse 8:8) - E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. (Apocalipse 8:9) - E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus.

O segundo anjo toca a segunda trombeta, que vem como resultado de:

1.     Talvez um grande meteoro ardendo em chamas que se atira ao mar,
2.     destruindo um terço das embarcações e matando um terço dos animais marítimos.

1/3 das águas dos mares apodrecem
1/3 das criaturas marítimas morrem
1/3 dos navios e embarcações naufragam

TERCEIRA TROMBETA

(Apocalipse 8:10) - E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. (Apocalipse 8:11) - E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas.

O absinto é uma planta de sabor amargo e aspecto delgado, com folhas verde-cinza e pequenas flores amarelas. Se misturado com álcool ou tomado em doses elevadas pode causar alucinações.

1º as águas dos mares apodrecem , agora 1/3 das águas doce ( rios, fontes, ribeiros – não tem água para beber ) elas apodrecem.

A sede se intensifica, é mais um cumprimento da profecia de Isaías

(Isaías 19:5) - E secarão as águas do mar, e o rio se esgotará e ressequirá. (Isaías 19:6) - Também os rios exalarão mau cheiro e se esgotarão e secarão os canais do Egito; as canas e os juncos murcharão. (Isaías 19:7) - A relva junto ao rio, junto às ribanceiras dos rios, e tudo o que foi semeado junto ao rio, secará, será arrancado e não subsistirá. (Isaías 19:8) - E os pescadores gemerão, e suspirarão todos os que lançam anzol ao rio, e os que estendem rede sobre as águas desfalecerão.

QUARTA TROMBETA  - Ai! ai! ai! – Os 3 ais de Deus

Faltam 3 trombetas a tocar - O que virá nas últimas três trombetas (nos capítulos 9, 10 e 11), será ainda mais aterrorizante do que as aflições que já passaram.

A palavra “ai” demonstra dor ou lamento. Repetida três vezes, sugere dor extrema, um pré-anuncio dos castigos mais severos por vir. Novamente, a mensagem se aplica às pessoas na terra.

(Apocalipse 8:12) - E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite. (Apocalipse 8:13) - E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz: Ai! ai! ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar.

Sol, lua e estrelas escurecerão
Serão dias sombrios, úmidos e nublados

(Lucas 21:25)-   E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. (Lucas 21:26) - Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas.

Está começando a ira divina contra o pecado e todos os que se voltou contra Deus

Continua ...

Pr. Ezequiel Barbosa

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A SEGUNDA PARTE DA GRANDE TRIBULAÇÃO



A SEGUNDA PARTE DA GRANDE TRIBULAÇÃO  

1.     Israel e invadida pelo anticristo Apocalipse 12:6
2.     O Anticristo no templo em Jerusalém II Tess. 2:3-4 Daniel 9:27 S. João 5:43 Isaías 28:15-18
3.     As duas bestas ( O falso profeta e anticristo ) Apocalipse 13
4.     As sete pragas Apocalipse 15 e 16
5.     A Batalha do Armagedom (as nações contra Israel ) Zacarias 14:12-13 Apoc. 19:19
6.     O espírito do demônio controlando os reis da terra Apocalipse 16:13 e 14
7.     Os reis do oriente marcham rumo a Israel Apoc. 16:12 e 16
8.     Uma chuva de meteoros de até 34 quilos cada Apoc. 16:21 (um talento eqüivale a 34 kg ) S. Mat.24:29
9.     As sete trombetas do juízo de Deus. Apocalipse 8:2 a 12 - 9:1 a 13 - 11:15
10.  A volta de Cristo com seus santos para livrar Israel Ap. 19:11-26, 1:7, S. Judas 1:14 , S. Mat. 24:30-31
Os últimos 3 anos e meio

O primeiro grande evento, deste segundo período, é a batalha entre Miguel e seus anjos e Satanás e seus anjos. Nesta batalha Satanás não prevalece e é juntamente com seus anjos arremessado na Terra, onde o Anticristo estará rompendo o tratado com Israel:

"E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; (8) mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. (9) E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele." (Apocalipse 12:7-9)

"E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador." (Daniel 9:27)

Neste ponto o Anticristo requererá louvores e adoração a si mesmo, e o Falso Profeta (a segunda besta) estará operando grandes sinais e prodígios, e forçará todos a adorarem ao Anticristo (a primeira besta):

"O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus." (II Tessalonicenses 2:4)

"E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. (8) E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo." (Apocalipse 13:7-8)

"E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. (12) E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. (13) E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens." (Apocalipse 13:11-13)

Mas, em meio a este quadro, grandes multidões serão salvas dentre aqueles que não haviam ouvido a mensagem do evangelho durante a dispensação da graça, sendo estes, entretanto, martirizados quase que imediatamente por sua fé:

"E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. (11) E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; (12) para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade." (II Tessalonicenses 2:10-12)

"Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos... (14) ...Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro." (Apocalipse 7:9,14)

"...E foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram." (Apocalipse 6:11)

Como a Igreja de Cristo não estará mais na Terra, Deus providenciará os meios para que o evangelho ainda seja pregado a toda nação, e raça, e língua, durante este tempo (A igreja falhou em sua tarefa?):
"E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel." (Apocalipse 7:4)

"E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. (4) Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. (5) E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus." (Apocalipse 14:3-5)

"E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo. (7) Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas." (Apocalipse 14:6-7)

"E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco." (Apocalipse 11:3)

O império político criado neste período será como que uma reimplantação do Império Romano (o quarto reino de Daniel 2), em uma forma ainda mais cruel e autocrática:

"E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiuça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços." (Daniel 2:40)

"Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres." (Daniel 7:7)

Este império terá um sistema econômico centralizado, sendo o dinheiro substituído por um sistema que somente permitirá a compra e a venda de bens e alimentos através de transações eletrônicas utilizando-se, como registro de identificação, provavelmente, um chip de computador implantado na mão, ou a identificação facial, tecnologias estas que já estão em uso em instalações mais sofisticadas, e em pleno desenvolvimento e aperfeiçoamento:

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, (17) para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome." (Apocalipse 13:16-17)

Será criado um grande empório comercial, a Babilônia (literalmente no Iraque? Nova Iorque? Estados Unidos?), o qual será destruído em um ataque com a duração de uma hora (ou 15 dias se for hora profética):

"Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo... (19) E lançaram pó sobre as suas cabeças, e clamaram, chorando, e lamentando, e dizendo: Ai, ai daquela grande cidade! na qual todos os que tinham naus no mar se enriqueceram em razão da sua opulência; porque numa hora foi assolada." (Apocalipse 18:10,19)

Ocorrerá durante este período a perda de grandes fortunas:
"Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir. (2) As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça. (3) O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias. (4) Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos." (Tiago 5:1-4)

Os sofrimentos destes últimos anos, descritos pelos selos, pelas trombetas e pelas taças do Apocalipse, serão enormes.

Ao final o Anticristo e seu exército cercarão a Jerusalém para a destruir, o que parecerá ser inevitável:
"Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será extirpado da cidade. (3) E o SENHOR sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou, sim, no dia da batalha." (Zacarias 14:2-3)

Mas, o Senhor, a esta hora, voltará e destruirá todos os Seus inimigos na batalha do Armagedom:

"Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso." (Apocalipse 16:14)

"E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. (17) E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito." (Apocalipse 16:16-17)

"E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército. (20) E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. (21) E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes." (Apocalipse 19:19-21)

"E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios." (Apocalipse 14:20)

Fazendo as contas com base neste último versículo, temos que um estádio pela medida israelita tem 178 metros, e considerando a altura dos freios de um cavalo como de aproximadamente 1,5 metro: 178 x 1.600 x 1,5 = 427.200 m3 de sangue humano.

Como em cada metro cúbico existem 1000 litros, e num homem adulto existem em média 5,6 litros de sangue, temos: 427.200 x 1000 / 5,6 = 76.285.714 soldados  76 milhões de soldados !!!

Após isto todo o Israel em uníssono se arrependerá:

"Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. (26) E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades." (Romanos 11:25-26)

"E acontecerá naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém; (10) mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito. (11) Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido. (12) E a terra pranteará, cada família à parte: a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; e a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte; (13) a família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família de Simei à parte, e suas mulheres à parte. (14) Todas as mais famílias remanescentes, cada família à parte, e suas mulheres à parte." (Zacarias 12:10-14)

AS 7 TROMBETAS DO APOCALIPSE

 



7º SELO: SILÊNCIO NO CÉU, Houve silêncio no céu cerca de meia hora: este selo abre com silêncio.

1.     Após a descrição da Visão do Livro e dos Selos, estudados na lição anterior, o Apóstolo João, exilado na ilha de Patmos, assiste a uma visão dramática, formada por uma seqüência de atos ou cenas.
2.     O Capítulo 8, se inicia com o Cordeiro abrindo o sétimo e último selo, que lacrava um livro (um rolo). Quando isso ocorre, há um grande silêncio e surgem sete anjos com sete trombetas.
3.     Um outro anjo lança uma mistura de incenso, orações e fogo, que se espalha pela terra.
4.     Este momento parece-nos dizer que Deus ouve as ferventes orações do seu povo em luta e aflição, e exercitará o seu juízo contra os seus inimigos.
5.      "Então, os sete anjos, que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar".

(Apocalipse 8:1) -  E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.

1.     SILÊNCIO DE REVERÊNCIA, EXPECTATIVA E ORAÇÃO
2.     AGUARDANDO O QUE AINDA ESTÁ POR VIR.

Nenhum ser vivente fala. Não se ouve o clamor das almas dos mártires. Não há nenhum terremoto

Moisés, em um de seus discursos finais a Israel, disse:

(Deuteronômio 27:9-10).  “Guarda silêncio e ouve, ó Israel! Hoje, vieste a ser povo do SENHOR, teu Deus. Portanto, obedecerás à voz do SENHOR, teu Deus, e lhe cumprirás os mandamentos e os estatutos que hoje te ordeno”

O silêncio diante de sofrimento reflete a confiança em Deus:

“Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio” (Lamentações 3:26).

As trombetas

As trombetas são instrumentos musicais que tinham o cunho de serem usadas em ocasiões marciais (guerras) e espirituais (festas sagradas). Sempre marcavam eventos, momentos de guerra e atitudes de combate – Jz 3:27

  1. No capítulo 8 quando Jesus abriu o último selo (revelação de fatos que se sucederiam), foram dadas 07 trombetas para que marcassem o início de eventos que viriam afligir as pessoas na terra.
  2. Junto com o incenso, subiram as orações dos santos para que as trombetas tocassem.
  3. Nesta campanha nossas orações e palavras subirão ao altar de Deus e os anjos tocarão as trombetas.

As sete trombetas vão anunciar guerras divinas contra os ímpios.

(Apocalipse 8:1) - E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. (Apocalipse 8:2) - E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas. (Apocalipse 8:3) - E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. (Apocalipse 8:4) - E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus. (Apocalipse 8:5) - E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e terremotos. (Apocalipse 8:6) - E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las. (Apocalipse 8:7) - E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada.

AS SETE TROMBETAS

(Apocalipse 8:2) - E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas.
8:3 – Veio outro anjo e ficou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que se acha diante do trono;

Outro anjo ... ficou de pé junto ao altar: O altar de incenso, que ficava diante do trono de Deus.

Incensário de ouro, ... muito incenso ... orações de todos os santos:

Este anjo age como se fosse um sacerdote levando o incenso e as orações ao trono do Senhor.

Foi uma das responsabilidades importantes dos sacerdotes levitas no Velho Testamento (Êxodo 30:7-9).

8:4 – e da mão do anjo subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos.
Subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos:

Davi falou para o Senhor: “Suba à tua presença a minha oração, como incenso” (Salmo 141:2).

As taças de incenso representam as orações dos santos (5:8).

O anjo entrega as orações, que sobem à presença de Deus.

8:5 – E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto.

O anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra:

O incensário servia para levar as petições dos santos ao Senhor. Agora, serve também para trazer uma resposta divina! Porque?os santos pedem Justiça .

Se os santos pedem justiça (6:10), é justiça que verão!

(Apocalipse 6:10) - E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

O anjo enche o incensário do fogo do altar e o atira à terra.

Encontramos uma cena semelhante em Isaías 6, onde um serafim tira uma brasa do altar para purificar o profeta (Isaías 6:6-7).

A purificação que segue no Apocalipse vem por meio do castigo dos ímpios.

E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto:

Os servos aguardam em silêncio, e Deus responde com trovões, vozes, relâmpagos e terremoto! Asafe escreveu:

(Salmos 50:3) - Virá o nosso Deus, e não se calará; um fogo se irá consumindo diante dele, e haverá grande tormenta ao redor dele. (Salmos 50:4) - Chamará os céus lá do alto, e a terra, para julgar o seu povo. (Salmos 50:5) - Ajuntai-me os meus santos, aqueles que fizeram comigo uma aliança com sacrifícios. (Salmos 50:6) - E os céus anunciarão a sua justiça; pois Deus mesmo é o Juiz. (Selá.) (Salmos 50:7) - Ouve, povo meu, e eu falarei; ó Israel, e eu protestarei contra ti: Sou Deus, sou o teu Deus.

(Apocalipse 8:6) - E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las.

O soar de cada uma das quatro primeiras trombetas está associado a um flagelo ligado à devastação da Natureza

ABERTURA DO 5º SELO / HAVERÁ SALVAÇÃO NA GRANDE TRIBULAÇÃO? / O ESPÍRITO SANTO VAI FICAR NA TERRA? / OS 144 MIL E O ERRO RUSSELISTA





Juízos de Deus caindo sobre a terra: sete selos, sete trombetas, sete taças

5º SELO: VISÃO DOS MÁRTIRES CLAMANDO POR JUSTIÇA. ( palavra de conforto)

1.     Multiplicação do número de mártires,
2.     Crentes deixados no arrebatamento por estarem desviados

Haverá salvação na GRANDE TRIBULAÇÃO ? sim haverá


Quando se estuda a Grande Tribulação, esta pergunta é inevitável

O livro do Apocalipse mostra dois grupos distintos :

Os israelitas e os gentios (Ap 7.4-14).

  1. Apesar da oposição do Anticristo, a Bíblia continuará a ser divulgada em escala mundial; evidentemente com a perseguição do anticristo que procurará queimar todas as bíblias que existem em sua época.
  2. Enganam-se, portanto, os que afirmam que, após o arrebatamento da Igreja, as Sagradas Escrituras perderão a sua inspiração sobrenatural e única. Tal ensinamento não conta com qualquer respaldo bíblico. Afirma o profeta Isaías: “Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso DEUS subsiste eternamente” (Is 40.8).
  3.  É importante termos em mente que, aqueles que sobram do Arrebatamento, são os que não aceitaram a Jesus como Senhor e Salvador pessoal, E AQUELES QUE SE DESVIARAMDeus dará esta segunda chance mesmo durante a Grande Tribulação, porque é do desejo dele que todos se salvem, mas Deus não pode forçar alguém a aceitá-lo. Lembremos que Deus nos dá o livre arbítrio para tudo na nossa vida, inclusive para aceitá-lo ou não.

          A única maneira de se salvar

(Apocalipse 6:9) - E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

1.     A palavra “altar”, na Bíblia e no Apocalipse, refere-se tanto ao altar de incenso; como ao altar de holocaustos ou sacrifícios.
2.     Altar é onde nos aproximamos de Deus mediante as orações e sacrifícios
3.       No céu tem um templo e que o modelo foi copiado para a terra
4.       ( Ex 25.9; 40; Nm8.4 ; Is 6; Heb 9.11 ; Ap 11. 12. )
5.     O céu é lugar santo onde a adoração a Deus é suprema
6.      Tudo aqui sugere o altar de sacrifício, pois a cena é dos sacrifícios feitos pelos mártires que deram suas vidas pela palavra do Senhor.
7.      Quando os sacerdotes realizavam os sacrifícios pelo pecado, derramavam o sangue do animal à base do altar (Levítico 4:7,18,30)
8.      Estes estão clamando por justiça divina
9.      A vida ou o sangue dos cristãos que tinham sido sacrificados pelos perseguidores estava na base do altar celestial de Deus
10.  O sangue injustamente derramado clama por justiça (veja Gênesis 4:10).
11.  Desde Caim, as perseguições, a inquisição, os ficaram no arrebatamento

Motivo destas mortes

  1. Por causa da palavra de Deus 
  2. Por causa do testemunho que sustentavam:

Foi pelo mesmo motivo que João estava na ilha de Patmos (1:9).
Jesus pediu que os seus servos fossem fiéis até a morte (2:10), e alguns, como Antipas (2:13) já foram mortos por causa do testemunho.

Este selo mostra que outros morreram, e que as mortes de mártires ainda não haviam acabado.

(Apocalipse 6:10) - E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

1.     Clamaram em grande voz: Não um sussurro tímido e duvidoso, mas um pedido feito em alta voz, a voz de um grande número de mártires pedindo a vingança divina.
2.      Até quando: Esta pergunta aparece dezenas de vezes na Bíblia, sempre pedindo uma decisão ativa.

Cristãos perseguidos, especialmente aqueles que sacrificaram suas vidas ao serviço do Senhor, estão pedindo justiça. Foram suas mortes em vão? Certamente que não.

(Deuteronômio 32:43) - “Louvai, ó nações, o seu povo, porque o SENHOR vingará o sangue dos seus servos, tomará vingança dos seus adversários e fará expiação pela terra do seu povo”

  1. (14:20). O anjo vingador de Deus derramou o sangue dos inimigos dos santos
  2. (16:4-7). A terceira taça representava a vingança contra aqueles que tinham matado os profetas
  3. (18:20,24; 19:2). Deus vingou a causa dos santos no julgamento contra Babilônia

(Apocalipse 6:11) - E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.

Esperem! O Deus Soberano está no controle, mas ainda não satisfaria o pedido dos mártires.

(Êxodo 3:7) - E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores. (Êxodo 3:8) - Portanto desci para livrá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir daquela terra, a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel; ao lugar do cananeu, e do heteu, e do amorreu, e do perizeu, e do heveu, e do jebuseu. (Êxodo 3:9) - E agora, eis que o clamor dos filhos de Israel é vindo a mim, e também tenho visto a opressão com que os egípcios os oprimem.

Esta hora está chegando...Como nós precisamos aprender a lição desta resposta.

Deus quer, durante o período da Tribulação, cumprir 3 objetivos:
  1. Punir os pecadores impenitentes
  2. Sensibilizar outros para o arrependimento e a fé
  3. Restaurar por completo a nação de Israel
Por isto, Paulo escreveu sobre a justiça de Deus em

Romanos 11:22:"Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado (podado)."

 
(João 15:1) -  EU sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. (João 15:2) - Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.(João 15:3) - Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado.  (João 15:4) - Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.(João 15:5) - Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.  (João 15:6) - Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.(João 15:7) - Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. 

Haverá salvação na Grande Tribulação

A apostasia espiritual , o indiferentismo, a Desobediência; anarquia; feitiçaria; o reino do homem do pecado, é a chegada do reino do diabo

João descreve uma grande colheita de almas : 

Apocalipse 7:9, "Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, [aglomeradas] de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;"
O versículo diz que é uma multidão que ninguém podia contar. São os que que se convertem depois do Arrebatamento. Estes crentes se convencem do pecado durante os julgamentos que Deus envia ao mundo no período da Tribulação. Deus prova, mais uma vez, que ama todos que se voltam para Ele, mesmo durante a Tribulação.
Apocalipse 20:4  “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.”

Não queira ficar para esperar ser salvo na Grande Tribulação:

(II Tessalonicenses 2:10) - E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. (II Tessalonicenses 2:11) - E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; (II Tessalonicenses 2:12) - Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade. (II Tessalonicenses 2:13) - Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do SENHOR, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade;  (II Tessalonicenses 2:14) - Para o que pelo nosso evangelho vos chamou, para alcançardes a glória de nosso SENHOR Jesus Cristo. (II Tessalonicenses 2:15) - Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa. (II Tessalonicenses 2:16) - E o próprio nosso Senhor Jesus Cristo e nosso Deus e Pai, que nos amou, e em graça nos deu uma eterna consolação e boa esperança, (II Tessalonicenses 2:17) - Console os vossos corações, e vos confirme em toda a boa palavra e obra.



6º SELO: ABALOS CÓSMICOS – A NATUREZA É ABALADA. Eventos cataclísmicos.

(Apocalipse 6:12) - E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; (Apocalipse 6:13) - E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. (Apocalipse 6:14) - E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. (Apocalipse 6:15) - E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; (Apocalipse 6:16) - E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; (Apocalipse 6:17) - Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?

  1. O sexto selo revela o começo do julgamento de Deus contra os perseguidores dos cristãos.
  2. Soa como se fosse o fim do mundo. Mas não é ....
  3. Mas ainda há 16 capítulos restantes em Apocalipse.

(Apocalipse 7:2) - E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar,

1.     Estes símbolos indicam o começo do transbordamento da ira de Deus contra aqueles que não aceitaram a Jesus.
  1. Os primeiros quatro selos anunciaram castigos e sofrimento, mas não destruição total.
  2. O quinto relatou o pedido dos mártires que queriam a justiça.
  3. O Cordeiro está abrindo, um por um, cada selo de uma série de sete.
  4. É a ira do Cordeiro que se revela aqui (16).
Deus responde com um  grande terremoto:

Terremotos servem, às vezes, como instrumentos da ira divina. Isaías profetizou sobre o castigo de Jerusalém:

(Isaías 29:6). “Do SENHOR dos Exércitos vem o castigo com trovões, com terremotos, grande estrondo, tufão de vento, tempestade e chamas devoradoras”

  1. Tremendo terremoto nunca visto,abalará a terra
  2. O sol ficará vermelho devido a fumaça, a poeira que subirá da terra
  3. O sol enegrece, a lua se torna em sangue, as estrelas caem, o céu se recolhe
  4. todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. ( serão deslocados)

 (Apocalipse 6:12) - E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; (Apocalipse 6:13) - E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. (Apocalipse 6:14) - E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. (Apocalipse 6:15) - E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; (Apocalipse 6:16) - E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; (Apocalipse 6:17) - Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?

  1. A ira do Cordeiro atinge todos os seus inimigos, de cima para baixo.
  2. Em circunstâncias normais, teriam seus lugares distintos – de luxo para os poderosos e de simplicidade para os escravos e pobres.
  3. Mas na calamidade, todos procuram refúgio nos mesmos lugares.
  4. Qualquer caverna ou abertura numa rocha serviria para tentar fugir do terrível terremoto da ira do Cordeiro.

Um animal inofensivo, pacífico – A ira do Cordeiro, ele é o Leão da Tribo de Judá


OS 144 MIL DA TRIBO DE JUDÁ E O ERRO RUSSELISTA

(Apocalipse 7:1) -  E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma.

Os 4 ventos são forças malignas de destruição controlados pelos 4 anjos

(Apocalipse 7:2) - E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar,

Selo fala de proteção, lacrado, separado, ninguém toca, tem dono, Você é selado pelo ES

(Apocalipse 7:3) - Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus.

12 mil de cada tribo de Israel serão selados para não serem destruídos ( 12 AI x 12 NI) = 144 MIL

(Apocalipse 7:4) - E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. 

1.     Erro  grotesco cometido pelas TJs, é afirmarem que os 144 mil são a Igreja.
2.     O que a Bíblia diz e o que eles são na verdade, é um remanescente convertido do povo judeu que pregarão na grande tribulação após o arrebatamento da Igreja

A proteção ( o selo ) para estes judeus é o cumprimento da profecia de  Is 66

(Isaías 66:9) - Porque, eis que o SENHOR virá com fogo; e os seus carros como um torvelinho; para tornar a sua ira em furor, e a sua repreensão em chamas de fogo. (Isaías 66:10) - Porque com fogo e com a sua espada entrará o SENHOR em juízo com toda a carne; e os mortos do SENHOR serão multiplicados. (Isaías 66:11) - Os que se santificam, e se purificam, nos jardins uns após outros; os que comem carne de porco, e a abominação, e o rato, juntamente serão consumidos, diz o SENHOR. (Isaías 66:12) - Porque conheço as suas obras e os seus pensamentos; vem o dia em que ajuntarei todas as nações e línguas; e virão e verão a minha glória. (Isaías 66:13) - E porei entre eles um sinal, e os que deles escaparem enviarei às nações, a Társis, Pul, e Lude, flecheiros, a Tubal e Javã, até às ilhas de mais longe, que não ouviram a minha fama, nem viram a minha glória; e anunciarão a minha glória entre os gentios. (Isaías 66:14) - E trarão a todos os vossos irmãos, dentre todas as nações, por oferta ao SENHOR, sobre cavalos, e em carros, e em liteiras, e sobre mulas, e sobre dromedários, trarão ao meu santo monte, a Jerusalém, diz o SENHOR; como quando os filhos de Israel trazem as suas ofertas em vasos limpos à casa do SENHOR. (Isaías 66:15) - E também deles tomarei a alguns para sacerdotes e para levitas, diz o SENHOR. (Isaías 66:16) - Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz o SENHOR, assim também há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. (Isaías 66:17) - E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR. (Isaías 66:18) - E sairão, e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror a toda a carne.

Mas os selados estão protegidos e guardados da Ira do Anticristo

(Apocalipse 7:1) - E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. (Apocalipse 7:2) - E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, (Apocalipse 7:3) - Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. (Apocalipse 7:4) - E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. (Apocalipse 7:5) - Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben, doze mil assinalados; da tribo de Gade, doze mil assinalados;(Apocalipse 7:6) - Da tribo de Aser, doze mil assinalados; da tribo de Naftali, doze mil assinalados; da tribo de Manassés, doze mil assinalados;  (Apocalipse 7:7) - Da tribo de Simeão, doze mil assinalados; da tribo de Levi, doze mil assinalados; da tribo de Issacar, doze mil assinalados; (Apocalipse 7:8) - Da tribo de Zebulom, doze mil assinalados; da tribo de José, doze mil assinalados; da tribo de Benjamim, doze mil assinalados.

  1. A omissão de 2 Tribos  -  DÃ E EFRAIM – APARECEM JOSÉ E LEVI

Dã  - Por causa da  idolatria, e da imoralidade,
Efraim - Por causa infidelidade e murmuração

A desobediência destas tribos, os farão passar pela Grande Tribulação sem o selo, sem a proteção de Deus.

  1. O encabeçamento vem com a Tribo de Judá e não com Rubem que é o primogênito

    • Os pecados cometidos por Rubem com José, com Israel
    • Jesus é o Leão da Tribo de Judá e agora a primazia é para a Tribo de Judá

Com certeza na Grande Tribulação eles não aceitarão A PALAVRA, mas depois eles se renderão.

Porque as 12 tribos continuam?  propósito individual com cada um

Mesmo o homem fracassando, o propósito de Deus não muda, continua o mesmo.

(Tiago 1:17) - Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. 
(Jó 42:2) - Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.

(Jeremias 29:11) - Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.

(Salmos 20:7) - Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR nosso Deus. (Salmos 20:8) - Uns encurvam-se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé.

Propósito coletivo

  1. Abençoar Israel, abençoar a Igreja
  2. A obra de DEUS não para , por isso Deus escolheu você.
  3. Se você não quer, ou é levado pelo pecado, ou sai da direção do foco de Deus ... Deus tem alguém para o seu lugar, você desperdiçou a oportunidade de Deus.

Dã e Efraim não tinham o selo de Deus , enfrentaram a Grande Tribulação sem a proteção divina

Mas no milênio Cristo exaltará as tribos de Israel , e agora qual vem em 1º lugar - Dã

Deus inverteu a fila, Deus pode inverter a fila aqui hoje e vc será 1º

Apesar que para Deus não existe ordem de chegada, existe linha de chegada.
Vc vai chegar no céu

(Ezequiel 48:1) - E ESTES são os nomes das tribos: desde o extremo norte, ao longo do caminho de Hetlom, indo para Hamate, até Hazar-Enom, termo de Damasco para o norte, ao pé de Hamate, terá Dã uma parte, desde o lado oriental até o ocidental. (Ezequiel 48:2) - E junto ao termo de , desde o lado oriental até o ocidental, Aser terá uma porção. (Ezequiel 48:6) - E junto ao termo de Efraim, desde o lado oriental até o lado ocidental, Rúben, uma porção. (Ezequiel 48:7) - E junto ao termo de Rúben, desde o lado oriental até o lado ocidental, Judá, uma porção.

(I Pedro 5:6) - Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;

Eu vou entrar no céu, com luta , com dificuldade, nem que seja se arrastando

João viu uma multidão

(Apocalipse 7:9) - Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; (Apocalipse 7:10) - E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. (Apocalipse 7:11) - E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, (Apocalipse 7:12) - Dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém. (Apocalipse 7:13) - E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram? (Apocalipse 7:14) - E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. (Apocalipse 7:15) - Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra. (Apocalipse 7:16) - Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles. (Apocalipse 7:17) - Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.

(Mt.5:6). “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus”

(Mt.5:10)“Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus”

(Mt.5:12) “Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós”

(Jo.14:1-3) “ Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”

7º SELO: SILÊNCIO NO CÉU, Houve silêncio no céu cerca de meia hora: este selo abre com silêncio.

(Apocalipse 8:1) -  E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.

1.     SILÊNCIO DE REVERÊNCIA, EXPECTATIVA E ORAÇÃO
2.     AGUARDANDO O QUE AINDA ESTÁ POR VIR.

Nenhum ser vivente fala. Não se ouve o clamor das almas dos mártires. Não há nenhum terremoto

Moisés, em um de seus discursos finais a Israel, disse:

(Deuteronômio 27:9-10).  “Guarda silêncio e ouve, ó Israel! Hoje, vieste a ser povo do SENHOR, teu Deus. Portanto, obedecerás à voz do SENHOR, teu Deus, e lhe cumprirás os mandamentos e os estatutos que hoje te ordeno”

O silêncio diante de sofrimento reflete a confiança em Deus:

“Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio” (Lamentações 3:26).

O silêncio de meia hora termina

1.     Sete anjos em pé diante do trono do Senhor recebem as trombetas.
2.     Trombetas tinham diversas funções no Antigo Testamento (Números 10:1-10).

Dois usos têm significado relevante aqui:

1.     Serviam para soar o alarme no caso de guerra,
2.     E para convocar a multidão ao santuário de Deus.

As sete trombetas vão anunciar guerras divinas contra os ímpios.

(Apocalipse 8:1) - E, HAVENDO aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. (Apocalipse 8:2) - E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas. (Apocalipse 8:3) - E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. (Apocalipse 8:4) - E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus. (Apocalipse 8:5) - E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e terremotos. (Apocalipse 8:6) - E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las. (Apocalipse 8:7) - E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada.

As Escrituras são claríssimas ao afirmar que a salvação na Grande Tribulação exigirá o martírio, ou seja, para que alguém seja salvo, além de crer em Jesus com toda esta dificuldade de ordem espiritual, terá de correr mesmo, para não cair na mão do Anticristo, e se cair, terá de morrer por causa do testemunho de Jesus e do amor pela Palavra de Deus.

Na Grande Tribulação, a salvação dependerá do derramamento do próprio sangue, além da fé no poder do sangue de Jesus.



É a ação, a Plenitude que não haverá veja: 2 Tessalonicenses 2:6-7:

"E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;"

Esses versículos comentam a respeito da aparição do anticristo na terra. Sem sombra de dúvidas, todos concordamos que aqui "o que detém e o que resiste" à aparição do anticristo é o Espírito Santo.


 
E o Espírito Santo?  Será retirado?
  1. O que vai ser retirado da terra é a ação de restrição do Espírito Santo que impede a aparição do anticristo no cenário mundial.
  2. Hoje, com a Igreja na terra (a verdadeira Igreja que ora e guerreia no intuito de estabelecer o reino de Deus na terra), as orações sobem a Deus porque tanto Jesus (Romanos 8:34), como o Espírito Santo (Romanos 8:26) intercedem por nós.
  3. Automaticamente, o Espírito Santo, que é a pessoa de Deus que está aqui na terra, age de modo a estabelecer o reino de Deus na terra e isso restringe a aparição do anticristo, de toda iniqüidade querendo tomar conta da terra.
  4. Note que, com o passar dos anos, a violência e a iniqüidade na terra vai gradativamente aumentando, porque o Espírito Santo gradativamente vai deixando de restringir a ação maligna, para que se cumpra na totalidade
Ou seja, o Espírito Santo de Deus restringe que isso ocorra muito mais rapidamente, senão o anticristo já estaria em seu governo mundial hoje.

A partir do momento em que a Igreja for arrebatada, não haverá mais quem ore a Deus nesse sentido, e então será esse o indicativo para que o Espírito Santo deixe de restringir totalmente que o anticristo apareça.

O anticristo aparecerá em um momento de total caos no mundo e, principalmente no Oriente Médio, propondo e realizando falsos milagres e falsos prodígios, convencendo a todos (2 Tessalonicenses 2:8-10).


Então é ação  A Plenitude do Espírito Santo que não haverá mais neste período, pois aqueles que receberam a Jesus já não estarão aqui, a Graça já não será.

As pessoas que se converterão na grande tribulação,  será como no Velho Testamento, Rute que se converteu, Raabe e etc... As pessoas serão usadas mais sem plenitude, igual aos profetas no Velho Testamento. Assim é que as 2 testemunhas vão operar, igual no VT.